PT Login
PT

Uma exótica lua-de-mel na Índia: magia, cor e diversidade

A Índia é um dos lugares mais mágicos e misteriosos do nosso planeta. É uma terra de contrastes, do doce e do salgado, do sensual e do sagrado, rica em aromas e sabores, mestra na capacidade de emocionar os seus visitantes. Todo o esplendor deste país asiático faz dele um cenário perfeito para as luas-de-mel que fogem à regra, que se distanciam dos convencionalismos e procuram enriquecer o corpo e o espírito. Descubra um pouco mais sobre esta preciosa jóia do nosso mundo e comece já a preparar as malas!

Foto vía Shutterstock: Boris Stroujko

A Índia tal como ela é

Todo o encanto da Índia ocupa a maior parte do conhecido Subcontinente indiano, espaço geográfico do qual também fazem parte o Paquistão, Bangladesh, Nepal e Butão, assim como os belíssimos países insulares do Sri Lanka e das Maldivas. Foi neste território que surgiu o hinduísmo e o budismo – duas das grandes religiões do mundo – assim como o jainismo e o siquismo. Neste sentido, são inúmeros os templos de requintada elaboração artística que poderá encontrar por lá.

A Índia é um dos maiores países do mundo, possuindo a segunda maior população do planeta, que ultrapassa um bilião de habitantes. O híndi e o inglês são os idiomas oficiais principais do país, embora existam cerca de 20 línguas oficiais afectas a diferentes territórios. Para além disso, convivem ainda no seu vasto território mais de 2000 idiomas no total, apesar de a maioria não ter carácter oficial.

O país é banhado pelo Oceano Índico, pelo Mar Arábico e Golfo de Bengala, contando com uma grande biodiversidade, quer ao nível da flora com fabulosas florestas tropicais e formosos boques, quer ao nível da sua fauna riquíssima, com o tigre de Bengala e o elefante como principais referências.

À procura de uma lua-de-mel na praia? Veja também Lua-de-Mel nas Maldivas: o nosso TOP 10 de hotéis.

Foto vía Shutterstock: D’July

Autenticidade e história: Delhi e Agra

O noroeste do país é a zona mais rica e visitada, principalmente devido ao conhecido Triângulo de Ouro, formado por Delhi, Agra e Jaipur. Basta visitar estas três cidades para viver uma lua-de-mel inesquecível!

Delhi é um estado com uma intensa urbanização, que ascende a 15 milhões de habitantes. Para além disso, a zona alberga Nova Delhi, a capital do país e lugar de evidentes contrastes entre a tradição e a modernidade. Com efeito, ali vive-se uma vida frenética que faz parte do seu encanto e afloraram os últimos gritos do mundo contemporâneo, ao mesmo tempo que se conserva com cuidado o património histórico-artístico que deu vida às suas sete cidades imperiais. 

Foto vía Shutterstock: Pikoso.kz

As avenidas mais senhoriais e diplomáticas de Deli (Rajpath, Rasina Hill e Vijay Chowk), combinam com a actividade comercial do anel de Connaught Place, assim como com os locais reconhecidos como Património da Humanidade, nomeadamente Qutab Minar, a Tumba de Humayun e o Forte Vermelho. Mercados, especiarias, tráfico descontrolado e barulho são a essência de Nova Delhi, um espectáculo único para desfrutar obrigatoriamente.

Aqui, não pode também de deixar de visitar os templos de referência da região: os hinduístas Lakhsmi Narayan ou o Kalkaji; a grande mesquita Jami Masjid; o templo Sisganj Gurudvara, representante do siquismo; e o Lal Mandir, relativo ao jainismo.

The Imperial New Dehli é um dos hotéis mais luxuosos da zona, um regresso ao esplendor de Raj britânico e ao estilo sofisticado que enriqueceu a sua arquitectura e cultura. The Park Hotels, que tem oito unidades em toda a Índia, é outros dos alojamentos estrela do país, com um design exclusivo e serviços de luxo.

Foto vía Shutterstock: NOWAK LUKASZ

Agra é um dos grandes símbolos do país, pois afinal é onde se localiza o seu grande tesouro, o majestoso Taj Mahal, considerado uma das novas sete maravilhas do mundo. Refinado, elegante e requintado, a sua beleza representa com distinção o Império Mongol.

O seu redor também justifica a viagem a Agra, pois na verdade as excelências da época mongol observam-se igualmente nos palácios, túmulos, fontes e jardins que rodeiam o complexo. O Forte de Agra e o Fatehpur Sikkri, também de origem mongol, são outras peças da Índia que formam parte da selecta colecção do Património da Humanidade da UNESCO. Um luxo com séculos de antiguidade!

Conheça outras opções de lua-de-mel: siga os nossos conselhos e ideias para uma viagem de sonho!

Foto vía Shutterstock: RuthChoi

A magia de Rajastão: Jaipur, Udaipur e Jodhpur

Rajastão é uma das maiores regiões da Índia. Além de albergar boa parte do deserto de Thar, inclui ainda dentro das suas fronteiras um grande número de cidades incríveis. Ainda no noroeste, Jaipur surge como uma fonte de fantasias e histórias. Conhecida como “a Cidade Rosa”, destaca-se como um dos pontos culturais mais fortes do país, com uma riqueza e beleza de detalhes que formam um cenário idílico para românticas luas-de-mel.

O seu património histórico-artístico foi também inspiração para as histórias das Mil e uma Noites, uma colecção de contos baseados nos palácios ostentosos de marajás (City Palace, Samode, Hawa Mahal), nos fortes medievais (Forte Amber) e nos havelis dos comerciantes ricos que alimentam esta mágica cidade. Além disso, o luxo do tecido arquitectónico, deslumbrante quer no interior como no exterior das edificações, combina arte com o ambiente ruidoso, exótico e perfumado dos bazares, autênticos templos de surpresas e encantamentos.

Udaipur e Jodhpur são outras duas cidades que também conservam o encanto das Mil e uma Noites. A primeira goza de uma situação privilegiada, guarnecida por maravilhosas colinas e a frescura dos lagos Pichola, Fateh Sagar, Udai Sagar e Swarup Sagar. Sua excelência natural culmina na perfeição com os palácios e os fortes do seu património cultural, também ele uma lembrança dos velhos contos de fantasia. Jodhpur por seu turno, está banhada por um intenso azul que ressalta em todas as fachadas dos seus edifícios, uma imagem visual inovadora que culmina com a vista para o Mehranghar, um dos fortes mais importantes do país.

Veja também 10 opções inconvencionais para uma lua-de-mel inesquecível

Foto vía Shutterstock: akedesign

Lugares sagrados e templos

A religião tem um forte poder na India, havendo diferentes cultos ao longo de todo o país. De qualquer forma, o hinduísmo, com 80% de praticantes, é a doutrina com maior força, que motiva a existência de numerosos espaços onde é praticada.

Benares, por exemplo, é uma das sete cidades sagradas do hinduísmo. O Ganges, seus poderes e o entusiamo religioso primam como as principais características desta cidade de visita obrigatória, para quem tiver a mente e o coração abertos, dispostos a aprender mais sobre cultura ancestral. Um plano perfeito para a lua-de-mel!

Veja também Diga adeus aos presentes inúteis e diga olá à lua-de-mel dos seus sonhos!

Foto vía Shutterstock: silentwings

Já no sul do país, no Estado de Tami Nadu, é possível encontrar um festival de templos e locais de retiro espiritual, que se concentram em várias localidades cheias de história, cultos religiosos e uma atmosfera poderosa. É lá que se encontra Kanchipuram, outra das sete cidades sagradas do hinduísmo, que conserva mais de cem templos para os fiéis, que podem ser contemplados e admirados pelos seus turistas mais aventureiros e tolerantes.

Da mesma forma, Chennai alberga o templo Kapaleeswarar, com a sua torre de quarenta metros. Já Mahabalipuram alberga umas quantas dezenas de templos, enquanto Madurai nos presenteia com a extraordinária e fina arquitectura do templo de Minakshi; Trichy destaca-se pelo seu forte e Srirangam pelo seu templo fenomenal em honra a Visnú. Em Thanjavur estão os templos Brihadisvara, Gangaikonda Cholapuram e Airavatesvara; e em Chidambaram, o principal destino de turistas, o templo de Nataraja. Finalmente em Auronville poderá encontrar o templo Matri Mandir, que tem uma forma circular e é revestido por cristais dourados. Todos eles são maravilhas do mundo antigo que, para além de sobreviverem ao passar do tempo, nos enchem de histórias, sensações e prazeres visuais únicos.

Foto: Paulo Afonso

Tribos, tigres e muito mais

Na região de Madhya Pradesh, conhecida como o “Coração da India”, encontra-se a vertente mais selvagem e variada do país. Ali habita a maior população de tigres de Bengala do mundo, concretamente nos parques nacionais de Bandhavgarh e Kanha, no seio das selvas tropicais e florestas que inspiraram Rudyard Kipling a escrever O Livro da Selva.

Além disso, 22 milhões de pessoas constituem diferentes tribos, que recebem o nome de Adivasi. Nesta região encontram-se as mais numerosas, nomeadamete: andh y raghu, bagata, bhil, chenchu o chenchwar, gadabas, gond naikpod, rajgond, goudu, hill reddis, jatapus, kammara, kattunayakan, kondhs, nayaks, ronia, savaras, thoti, yenadis e yerukulas.

Neste território também há tempo para o deleite artístico, sendo imperdível visitar os templos de Khajuraho, redescobertos em 1838 e, que, curiosamente contêm cenas de sexo nos seus motivos arquitectónicos. Um autentico paradoxo…

Foto vía Shutterstock: Eduard Kyslynskyy

Kerala e Karnataka

No estado de Kerala, é obrigatório visitar a reserva natural de Periyar, a cidade portuária de Cochin e o templo de Guruvayoor, dedicado a Krishna. Perto deste último, em Punnathur Kotta, é possível ver elefantes no seu habitat natural. Aproveite também para dar um passeio de barco pelos canais e lagos da região, conhecidos como backwaters.

Já o estado de Karnataka, Mysore possui dois grandes atractivos para os seus visitantes: o palácio de estilo indoserraceno do marajá Amba Villas e o mercado Devaraja, especializado em incensos e flores. Por outro lado, o búfalo de Shiva é uma das grandes atracções de Chamundi. E, para terminar com as especialidades de Karnataka, Belur e Halebidu constituem dois destinos de interesse artístico e histórico de um valor impressionante.

Foto vía Shutterstock: f9photos

A Índia é um destino procurado pelos amantes da aventura, cultura e dos contrastes. Tudo o que aqui lhe descrevemos é só um aperitivo do que pode esperar: um universo de sensações, com o melhor do homem e da natureza. Uma lua-de-mel na India não é apenas uma simples lua-de-mel, mas uma autêntica travessia pelo desconhecido. Um presente para a vida muito especial!

Foto via Shutterstock: Taj Mahal, no rio de Ganges (Varnasi), Laxmi Narayancúpula de un minarete da mesquita Jama MasjidTaj Mahal, Hawa Mahal, maanhã em BaranésMylapore’s Kapaleeswarar, retrato de un tigre, backwaters de Kerala.
Gostou deste artigo? Partilhe

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação