Fotografia de casamento: amor, irreverência e emoção em cada imagem com The Storytellers

O seu casamento será um dos momentos mais representativos da sua vida, vão existir instantes que irremediavelmente não vai querer esquecer! Esse momento, em que vai estar de frente a jurar amor eterno à pessoa que, sem saber como, fará de si a mais feliz do mundo, será algo que deve conservar para sempre, sem importar o passar do tempo. The Storytellers é uma empresa de fotografia e vídeo de casamento do Porto dirigida por Bruno Costa, que sabe o valor que têm essas fotografias e, por isso, centra toda a sua atenção em criar memórias que ultrapassam as barreiras do espaço e do tempo.

“Quando ouvimos uma música, por vezes sentimos uma ligação emocional que não sabemos explicar. Somos apenas levados numa viagem de recordações e sensações, e muitas vezes, essa ligação perdura.” Bruno Costa.

The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers
The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers

Foi através destas palavras que se criou a The Storytellers, onde as fotografias e vídeos se criam inspirados nas relações humanas e motivam-se por uma força intrínseca. Procuram transmitir, de uma forma natural e com uma abordagem baseada na simplicidade, os momentos mais especiais da história de amor dos casais, que lhes dão o privilégio de a poderem contar. O Bruno conta-nos melhor como surgiu este maravilhoso projecto:

“Os The Storytellers surgiram muito recentemente. É ainda uma marca “bébé” como lhe costumo chamar, mas que conta com a experiência e profissionalismo de 10 anos a fotografar comercialmente. Quando iniciei o projecto, quis começar algo de raiz, que pudesse ser assente apenas num único conceito: “menos é mais”. Ao longo da minha vida até ao ponto actual, sempre fui influenciado pela música, estando envolvido com a mesma desde os meus primeiros anos. Primeiro com família de músicos, e mais tarde com bandas, e com um projecto que ainda mantenho, e me liga ao mundo alternativo e audiovisual.

O nome surgiu quando comecei a filmar, e nesse ponto moldou igualmente a forma como fotógrafo actualmente, deixando-me levar pela “obsessão” de construir narrativas, de transformar conceitos em bonitas imagens, e partilhar também parte da dimensão interior que vive deste lado. Porque acredito que a história de uma pessoa possa mudar a vida de alguém, mesmo que seja em pequenos pontos. Por muito que a sociedade nos convença, não somos números. Assim, todos nós temos algo para contar. Por vezes, basta só querermos ouvir.”

The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers
The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers
The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers

Que tipo de reportagem caracteriza o vosso trabalho? E como fazem a entrega dos trabalhos? 

Bruno Costa: Costumo dizer muitas vezes, que o nosso controlo sobre o dia é apenas de 10%. Os restantes 90% é algo que não controlamos. Podemos apenas antecipar os momentos, e aplicar a estética que nos influencia nos momentos espontâneos. O nosso estilo é marcado essencialmente pelo lado informal, documental, e sempre que possível, alternativo. Entregamos todo o material editado em formato digital, assim como, em suporte físico!

Desde o primeiro encontro, esta equipa formada por fotógrafos e videógrafos, que se caracterizam por um cariz informal e divertido, estabelece uma relação especial com os noivos. Gostam de ouvir a sua história, conhecê-los melhor, de forma a entender a melhor forma de iniciar um trabalho conjunto e reproduzir nas suas fotografias o verdadeiro amor que sentem de forma natural. 

Além da reportagem que ilustra o seu álbum de casamento, The Storytellers poderá realizar também o seu vídeo. Sugerem sempre a realização de uma sessão de solteiros, pois esta é a melhor oportunidade para conhecer melhor o casal e, desta forma, estar mais à vontade com as câmaras no seu grande dia!

O que mais vos agrada na reportagem de casamentos? 

Bruno Costa: Esta questão varia muito de casamento para casamento, e dependendo da especificidade de cada um. Por exemplo, se os noivos ficarem alojados no mesmo local, e se tivermos algum potencial em termos cénicos ou algum tipo de controlo sobre a direcção que pretendemos, esse seria um dos nossos momentos preferidos. Tento sempre pensar de uma forma versátil, onde podemos ter uma narrativa bonita tanto em fotografia, como para vídeo, especialmente por juntarmos momentos que antecedem o casamento. No entanto, a vertente documental é um traço muito forte nosso, e quando temos grupos muito divertidos, o cocktail ou aperitivo será também um dos momentos de eleição. Uma das partes onde nos divertimos muito é no nosso “Portrait Booth”.

E o que vos distingue da concorrência?

Bruno Costa: A distinção é uma questão muito subjectiva. Sei o o que me influencia e o que tento trazer para o projecto dos The Storytellers. Essencialmente, sou um inconformado com a standardização que existe neste mercado. Acho que da mesma forma que todos nós temos um personalidade única e singular, no mercado dos eventos deveria acontecer exactamente o mesmo. Por esse motivo, continuo a pensar e trabalhar de uma forma alternativa, procurando solução aos problemas com que nos debatemos habitualmente, para que possamos proporcionar aos nossos clientes uma boa experiência, que se traduz em imagens, seja em fotografia ou vídeo. Para que tal aconteça, faço sempre muita questão de querer conhecer as pessoas e passar horas a falar com as mesmas, de reunir sempre a equipa para criarmos momentos ou situações que possam privilegiar o trabalho final, por nunca encarar o dia do casamento sempre da mesma forma ou como mais um, por muitas vezes estar dividido entre fotografia e vídeo, e auxiliar qualquer um dos elementos dos The Storytellers, se vir momentos que possam ser interessantes/importantes em ambos os registos, partilhar cultura visual, mas sobretudo, por só parar quando temos o trabalho completo e estiver satisfeito com o mesmo. O problema é que sou um eterno insatisfeito, e por isso, esta motivação nunca desaparece, voltando sempre ao ponto inicial. – sorri. É neste ponto que é importante ter uma boa equipa, porque para além de óptimos profissionais, são igualmente pacientes. Mas como lhes digo muitas vezes, no dia em que este traço mudar, o meu envolvimento com o projecto deixará de fazer sentido, e os The Storytellers saem do mercado de casamentos.

The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers
The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers

Há alguma história que vos tenha emocionado particularmente desde que estão no mercado dos casamentos?

Bruno Costa: Houve uma situação que me emocionou, embora de forma indirecta. Durante a parte do jantar, estávamos a cobrir uma série de discursos de alguns familiares para os noivos. Recordo-me de olhar para um dos elementos da equipa, e vê-lo com as lágrimas nos olhos, acusando sensibilidade ao assunto em questão, onde se falava de amizade e perda. Poderia ser uma de muitas histórias a que todos nós já estamos habituados, mas na verdade, foi um momento bonito e que fiquei feliz por presenciar, porque me indica que trabalho com pessoas sensíveis, humanas, e que em muitos pontos, sentem as emoções que vivem do outro lado das objectivas. E o nosso trabalho deve ser sempre assente nesse pressuposto: sensibilidade.

The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers
The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers
The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers

Amor, irreverência e emoção são as palavras que prometem marcar presença em cada imagem que The Storytellers capte dos seus noivos!

Que dicas podem dar aos noivos para que posem melhor nas fotografias do seu casamento?

Bruno Costa: A palavra pose é algo que, por norma, assusta muitos clientes, e a qual referem negativamente na primeira reunião. Por isso, prefiro chamar “linhas-guia de expressão corporal”, para que de uma forma homogénea, consigam ter melhores imagens. Mas, para mim, esta é apenas a ponta do iceberg. O que na realidade faz com que o processo que funcione é a própria empatia do casal. E claro, encararem a sessão como um momento que devem usufruir, para terem, simplesmente, a melhor experiência possível. Tal e qual como na Psicologia, devemos conseguir desbloquear alguns mecanismos que se traduzem em insegurança. Esta é a minha formação académica, e que tanto revejo neste mundo, que vive de emoções e sentimentos. Dessa forma, a relação que temos é igualmente importante, para que o vínculo de confiança seja estabelecido. Para tal, muito contribuem todas as conversas triviais que temos ao longo da sessão, em que falamos de tudo e de nada. Pelo meio, fazemos algumas fotos. – sorri.

The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers
The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers

Quais os ingredientes de sucesso para uma boa reportagem de um casamento?

Bruno Costa: Acredito que a motivação é a roda que move o ser humano. Assim, diria que termos uma equipa motivada, desde o primeiro minuto, com uma óptima relação, e trabalharmos com clientes com os quais nos identificamos, tem tudo para dar certo. No entanto, a preparação é das partes mais importantes do nosso trabalho. A sessão que antecede o casamento, e que muitos encaram como sendo um cliché, tem um papel determinante no trabalho que desempenhamos no dia do casamento. Simplesmente, porque nesse ponto já não somos estranhos, e de uma forma muito natural, a relação que já existe faz com que não sejamos só fornecedores, mas sim uma peça importante a trabalhar pro-activamente naquele que será o último registo de um dos dias mais significativos da vida de alguém. Se não existir sessão antes, reuniões no nosso estúdio à volta de cafés e húngaros são um “must”.

The StorytellersSolicite informação sobre “The Storytellers”
The Storytellers

Qual a antecedência com que os noivos vos devem contactar?

Bruno Costa: Já fomos contactados no passado, com uma semana de antecedência. E foi incrível. – sorri. No entanto, recomendo sempre meio ano, se possível, uma vez que começamos a marcar casamentos de um ano para o outro. Mas se tivermos liberdade de agenda, qualquer data é viável, e todos os clientes bem-vindos. O único requisito é quererem efectivamente trabalhar com os The Sorytellers, porque se identificam com a nossa abordagem e relação. A estética é importante, mas não determinante. O que vale, é sermos reconhecidos como amigos. E com muito orgulho, afirmo que as situações de amizade precedem sempre os nossos trabalhos.

Está preparada para apaixonar-se pelo seu álbum de casamento? As suas fotografias conseguem transmitir os melhores efeitos do amor, por isso se continua à procura de uma equipa para o registo completo do seu casamento, não hesite em agendar uma reunião com estes profissionais e conhecer alguns dos seus trabalhos. Vai amar!

Contacto The Storytellers

E-mail: info@thestorytellers.pt | Site: www.thestorytellers.pt | Teléfono: +351 916 672 097

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Jóias de Sofia Tregeira | Foto: Rui Teixeira Wedding Photography
9 Sinais claros que lhe dizem quando o vestido de noiva não é o vestido certo para si! Anote!
Nem sempre é fácil saber quando temos em mãos o vestido certo, mas é mais fácil reconhecer se é o vestido errado. Hoje, a Zankyou vai ajudá-la a tomar essa decisão de uma forma mais segura.
Lojas e Ateliers de Vestidos de noiva no Porto: 8 dos melhores para criar o seu vestido de sonho!
Lojas e Ateliers de Vestidos de noiva no Porto: 8 dos melhores para criar o seu vestido de sonho!
Peça já a sua marcação, experimente e encontro o vestido dos seus sonhos!
<a href="http://cm.gy/7wsl" target="_blank"> Diamonds Events </a>
Mónica & Luaty: Um casamento com uma mensagem de muito amor
Mónica e Luaty de Almeida casaram-se numa cerimónia que celebrou um amor que nasceu espontaneamente através de uma rede social e que culminou na certeza de que querem estar juntos para toda a vida!

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa na Zankyou?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação