Casar em Portugal em tempos de COVID-19: a bonita história de um amor não adiado

Casar em Portugal em tempos de COVID-19: a bonita história de um amor não adiado

Os protagonistas deste história não quiseram adiar o Sacramento do Matrimónio e disseram o "Sim" em plena pandemia. A festa fica para mais tarde!

Casar em Portugal em tempos de COVID-19: a bonita história de um amor não adiado
Foto: Bruno Garcez
  • Real Weddings
  • Msn
  • 2020
  • Porto

Hoje contamos-lhe uma bonita história que nos chegou pelas mãos do fotógrafo Bruno Garcez, tocando-nos no coração através da sua arte e do seu testemunho emotivo, ao revelar-nos que teve o privilégio de fazer parte de um “momento lindo, que nunca esquecerá”. Porque o amor, já o dissemos muitas vezes durante esta pandemia, não se cancela. E, na realidade, nem se adia. O que se adia é a festa, a possibilidade de oficializarmos um relacionamento e de o celebrarmos com aqueles que, também, mais amamos. Porque queremos o toque, o abraço, o beijo e o afeto, a alegria de podermos dançar, sorrir e de sermos felizes juntos, sem amarras.

Mas quem ama, e quem tem fé, pode não querer esperar. E querer receber, sem mais demoras, o Sacramento do Matrimónio, o apelo de Deus à íntima comunhão de vida e de amor entre eles, “de modo que já não são dois, mas uma só carne”. Um só ser.

Foi o que aconteceu com os protagonistas da história que lhe contamos hoje. Perante o cenário atual de pandemia, e na impossibilidade de celebrarem o seu casamento tal como haviam planeado, contactaram o fotógrafo para adiarem o evento para 2021. No entanto, demonstraram desde logo o desejo de manter a celebração religiosa, porque era muito especial para eles e não queriam esperar. “Aceitei de imediato e ajudei em tudo o que fosse possível para tornar este dia único”, contou-nos Bruno Garcez.

O casal pôs então “mãos à obra”: solicitou autorização ao Padre, que por sua vez pediu autorização aos responsáveis competentes de tal tarefa. E tudo aconteceu.

guardar
Foto: Bruno Garcez Photography
guardar
Foto: Bruno Garcez Photography
guardar
Foto: Bruno Garcez Photography

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

É verdade que a noiva não conseguiu o vestido de noiva que pretendia  a tempo da celebração, nem o noivo o seu fato, devido ao layoff do fornecedor. Mas nada os demoveu da suas intenções: optaram por comprar tudo online e recorreram a fornecedores de makeup, hairstylist, alianças e ramo da noiva para celebrarem o mais possível “dentro da normalidade”. Afinal, é o seu casamento. E o vestido e o fato inicial ficam para a festa do ano que vem!

guardar
Foto: Bruno Garcez Photography
guardar
Foto: Bruno Garcez Photography
guardar
Foto: Bruno Garcez Photography

O dia foi maravilhoso, “nem a chuva nos parou ou aborreceu os noivos”, partilha Bruno Garcez. O Padre foi metódico, como não poderia deixar de ser num momento destes, pelo que, para além das reservas e obrigações impostas, como o uso de máscara e o distanciamento social necessário, fez ainda mais algumas exigências, para garantir que tudo corresse efetivamente bem.

A família da noiva não podia estar presente, pois encontra-se no Brasil, pelo que Bruno Garcez e a sua equipa decidiram fazer streaming de todo o evento, para que todos pudessem acompanhar este bonito momento, ainda que fosse online. No final, todos adoraram a ideia e mostraram-se radiantes por poder, de alguma forma, participar na cerimónia. “Foi muito emotivo para eles e o nosso trabalho foi reconhecido por proporcionar condições que os fizeram viajar, sentindo-se, de facto, como se estivessem presentes“, revela-nos o profissional.

A cerimónia – que contou apenas com nove pessoas fisicamente presentes, incluindo os noivos – decorreu como qualquer outro casamento. E todos estavam igualmente felizes pelo momento, jubilando de alegria da mesma forma que fariam se estivessem a assistir a um casamento “normal”.

guardar
Foto: Bruno Garcez Photography

No final, os noivos assinaram os documentos no átrio da igreja, por ser um local mais arejado e, por isso, mais seguro, mas as tradicionais fotografias com os convidados foram tiradas, e também a saída dos noivos da igreja, com os devidos cuidados e distanciamento. No final, todos voltaram para as suas casas e continuaram os festejos através de uma videochamada. “E, nós, sentimos que fizemos um trabalho incrível e que será um marco dos tempos que vivemos”, regozija-se Bruno Garcez, acrescentando que “foi um momento lindo de poder viver e fazer parte, nunca o esquecerei”.

E nós também não. Porque de histórias de amor entendemos nós. E esta é uma bem bonita!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Bruno Garcez Photography Fotógrafos e vídeo