5 coisas que mudam quando começamos a viver com outra pessoa

Quando o amor é o tema, tendemos a olhar para ele de uma forma romântica e romantizada. Mas por vezes dá jeito pensá-lo também de um modo prático e avaliar as questões logísticas que estão tantas vezes associadas a relacionamentos saudáveis. Casar com uma pessoa, aceitar dividir a vida com alguém, viver no mesmo espaço que outro individuo tem implicações directas nos seus hábitos e no seu dia-a-dia. Prepare-se para eles para não ser apanhada de surpresa e evite dissabores desnecessários. E porque a melhor preparação que pode ter passa pela tomada de consciência das coisas que vão mudar, a Zankyou diz-lhe hoje as 5 coisas que vão mesmo mudar a partir do momento em que começar a viver com a sua cara-metade.

Foto Love and Thanks
Love and Thanks
Foto Love and Thanks

1. As coisas vão sair do lugar a que está habituado a tê-las

É uma consequência directa da convivência. O seu espaço deixa de ser individual para passar a ser colectivo. Isso significa que na mesa de entrada onde costumava ter apenas as suas chaves e a correspondência vão passar a estar também as chaves dele, as luvas dele, as cartas dele, as revistas dele. Encontrar as coisas vai tornar-se mais complicado. E quem fala da mesa de apoio que tem no seu lobby de entrada, fala da sua mesa de cabeceira, do seu roupeiro, do seu armário de casa-de-banho. Partilhar uma casa também é partilhar estes pequenos espaços individuais.

Filipe Santos Fotografia
Foto Filipe Santos Fotografia

2. A sua cama já não é só sua

Tem o hábito de dormir atravessada na diagonal sobre a sua cama, de braços e pernas estendidos como lhe apetece, sem preocupações ou pudores? Talvez tenha de repensar a forma como dorme e de voltar a habituar o seu corpo a outras posições ou posturas. A primeira semana de convivência talvez seja complicada, mas com o tempo os hábitos ajustam-se. E também há vantagens nesta cedência de espaço: pés quentinhos todos os dias, mesmo nos dias mais frios de inverno.

Filipe Santos Fotografia
Foto Filipe Santos Fotografia

3. O comando da televisão também não!

E a menos que queira ter mais do que uma televisão na sua casa e passar todo o tempo numa divisão da casa diferente daquela em que a sua cara-metade está, comece já a preparar-se para fazer algumas cedências neste departamento.

Love and Thanks
Foto Love and Thanks

4. As visitas dos seus familiares e amigos já não podem ser tão espontâneas…

… e precisam de ser programadas! O seu espaço é agora dividido com outra pessoa. E a intimidade que você tem com a sua família e amigos não é mesma intimidade que a sua cara-metade terá. Os horários podem também não ser os mesmos e não convém que tenha convidados em casa numa altura em que a sua cara-metade precisa de estar também em casa a descansar, por exemplo. Vai precisar de implementar uma estratégia eficaz para gerir os seus convidados. A princípio pode custar-lhe restringir as visitas dos seus pais ou dizer aos seus amigos que não podem aparecer de surpresa sempre que quiserem, mas rapidamente vai começar a ver as vantagens nisto também.

AWE Pictures
Foto AWE Pictures

5. O valor das compras do dia-a-dia vai duplicar (no mínimo)

Repense a sua gestão semanal e diária do dinheiro. Se é verdade que a renda e as despesas passam a ser divididas por dois e portanto mais fáceis de gerir e de pagar; é igualmente verdade que as contas de supermercado tendem a duplicar (ou mais). Prepare-se para essa diferença e combine com a sua cara-metade uma estratégia para lidar com esta questão.

AWE Pictures
Foto AWE Pictures

Se tudo isto é um desafio? Pode ser, claro. Mas, em contrapartida, temos a certeza que a sua vida também se vai tornar mais feliz. E lembre-se sempre do que tem a seu favor: conhecimento é poder! Agora que já começou a consciencializar-se da mudança, pense como melhor tirar partido de tudo isto para que a sua relação siga o seu rumo para o tão esperado “felizes para sempre”.

Veja também 8 maus hábitos que tem de largar se decidirem “viver juntos”«Para quê casar se vivemos juntos há tanto tempo?» 5 motivos para tomar esta grande decisão! e Amar é fácil, o difícil é conviver com a pessoa que amamos: dicas para que a vossa vida depois do casamento seja um sucesso!

Contacte as empresas mencionadas na reportagem:

Gostou deste artigo? Partilhe

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação