Em que mão devo colocar o anel de noivado e a aliança de casamento?

Desde o momento do noivado, altura em que é feito o pedido de casamento, que os anéis se tornaram símbolos da união dos dois enamorados, funcionando como uma promessa de que serão únicos um para o outro, até ao resto das suas vidas. O que muitos casais não sabem é que, ao longo dos anos, a tradição tem sido muito clara e específica em relação à mão e ao dedo correto para se usar o anel de noivado e a aliança de casamento. Mas será que é para segui-la à risca?

Foto: Pedro Filipe Fotografia

Por essa razão, se você ainda não sabe se a resposta a essa eterna dúvida, não se preocupe! Vamos esclarecer-lhe todas as suas preocupações e também explicar-lhe as tradições e histórias desses maravilhosos símbolos.

Passo 1. Por que razão se usa aliança e anel de noivado?

Este ponto pode ser respondido com outra pergunta: “desde quando começaram a ser usados os anéis de casamento e qual a sua origem?” A verdade é que estes já são símbolos de casamento desde os tempos antigos do Egito. Até meados do século XX, só as mulheres é que os usavam, porque eram um presente que o noivo lhes oferecia como símbolo da confiança que ele tinha nela. No fundo, também estes anéis eram um sinal de que a mulher era casada e que ninguém deveria cortejá-la. Foi só em meados do século passado que os anéis de casamento se tornaram numa tendência generalizada aos homens.

Aguiam Wedding Photography
Foto: Aguiam Wedding Photography

Para egípcios, a forma redonda das alianças simbolizava o amor, como um círculo, que não tinha começo nem fim e, como tal, representava o amor eterno e infinito. Desde então, apesar de algumas modificações e definições diferentes, essa tradição chegou aos nossos dias e tornou-se numa parte fundamental de qualquer casamento, representando a perfeita união do casal, e simbolizando o amor, o compromisso e a eterna fidelidade. Depois que os noivos prometem amor eterno, os anéis selam os votos e servem para lembrar essa promessa.

Convidamo-la a saber como escolher a pedra preciosa do anel de noivado em cinco passos.

Mémorelle - Photography&Video
Foto: Mémorelle – Photography&Video

Passo 2. Quando é que a igreja aceitou o uso de alianças?

Graças ao papa Nicolau I, as alianças começaram a fazer parte das cerimónias religiosas no século IX, após uma longa luta e superação de muitos obstáculos. Foi então decretada uma lei que ditava que, durante a cerimónia de casamento, o homem teria de dar à noiva uma aliança, como forma de declarar a honestidade da sua intenção ao casar com ela.

Não perca: Pedido de casamento: contemporâneo vs tradicional

Fine Art Studio Estudiodellas
Foto: Fine Art Studio Estudiodellas

Passo 3. Mão direita ou esquerda?

Por norma, o anel de noivado coloca-se na mão direita e a aliança de casamento na esquerda. Mas, nos dias de hoje, o casal já tem liberdade para fazer a sua escolha. Sabemos que muitos casais não seguem “tradições” e gostam de criar o seu próprio protocolo. Ou então, há noivos que apenas se sentem confortáveis usando anéis numa das mãos. Não há problema nenhum nisso.

No entanto, existem noivos “clássicos” que adoram seguir tradições. E há tradições que variam de acordo com o país. Apesar de em Portugal, a aliança ser usada na mão esquerda, há países que a colocam na direita. 

Existem ainda os noivos que preferem usar as alianças perto do coração, pendurando-as num fio ao pescoço. Mas as maneiras de se usar as alianças não se ficam por aqui, já que há ainda casais que optam por usá-las cada um em sua mão. Assim, quando estiverem de mãos dadas, os anéis entrelaçam-se. E você, como e onde gostaria de usar a sua?

Agora só lhe falta saber como pedir a mão da pessoa amada em casamento de acordo com o signo…. Dela.

SLcasamentos
Foto: SLcasamentos

Passo 4. Dedo anelar ou do meio?

Sempre no anelar! Se há algo em que todos os casais concordam, decidam usar a aliança na mão direita ou esquerda, é que a aliança e o anel de noivado ficam sempre no dedo anelar. Uma das principais razões, e talvez a mais poderosa, é que os romanos apontaram que este dedo estava conectado ao coração, através de uma veia chamada “veia do amor” ou “veia amoris”. Por essa razão, não havia um dedo mais especial para usar a aliança que simboliza a promessa de amor.

Conheça estes 4 truques para combinar anel de noivado e a aliança.

Foto: Pedro Filipe Fotografia

Passo 5. O anel de noivado é para continuar a usar depois do casamento?

Claro que sim, a diferença é que o anel de noivado move-se da mão esquerda para a direita, assim que a noiva dá o “sim”, para dar lugar à aliança. A partir do matrimónio, a mulher passa a ostentar dois símbolos do seu compromisso, união, amor e respeito pelo homem com quem decidiu passar o resto dos seus dias. É um símbolo a mais que o homem, mas, como já lhe dissemos, nada é obrigatório. Se a mulher decidir não usar nenhuma destas joias, não tem de o fazer. Isso pode acontecer em especial no que diz respeito ao anel de noivado, depois do casamento. Este muitas vezes só é usado em ocasiões especiais ou quando a (já) esposa quiser. Neste caso, a pressão social não é tão forte, como em relação à aliança.

Sabia que os anéis de noivado às cores são um sucesso?

Timoteo Mendes Fotografia
Foto: Timoteo Mendes Fotografia

Passo 6. O que acontece se eu casar no civil e depois na igreja?

Não há protocolo em relação aos anéis que os noivos devem passar a usar a partir do momento que se casam no civil e no religioso. Depende inteiramente do casal o que decidir. Há alguns casos em que os noivos decidem esperar pela cerimónia religiosa para começar a usar os anéis. Há outros em que a espera pode ser um tormento, então, os apaixonados decidem que, quando se casarem no civil, começarão a usar a aliança na mão direita (provisoriamente). Depois, quando se casarem no religioso, a passarão para a mão esquerda. Por isso, recomendamos que você converse com seu noivo e cheguem a um acordo quanto a isso.

Timoteo Mendes Timoteo Mendes Fotografia
Foto: Timoteo Mendes Fotografia

Quando falamos de protocolo, tradição e costumes, sempre concluímos da mesma maneira: todas e cada uma das decisões devem ser tomadas pelo casal, já que “a tradição já não é o que era” e a flexibilidade é a palavra de ordem.

Lembre-se que o casamento é um Grande dia para si e para o seu noivo, portanto, deve seguir os seus instintos, ideias e sonhos para que tudo seja tão mágico quanto desejou.

Antes de mais nada, saiba como escolher as alianças para o seu casamento. Depois, mantenha-as como novas.

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

Foto: Efeito Espontâneo
As 9 perguntas que deve colocar ao amor da sua vida
Antes de dizer o sim e comprometer-se com uma vida em comum com uma outra pessoa, é essencial saber se está pronta para dar esse passo. Veja aqui 9 questões que vai ter de colocar à sua cara-metade.
Foto: João de Medeiros
Devo adotar o apelido do meu marido quando casar?
Apesar de antigamente a tradição mandar as mulheres adotarem o nome do marido, esta prática tem vindo a mudar. A tendência actual é para que ambos os noivos mantenham os seus nomes de solteiros.
Truques para manter a sua aliança de casamento como nova
Truques para manter a sua aliança de casamento como nova
Dicas simples para manter a sua aliança de casamento intacta e em perfeitas condições para sempre, como a vossa história de amor.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação