5 hábitos diários para melhorar a vida em família

Quando os relacionamentos falham, quando os membros de uma família se distanciam (quer seja o casal, irmãos, filhos, avós…) dizemos muitas vezes: “gostava de poder voltar atrás para saber onde é que tudo começou a falhar”. A verdade é que, apesar de nem sempre ser assim, o dia a dia determina uma boa parte da viabilidade das relações. Quer saber como evitar este problema? Não deixe de ler este post e descubra os hábitos diários que podem solidificar as relações familiares.

Coma em família

Muitas vezes os horários diferem, mas há que fazer um esforço para conseguir conciliá-los e fazer, pelo menos, uma refeição em família. E já que o pequeno-almoço e o almoço estão sempre muito limitados pelos horários dos estudos e do trabalho, o jantar é o momento ideal para reunir a família ao redor da mesa. Mais do que satisfazer uma necessidade fisiológica, que é alimentar-se, numa reunião à mesa o intercâmbio de informação é facilitado, o que ajuda a conhecer melhor as pessoas no dia-a-dia, mostrando a sua verdadeira personalidade e a sua rotina.

Foto via Shutterstock: Rawpixel.com

Esqueça ou reduza a utilização do telemóvel

Ter o telemóvel em cima da mesa quando se está com pessoas é sinal de que se dá maior importância a ele do que à convivência. Provavelmente ainda não o sabe, mas a família é o mais importante e nada merece mais atenção do que ela, sobretudo se passou grande parte do dia com os seus amigos. Oiça os seus pais, que sempre têm algo de bom a dizer-lhe, conheça melhor os membros da sua família (provavelmente o seu irmão é um génio da Física e ainda não o sabia porque está sempre a olhar para o telemóvel), interesse-se pelas suas vidas e vai ver que criará laços de confiança mais fortes. Dizemos-lhe mais: não seria nada de outro mundo se deixassem todos os telemóveis “estacionadinhos” numa mesa qualquer enquanto dura a reunião familiar.

Além disso, as redes sociais, que acabamos por utilizar para matar o tempo, são muito menos interessantes do que a conversa que estão a ter em casa. Refrescar o Facebook e o Instagram de minuto a minuto é tempo mal gasto, que não voltará, por muito que queiramos. Já as tardes de jogos de mesa com os seus pais, as cervejas no terraço ou as sessões de cinema são enriquecedoras.

Foto via Shutterstock: YAKOBCHUK VIACHESLAV

Partilhe o seu ócio

Depois das refeições, muitas famílias reúnem-se em torno da televisão para ver séries, filmes ou outros programas de televisão. Por isso, em vez ir logo para o quarto e isolar-se na Internet, deixe-se ficar na sala com eles (quer estejamos a falar dos seus pais ou mesmo só da sua cara-metade). Cultive esse hobbie em comum. Não há nada como seguir uma série com os seus familiares para poderem partilhar teorias juntos.

Ir ao cinema com a nossa família também é outra actividade divertida, assim como fazer passeios até ao campo, ir comer fora ou visitar museus juntos. É verdade que nos divertimos com os nossos amigos, mas se nos centramos apenas neles e descuidamos a nossa família, nunca se sabe se esta não acabará por se desmoronar. Apesar dos amigos serem importantes, as famílias são únicas.

Foto vía Shutterstock: altanaka

Viaje em família

Viajar com amigos é muito divertido, pois oferecem um grau de diversão diferente, mas a família também nos brinda com grandes momentos em viagem, não necessariamente piores. Além disso, viajar com os pais ou irmãos é quase sempre positivo, pois ter crescido e amadurecido no mesmo ambiente coloca-os no mesmo patamar em determinadas situações. Por seu turno, viajar em casal é excelente para ambos, já que os ambientes fora da nossa zona de conforto demonstram a realidade das pessoas, às vezes até em situações limite. Desta forma estará a estreitar os laços familiares, pelo que as relações tornam-se muito mais difíceis de romper.

Foto vía Shutterstock: NicoElNino

Pergunte e oiça

É assim tão difícil? Não custa nada chegar a casa, vestir qualquer coisa confortável e chegar à sala com uma pergunta preparada nas suas cordas vocais para a sua cara-metade: que tal correu o dia? A partir daí, a relação melhora automaticamente, pois para além de se criar um sentimento de empatia, acabará por descobrir novas facetas da sua cara-metade.

Se se trata dos seus pais, amigos ou irmãos, a pergunta tem o mesmo objectivo. Depois de formulá-la, sente-se e oiça com interesse. Tudo isso, em última análise, é muito melhor do que chegar a casa, mudar-se e, em vez de fazer a pergunta, fechar-se em si mesmo nalguma actividade desnecessária.

Foto vía Shutterstock: Iakov Filimonov

Com pequenos gestos, o dia a dia sobe de nível e as relações familiares tornam-se mais sólidas. Sem este tipo de rotinas, a vida pode ser muito mais dura e surpreender-nos negativamente. Não permita que tal aconteça!

Para melhorar a sua vida em casal, fique aqui com 8 dicas para que a rotina não durma com o vosso casamento: venham conhecê-las! ou 6 atitudes que revelam maior intimidade num casal que o sexo: venham conhecê-las! Não descuide nenhum detalhe do seu dia-a-dia.

Gostou deste artigo? Partilhe

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação