AWE, por amor à arte

O Miguel Sevivas e o Raul Sousa sempre tiveram um fraquinho pela sétima arte e pelo mundo do audiovisual. Cresceram a deliciar-se com um pouco de tudo o que passa no grande ecrã e essa paixão inspirou-os, em 2012, a lançar um negócio de vídeo e fotografia, a AWE. Hoje, pouco menos de três anos depois, a equipa já cresceu e conta agora com um pouco da tão preciosa sensibilidade feminina. A Mariana Gomes juntou-se à dupla e transformou-a num trio. É ela quem assina as fotografias da AWE. Tudo para que você esteja sempre em primeiro plano!

AWE
Foto AWE

AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE

A Zankyou andava curiosa com o trabalho desta equipa tão jovem e já tão dinâmica desde que viu o vídeo do casamento da Francisca e do Diogo, o casal que ganhou o prémio do beijo de noivos mais romântico de 2014, lembra-se? E por isso rumou a norte, a Matosinhos, para os ficar a conhecer um bocadinho melhor.

AWE
Foto AWE

No princípio, foram as curtas-metragens. Assim se estrearam os fundadores da AWE. Depois chegaram a publicidade e a ficção. No entretanto, confirmou-se não só a aptidão para a coisa mas também o talento. Apesar do negócio ir “de vento em popa”, os seus três “actores” principais continuam a desenvolver a sua técnica em duas das melhores escolas profissionais portuguesas: o Raul e a Mariana no curso de Tecnologia da Comunicação da ESMAE e o Miguel no curso de Cinema e Audiovisual da ESAP. Porque o conhecimento não ocupa lugar e quanto mais aprenderem e trabalharem, melhor enquadramento podem dar à sua história de amor.

AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE

Do mundo da publicidade e ficção, herdaram muita da mestria que aplicam nas reportagens que fazem. Plano sobre plano, sabem como melhor contar a sua história, dando-lhe uma narrativa: um princípio, um meio, um fim (feliz, claro). O que os distingue? Não hesitam quando respondem: a flexibilidade e o esforço que fazem para personalizar cada filmagem. E acrescentam: «Procuramos sempre perceber o que cada casal pretende do nosso trabalho, assim como conhecer os seus gostos, as suas referências, até as suas ambições».

AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE

A emoção faz parte. Ninguém o nega. «É sempre um privilégio enorme testemunhar a felicidade». Se choram nos casamentos que filmam? Não confirmam nem desmentem! Mas desconfiamos que sabemos a resposta. Escondidos atrás das suas objectivas e das suas câmaras, podem sempre ocultar uma ou mais lágrimas silenciosas. E não seria isso natural? São dias intensos, discursos emotivos, momentos únicos.

AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE

Bem vistas as coisas, o processo é todo muito íntimo. Nos meses de preparação para o grande dia, a equipa da AWE e os casais que fotografam e filmam criam uma relação de cumplicidade e até de amizade. É, pelo menos assim, com carinho e até um pouco de saudosismo, que os casais que contaram com a AWE no dia do seu casamento, nos falam. Gabam-lhes o talento, o profissionalismo, a paciência. Conta-nos o Tiago Antunes, que o «Raúl e o Miguel formam uma excelente dupla. Tudo correu como se de uma amizade de longa data se tratasse, sem que nunca se perdesse o profissionalismo e rigor exigidos para o momento». E tantos são os que partilham desta opinião e os que não hesitariam em recomendar o serviço: «Não pensaria duas vezes em os contratar de novo para outro serviço de vídeo ou em recomendar a alguém», afirma Emanuel Fundo.

AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE

O Miguel, o Raul e a Mariana agradecem os elogios. E não escondem que obter o feedback dos noivos é a parte preferida. Mas falam também na responsabilidade que sentem: «sentimos uma responsabilidade enorme quando os clientes nos contratam com uma enorme confiança e expectativa». Felizmente, esse desafio que se lhes apresenta fá-los trabalhar mais, trabalhar melhor (e corresponder às expectativas).

AWE
Foto AWE
AWE
Foto AWE

Para filmar, preferem a natureza e os seus muitos locais bucólicos e isolados. «Gostamos de ambientes que dão a sensação de que aquelas duas pessoas são as únicas do mundo, só elas importam». Mas na escolha do local, quem tem a palavra final são sempre os noivos: «Gostamos que o casal se sinta à vontade no local escolhido, por isso pedirmos sugestões», contam. «Se o casal reconhecer o local, sentir-se-á mais à vontade para interagir entre si», acrescentam. É a essência do que une duas pessoas que querem capturar e imortalizar com as suas objetivas. Por isso, trabalham para que tudo se processe com a maior naturalidade possível. Num cenário ideal, isso exigiria algum tempo. Recomendam 6 meses para esboçar todo o projeto e executá-lo. Mas já trabalharam com prazos mais curtos e resultados excepcionais. Porque quem filma por gosto, não cansa.

AWE

12039667_1134932569852115_2962918740847965481_n

Telefone:  912 549 554

Reservas: awepictures@gmail.com

Site: www.awe.pt

Siga no Facebook

Contacte as empresas mencionadas na reportagem:

Gostou deste artigo? Partilhe

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação