Dança dos noivos? Sim ou não? As leitoras respondem!

Sabia que muitos casais ignoram a “abertura do baile” no casamento? É verdade! Por isso, no âmbito da nossa rubrica #perguntadasemana lançámos esta questão nas nossas redes sociais e analisámos o que opinaram os nossos seguidores. Serão tradicionais? Preferem romper com as normas e saltar este momento ou optar pela originalidade total e tirar uma surpresa da manga para o substituir?

O baile continua a ser o rei

Não há muitas actividades que substituam o vosso momento estrela como marido e mulher. A primeira dança juntos e o vosso primeiro momento íntimo - apesar do exército de familiares, amigos e conhecidos que não tiram os olhos de cima de vocês – é um momento de grande conexão, vivida ao sabor de uma música espectacular que os noivos escolhem cuidadosamente para dar ritmo à união que acabam de selar.

Inspire-se em 3 ideias fenomenais para a vossa primeira dança. Dançamos?

Love Stories
Foto via Love Stories Weddings

Músicas com personalidade

Apesar do baile continuar a ter sucesso em quase todos os casamentos, a música que abre o mesmo não pode ser um tema qualquer do amplo repertório de temas que constam nas melhores playlists para casamentos. Segundo os followers das nossas redes sociais, esta música deve ser A MÚSICA, sem volta a dar, aquela que lançou as bases da relação que se construiu. Uma música única de cada casal, com um significado inteiramente vosso, tão perfeito ao ponto de todos os que vos rodeiam conseguirem captar a vossa ligação com ela. A comunhão da música e do amor tem esse poder.

Paper moons with Diana Nobre
Paper moons with Diana Nobre

Bailes espectaculares

Enquanto muitos continuam a optar por uma valsa e preferir seguir à risca as directrizes do baile do século XII, outros noivos querem aproveitar esse momento para demonstrar os seus dotes, criando uma coreografia digna do melhor cabaret! Pode ser ao som de qualquer música, pois nenhum género está excluído, e alguns dos amigos do casal também podem participar. O resultado é um número que irá deixar boquiabertas todas as pessoas que estiverem a assistir, completamente alucinadas pelos movimentos e pela música, impressionados com o trabalho investido.

Para ajudar na escolha das músicas para a vossa coreografia, veja quais são as melhores músicas de casamento para 2017: os temas que vão fazer sucesso!

It's all about...
It’s all about…

Sejam vocês mesmos

Vocês não têm de ser o John Travolta & Olivia Newton John. Até podem tentar com algumas aulas de dança, mas o importante é serem vocês mesmos, quer sejam excelentes bailarinos ou tenham pés de chumbo. Se ficam aterrorizados só de pensar em dançar mas gostavam de desfrutar esse momento, entreguem-se a ele como conseguirem e não se preocupem se dançam bem ou mal. Quem vos rodeia naquele momento está ali porque gosta de vocês, já vos conhecem e só querem ver-vos felizes.

João de Medeiros & Pamela Leite
Foto: João de Medeiros

Surpresas

Apesar da tradição do baile se ter mantido como uma relíquia, alguns dos nossos seguidores optaram pelo “não”, inclusivamente entre exclamações de indignação. A argumentação é clara: a ideia é surpreender e sair da norma. Bom para eles, apesar de não apresentarem alternativa… Mas se alguns noivos decidem ter uma festa sem nenhuma actividade que substitua o baile, outros preferem montar algo original.

Foto de Sonho
Foto: Foto de Sonho

E você? Vai querer abrir o baile no seu casamento? Ou prefere uma alternativa para o grande dia? Queremos saber o que pensa se não teve oportunidade para nos responder. Nós vamos ficar atentos!

Contacte as empresas mencionadas na reportagem:

Gostou deste artigo? Partilhe

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação