O pré-conceito e o preconceito da lua-de-mel

Com que então Setembro ia ser o novo Agosto hum? S. Pedro anda zangado com alguma coisa, anda anda… E além da chuva, decidiu “castigar-vos” com uma matéria – esta matéria – sobre a sempre tão desejada lua-de-mel.

Aviso: venho para desfazer dois mitos.

Cuba. Foto: Netviagens
Egipto. Foto: Netviagens
Lisboa. Foto: Netviagens

A lua-de-mel, a viagem de sonho… México, Tailândia, Índia, Maldivas… Sol, mar e amor… Esperem lá? Como?

A lua-de-mel, a viagem de sonho… Ok. Mas é a vossa viagem de sonho! Acima de tudo a vossa viagem de sonho!..

O casamento é uma indústria – não se admirem disso – que movimenta milhões. É, milhões. E ainda bem que assim é! Casar é bom e eu recomendo! (E no seguimento dos milhões, ajuda à sustentabilidade da economia – sim, sim! Porque isso também é importante!) Por movimentar milhões, movimenta claro, e logicamente, em torno de si, massas – uma horda de casais. O México é um destino, por exemplo, muito querido. Porquê? Porque quanto mais noivos vão, mais noivos querem ir!..

Dubai. Foto: Netviagens

Eu não lamento que queiram. Mas muitas vezes, esses mesmos casais, preferem aquela cidade europeia, por exemplo, que tanto queriam visitar – e não me digam que uma cidade europeia não tem o suficiente para ser um excelente destino de lua-de-mel! – em favor do México… O México é mais… Mais tudo!..

Hong Kong. Foto: Travel Tailors Viagens
Maldivas. Foto: Travel Tailors Viagens
Londres. Foto: Travel Tailors Viagens

Pois bem, não é mais tudo e vamos desconstruir essa ideia. Desconstruamos essa e outra: o facto da lua-de-mel ter de implicar uma partida praticamente imediata, logo logo depois do dia de casamento. Porque de outra forma, não é uma “verdadeira” lua-de-mel. São “apenas” umas férias juntos.

Sejamos realistas, sejam realistas. Por vezes, fazer um destino de luxo encaixar no vosso orçamento, não é possível. Não tem de ser um destino de luxo. E não tem de caber no vosso orçamento no imediato! Porque não esperar um mês, meio ano, um ano para a tão desejada lua-de-mel? Não serão nunca, apenas, umas férias juntos. Por esse prisma, então cada dia que somam do vosso casamento é “só” mais um dia juntos. (Não é.)

México. Foto: Travel Tailors Viagens
Paris. Foto: Travel Tailors Viagens
Peru. Foto: Travel Tailors Viagens
Porto
Porto. Foto: Agência Abreu

É importante, antes de se dirigirem a uma agência de viagens – e sim, eu recomendo-as e defino isso como “ter sentido prático” – pensarem em dois factores fulcrais: quanto podem ou querem dispor para e na lua-de-mel e no que esperam dela.

Na generalidade, é verdade, já o disse de forma indirecta, os noivos procuram sol, praia, diversão e preferencialmente em tudo incluído! No entanto, não se cinjam ao óbvio. Procurem, como já aconselhei também, acompanhamento especializado, bem formado, capaz. Que vos perceba, que perceba as vossas pretensões.

Essa é a receita para uma lua-de-mel memorável! Sem pré-conceitos ou preconceitos.

Praga
Praga. Foto: Agência Abreu
Seychelles
Seychelles. Foto: Agência Abreu
Turquia
Turquia. Foto: Agência Abreu
Roma
Roma. Foto: Agência Abreu

Falar em acompanhamento especializado é falar da Abaixo a Monotonia – Turismo – a quem quero agradecer a inteira disponibilidade na colaboração deste artigo – da NetViagens, da Caravela – Agência de Viagens, da Halcon Viagens – Lisboa, da Travel Tailors – Viagens e da Agência Abreu. Não formam um destino de luxo mas antes um grupo de profissionais de luxo: para a certeza de um final feliz!

Contacte as empresas mencionadas na reportagem:

Gostou deste artigo? Partilhe

Mais informação

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação