Amor à distância: 9 dicas para que a relação sobreviva!

«Amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura»

As palavras são de Shakespeare. Mas ilustram a ideia geral do artigo de hoje. Vejamos: o amor é soberano. Portanto, sobreviverá à distância e a outras vicissitudes que se lhe atravessem no caminho. Mas não custa dar-lhe uma mãozinha, certo? Se a sua relação está a atravessar um desafio como este, saiba o que é mais importante conservar e quais os truques que deve ter na manga. São nove. Ora anote.

AWESolicite informação sobre “AWE”
Foto AWE

1. Aprenda a confiar plenamente.

A distância dá muitas vezes azo à paranoia. Em vez dela, trabalhe a confiança. O tempo que a sua cara-metade passa longe de si será muito e você nem sempre saberá o que se passa.

2. Crie tempo para falar regularmente com a sua cara-metade.

Muitas vezes é um desafio encontrar momentos oportunos para os dois, especialmente se não estão no mesmo fuso horário, mas é importante criar essas rotinas e honrar sempre esse compromisso. Passe uma hora por dia no skype a contar como foi o seu dia. Marquem um encontro e vejam o mesmo filme enquanto fazem uma chamada de skype. As novas tecnologias encurtam as distâncias, use-as a seu favor.

Moments4EverSolicite informação sobre “Moments4Ever”
Foto Moments4Ever

3. Não troque apenas mensagens. Prefira o Skype ou o telefone.

É importante personalizar as conversas. É importante ver o rosto da sua cara-metade, ouvir a voz. Os contatos com a sua cara-metade devem lembrar-lhe sempre as particularidades da pessoa. As mensagens de whatsapp e aplicações do género são práticas para mensagens do dia a dia, com informações precisas, não para conversas pessoais.

4. Junte as semanas de férias que tem para estar com a sua melhor metade.

Junte o máximo de dias que puder quando o objetivo for viajar até à cidade onde a sua cara-metade vive ou receber a sua cara-metade na sua. E esse tempo, dedique-o inteiramente à sua relação. Faça uma gestão inteligente do dinheiro e do tempo para tirar o melhor partido desse tempo juntos.

Love and ThanksSolicite informação sobre “Love and Thanks”
Foto Love and Thanks

5. Não ignore os problemas. Fale sobre eles.

O seu instinto pode ser não falar sobre as coisas e reprimir. Você vai pensar que já que não está tanto tempo a falar com a sua cara-metade, o melhor é adiar as discussões e os assuntos mais difíceis. Erradio. Não falar das coisas que a incomodam, pode dar azo a mal entendidos, pode gerar algum ressentimento. Numa relação à distância, a comunicação e a cumplicidade continuam a ser indispensáveis e só podem existir se for honesta e se envolver a outra pessoa na sua vida, inclusive nas suas preocupações e receios.

6. Numa discussão, não atire à casa da outra pessoa a distância a que vivem.

A distância é um desafio? É! Mas não a use como arma numa discussão. Não a transforme num problema maior do que ela é. Não culpe a sua cara-metade por viver longe de si ou porque as circunstâncias nem sempre são as melhores. Não se foque no problema. Foque-se na solução. Invista na relação, sem fazer com que a outra pessoa se sinta culpada.

Luminous PhotographySolicite informação sobre “Luminous Photography”
Foto Luminous Photography

7. Faça planos para um futuro a dois.

O presente não é a melhor situação possível mas o futuro será. Ajude a sua relação, fazendo planos e traçando objetivos para um futuro que estará próximo e que será vivido a dois. Essa esperança no futuro (um futuro mais feliz) vai manter a chama da relação acesa. A distância de agora não é a distância de sempre.

8. Reinvente os seus encontros.

Não se limite aos emails e chamadas da praxe. Faça planos maiores a dois. Aluguem o mesmo filme para ver numa sexta-feira à noite. Vão ao cinema ver a mesma estreia para depois falarem sobre o que mais gostaram e o que menos gostaram no filme. Tenham hobbies parecidos ou até mesmo iguais para terem mais gostos e hábitos em comum. Quando a distância não ajuda, há que arranjar alternativas para se sentirem mais unidos, como um casal.

Momento CativoSolicite informação sobre “Momento Cativo”
Foto Momento Cativo

9. Esteja “presente” nos momentos mais difíceis.

A presença física não é tudo numa relação. O cuidado e a preocupação que dedicamos a outra pessoa não depende apenas da partilha do mesmo espaço, mas sobretudo da partilha dos mesmos interesses. O grande pilar de apoio na sua vida deve ser a sua cara-metade, mesmo estando longe. Não a substitua nem demita desse papel. Pelo contrário…

Se é mais difícil? Claro que sim. Mas o esforço, a dedicação e o investimento que está a colocar nesta relação vão com certeza colher os melhores frutos.

Contacte as empresas mencionadas na reportagem:

Gostou deste artigo? Partilhe

Mais informação

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação