PT Login
PT

Já pensou em fazer um casamento brunch?

Conhece o conceito do casamento brunch? Do nome pode depreender o estilo, já que brunch é a combinação de pequeno-almoço (em inglês “breakfast”) com o almoço (em inglês “lunch”), sendo um hábito de origem britânica que corresponde a uma refeição normalmente realizada entre as 10h e as 14h, que pode alongar-se por tempo indeterminado.

Por isso, um casamento brunch não é muito diferente: a festa realiza-se habitualmente a partir das 11h, sendo a cerimónia realizada até essa hora.

Mary Me - EventosSolicite informação sobre “Mary Me - Eventos”
Mary Me – Eventos

Em Portugal talvez não seja um conceito muito difundido, sendo que é mais usual acontecer um brunch do dia seguinte do que propriamente um casamento brunch.

E terá aceitação? Segundo Cláudia Gameiro, Wedding Planner da The Quinta – My Vintage Wedding Portugal, definitivamente sim, pois “há mais pessoas a levantar cedo e cedo erguer do que a ir para a cama às 4h00 da manhã”, diz-nos, acrescentando que “é excelente para segundos casamentos, casamentos ao Domingo, etc.”

O casamento brunch é, de facto, uma boa opção para casamentos mais descontraídos e informais e para os noivos que apreciam a luz do dia, bem como “noivas preocupadas com a saúde, com o desporto”, e para “casamentos com muitas crianças ou com uma média etária de convidados mais velha e pessoas pouco conectadas com saídas nocturnas”, explica-nos Cláudia.

It’s All About Solicite informação sobre “It’s All About ”
It’s All About

Este estilo de casamento tende também a ser mais económico e mais curto do que um almoço ou um jantar, pois é servido em buffet e geralmente tem menos convidados, apesar de Cláudia Gameiro dizer que a dimensão não é importante.

Relativamente ao local, não há um que seja mais indicado do que outro, pois um casamento brunch tanto pode ser realizado em locais abertos e ao ar livre, como em restaurantes, hotéis ou até mesmo em casa dos noivos, se a mesma tiver capacidade para este tipo de celebração. O importante é garantir o conforto dos convidados.

It’s All AboutSolicite informação sobre “It’s All About”
It’s All About

O mesmo se aplica ao ambiente e estilo de decoração, que pode ir “desde um estilo campestre a um hotel de 5 estrelas”, pois “tudo se adequa”. Segundo Cláudia Gameiro, o casamento brunch “não tem a ver com o ambiente, mas sim com o relógio biológico de cada um”.

No que diz respeito à comida, esta deverá ficar disposta em mesas grandes, para que os convidados se possam servir sozinhos, embora seja aconselhável ter sempre empregados de mesa nas proximidades, para que possam auxiliar sempre que se revele necessário.

Caso o casamento brunch tenha um grande número de convidados, será necessário avaliar se haverá necessidade de ter mais do que um local para dispor o buffet. Já se o casamento brunch for pequeno, também se poderá optar por uma mesa onde se possam sentar todos os convidados, proporcionando o convívio informal entre amigos e familiares.

Momento CativoSolicite informação sobre “Momento Cativo”
Momento Cativo

Um casamento brunch inclui geralmente alimentos que estão tradicionalmente associados ao pequeno-almoço e pratos leves de almoço, pois a ideia é servir um “pequeno-almoço reforçado”. A sugestão de Cláudia Gameiro passa por “pãezinhos, ovos de diferentes maneiras em show cooking (ovos mexidos, estrelados, omeletes feitos no momento), salsichas e bacon, uma estação colorida com fruta fresca laminada, batidos e sumo feitos ao momento, iogurtes, uma tábua de enchidos e uma tábua de queijos.”

Outra das nossas sugestões é a ideia de contratar um serviço de crepes! Existem empresas especializadas na matéria que apresentam opções personalizáveis para o seu evento! Uma ideia deliciosa que irá cativar os seus convidados!

Solicite mais informação sobre Lambreta Crepes GourmetSolicite informação sobre “Solicite mais informação sobre Lambreta Crepes Gourmet”
Lambreta Crepes Gourmet

A wedding planner aconselha ainda dois pratos quentes para carne, dando como exemplo um prato de strogonoff com arroz ou arroz de pato e, para peixe, um bacalhau de garfo.

Para sobremesas, “muitos doces em doses individuais, onde os macarrons e os pastéis de nata não podem faltar”.

Não esquecer também o bolo de casamento, que de acordo com Cláudia Gameiro deverá ser um bolo tradicional, servido por volta das 16h00. No casamento brunch americano, os casais por vezes optam por um tipo de bolo mais leve, como de cenoura, laranja ou limão.

The Quinta – My Vintage WeddingSolicite informação sobre “The Quinta – My Vintage Wedding”
The Quinta – My Vintage Wedding

Como únicas ‘desvantagens’ do casamento brunch, Cláudia Gameiro salienta que este estilo não será o ideal para convidados que gostam de noitadas ou para noivos que apreciem “ambientes escuros, com efeitos de luzes e de velas”. O casamento brunch também não puxa tanto para a dança, pois “dançar de dia é sempre mais difícil”, explica, acrescentando ainda que alguns monumentos históricos abertos ao público poderão não permitir realizá-lo.

E então, acha que o casamento brunch combina consigo?

Contacte as empresas mencionadas na reportagem:

Gostou deste artigo? Partilhe

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação