Vestidos de Noiva Italianos

Vestidos de noiva italianos

A Itália do legado Romano, do Vaticano, de Miguel Ângelo e de Da Vinci, das passadeiras de Milão e das pistas de Modena, tem um denominador comum: estilo! É claro que os vestidos de noiva italianos não são excepção…

Os estilistas italianos apostam em figurinos bastante elaborados, com especial atenção para os pormenores minuciosos e os acabamentos irrepreensíveis. Praticamente todos os vestidos contam com ricos bordados ou sumptuosos apliques, que valorizam os modelos, ao ponto de se assemelharem a uma peça de joalharia.

Domo Adami 2010

O corte típico de um vestido de noiva italiano evoca a sumptuosidade renascentista: basta recuarmos até às intermináveis festas do período áureo veneziano para termos uma ideia… O traço que sobressai mais é a fluidez, com linhas bem definidas mas suaves, a imprimir leveza ao resultado.

A zona do tronco é, invariavelmente, justa e decotada, enquanto que as saias podem alagar, para uma figura vaporosa, ou cair simplesmente, para uma silhueta mais longilínea.

Carlo Pignatelli 2010

Os tecidos preferidos dos estilistas italianos são a macia seda, a transparente organza e o volumoso tule. Já as cores dominantes são os dourados e os beges. Claro que há sempre lugar para o eterno branco, bem como abertura a alguns arrojos, como o vermelho e, inclusivamente, a grande tendência dos vestidos de noiva italianos: o preto!

Se lhe parece que a figura de uma deusa romana, como Atenas, ou de uma misteriosa dama veneziana, correspondem àquilo que idealiza para o seu casamento, então sugerimos que dê uma espreitadela à colecção de vestidos de noiva 2011 da Veste Couture : assinaturas como Carlo Pignatelli e Domo Adami são garantia de um vestido de noiva italiano de sonho.

E se é verdade que em Roma, há que ser-se romano, o que me diz de ser uma “noiva romana” fora de Roma? Faz a Itália parte do seu imaginário de um casamento perfeito? Conte-nos tudo!

Leia também os nossos artigos sobre Vestidos de Noiva Franceses e Vestidos de Noiva Brasileiros.

Dê-nos a sua opinião