Como gerir aquele “fraquinho” que tem pelo seu colega de trabalho

É no trabalho que passamos a maior parte do nosso dia. É natural, por isso, que muita coisa aconteça, inclusive uma paixoneta por um colega. Afinal, são pelo menos 8 horas que estará obrigatoriamente em contacto com ele. Se tiver um bom ambiente de trabalho, então as probabilidades de estreitar relações aumentam.

Há alguns perigos em misturar trabalho com amor, mas não há que ter medo de arriscar. O segredo está em saber compatibilizar carreira com amor!

Já agora, saiba a razão por que o Facebook arruina o amor (e o relacionamento em geral). E agora já sabe se os casais mais felizes partilham a sua relação nas redes sociais?

1Love4EverPhotography
1Love4EverPhotography

O amor está no ar

Há muitos estudos que afirmam ser impossível evitar relacionamentos amorosos no trabalho. Se a empresa for grande, ainda é mais difícil porque é mais complicado controlar os funcionários.

Numa pesquisa realizada pelo Portal de Emprego brasileiro Jobatus, 87% dos profissionais registados no site afirmaram já se terem interessado por um colega de trabalho. 63% dos que namoram ou são casados com um colega afirmam que o mais difícil é saber separar problemas pessoais dos profissionais. Mas como tudo tem os seus prós e contras, o estudo também destacou vantagens: uma melhor compreensão mútua é um dos principais benefícios apontados por 42% dos inquiridos. Já a compatibilidade de horário foi o benefício mais apontado por 37% dos trabalhadores.

1Love4EverPhotography
1Love4EverPhotography

Na verdade, mesmo sendo inevitável fugir do amor, os profissionais devem ser isso mesmo: profissionais. Por isso têm de ter bom senso e respeitar a filosofia da empresa. Algumas não permitem relacionamentos entre funcionários. Esta situação específica é muito complicada, porque é difícil controlar o amor que se sente e também não é fácil deixar um emprego que nos sustenta e onde nos sentimos bem. Por outro lado, há firmas que se recusam de antemão a contratar casais. De facto, não é fácil gerir o amor no local de trabalho. A base está no bom senso!

1Love4EverPhotography
1Love4EverPhotography
1Love4EverPhotography
1Love4EverPhotography

Cuidado com as demonstrações de afecto

Os casais que trabalham na mesma empresa devem ser discretos e comedidos. E se, por acaso, estiver a crescer algum tipo de sentimento mais forte entre colegas, esse sentimento não deve ser claro para os outros. Há que ser discreto, de modo a não chocar os restantes funcionários. Até porque, no trabalho, a ideia é trabalhar. O excesso de intimidade pode demonstrar falta de profissionalismo. Isso não quer dizer que recuse sequer olhar para o seu novo amor. Se o seu comedimento for de tal forma excessivo, que mude totalmente o comportamento que tinha com ele, os outros colegas podem estranhar da mesma forma… E até desconfiar. De certeza que houve outros colegas que passaram pelo mesmo. Por isso, não recuse um almoço com ele, de vez em quando. Desde que faça a gestão adequada da situação, até pode se divertir bastante.

Os que já forem casados também devem deixar as demonstrações de amor em casa. No trabalho devem cingir-se a trabalhar. É importante mencionar que os casais não devem permitir que os problemas laborais afectem a sua relação, nem que a relação afecte o trabalho. Conclusão: o que acontece na empresa fica na empresa. A discussão da noite anterior não pode interferir nas actividades profissionais do dia seguinte. Evite falar de assuntos do trabalho fora do local do trabalho e deixe os assuntos pessoais em casa.

Fique para ler: 5 comportamentos românticos que na realidade não o são

Helder Couto Photo
Helder Couto Photo
Helder Couto Photo
Helder Couto Photo

Isolar-se?

Nem pensar. Isso vai criar estranheza entre os colegas. Manter a interacção com outros colaboradores da empresa é fundamental para que o seu novo relacionamento não interfira no ambiente de trabalho. O ideal é evitar ciúmes e mexericos! Os apaixonados têm de conversar e decidir como agir. É importante que estejam em consonância. E se decidirem casar, devem começar aos poucos a dar a entender que estão juntos, para o que der e vier.

Tem medo do casamento? Damos-lhe 6 dicas para se deixar disso!

Luminous Photography
Luminous Photography
Luminous Photography
Luminous Photography

Apaixonei-me pelo chefe. E agora?

Agora, tenha cuidado, porque esse é um assunto sensível. Se não for correspondida, ainda mais. O melhor é fazer de tudo para que ele não perceba os sentimentos que nutre por ele. Se, por outro lado, ele também se apaixonou por si, evite ficar com sentimentos de superioridade em relação aos outros colegas. Lá por agora namorar com o seu superior hierárquico, não quer dizer que fica com menos responsabilidades. Muito pelo contrário! Agora, tem a responsabilidade de separar com mais rigor o pessoal do profissional. Você deve conquistar o seu espaço por esforço profissional e não por mérito amoroso. Não dê motivos para que questionem o seu profissionalismo. Se for você a chefe, também deve ser discreta e nunca pôr o seu novo parceiro à frente dos outros colaboradores, só porque estão apaixonados. Há que saber separar o trigo do joio.

135 milímetros
135 milímetros

Quando se fala de amor, não há certo ou errado. O bom senso, maturidade e experiência de vida é que a vão ajudar a agir da melhor maneira possível, para que não se magoe nem comprometa a sua carreira em determinada empresa. Um coisa é certa: se no amor não há regras, no ambiente de trabalho há! E é aí que tem de ter cuidado e agir de modo a não deitar tudo a perder.

Agora que você já sabe tudo sobre relacionamentos no trabalho, tome nota dos 12 segredos para construir um lar feliz com o seu amor.

Contacte as empresas mencionadas na reportagem:

Gostou deste artigo? Partilhe

Mais informação

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação