It Girl: Chez Lili by Liliana Brandão

Hoje, estaremos à conversa com a nossa IT Girl, Liliana Brandão – atriz e escritora do blog Chez Lili, onde partilha com todas as suas seguidoras um pouco do seu dia-a-dia. Venha conhecê-la!

Conheça o blog Chez Lili
Lilila Brandão via Facebook Chez Lili

Para além de ser atriz também é a autora do blog Chez Lili. Como surgiu a ideia?

Eu sempre escrevi muito, sempre tive diários e blogs. Quando o Chez Lili nasceu, eu vivia em Londres e sentia a necessidade de ter um espaço onde pudesse escrever, em português, as experiências que ia vivendo na capital inglesa. O blog era muito experimental também. Decidi enriquecê-lo com vídeos que eu própria editava – vlogs – sobre momentos vários que gostava de documentar, sem grande formalidade. Fiz vlogs sobre a minha visita ao mercado das flores em Londres, situado na Columbia Road, sobre a minha primeira visita ao Sky Gardens que fica no top de um dos prédios mais altos da cidade, sobre a minha ida ao Cat Café para lanchar na companhia de treze gatos, fiz um vlog sobre as minhas saudades de Lisboa, sobre a preferência de um restaurante indiano na rua de Brick Lane.

Conheça o blog Chez Lili
Lilila Brandão via Facebook Chez Lili

Foi no blog que fui publicando outros vídeos que faziam parte de uma série online, inteiramente escrita e realizada por mim e pelo ator e realizador George Felner, onde exploramos comicamente vários temas da vida conjugal. O Chez Lili funciona não só como diário pessoal, mas como uma ótima ferramenta de organização e de divulgação do meu trabalho enquanto atriz. Volto muitas vezes atrás, para reler o post que marcou o meu regresso a Portugal, para desempenhar o papel de Sílvia na novela Jogo Duplo, para relembrar a alegria da apresentação da novela à imprensa, para reler as inquietações, os altos e baixos e outros pensamentos meus enquanto mulher e atriz, cheia de paixões e de sonhos por realizar.

No fundo, Chez Lili é a minha casa, uma casa de partilha de experiências e onde eu assino tudo o que escrevo a todos os níveis.

Conheça o blog Chez Lili
Chez Lili

Tem algum ritual de beleza? Que look de maquilhagem adota diariamente? Algum produto imprescindível?

Em relação à beleza, a minha maior preocupação é o meu bem-estar interior. Estou sempre vigilante em relação ao meu nível de stress, aos meus pensamentos negativos, aos meus medos, às minhas preocupações e ansiedades, pois sei que tudo isso cobra um valor muito elevado à nossa beleza exterior.

Depois naturalmente que tento respeitar o meu sono e o descanso.

Em relação à alimentação, tenho de admitir que sou um bom garfo e que adoro comer. Café, salgados e brigadeiros são os meus maiores pecados. Contudo, adoro sopas, frutas e legumes, peixe e também bebo muita água. Como vou ao ginásio com regularidade, o exercício físico acaba por ser o meu maior aliado. Gosto muito de caminhar, de correr, de andar de bicicleta e de nadar.

Conheça o blog Chez Lili
Chez Lili

Tenho, também, alguns rituais de limpeza e de hidratação da minha pele. Removo sempre a maquilhagem antes de dormir. Uso um gel de limpeza e um exfoliante, ambos com uma percentagem residual de ácido glicólico, que são muito funcionais para a minha pele, sobretudo quando a sinto mais oleosa e com mais borbulhas.

Sempre que tenho crises de acne uso um gel hidratante rico em ácido salicílico, assim como em ácido glicólico. Aplico este gel apenas à noite, pois o ácido glicólico aumenta a sensibilidade da pele ao sol.

Uso um sérum à base de óleos naturais, como o óleo de rosa mosqueta ou o óleo de argão e tento não esquecer de usar o protetor solar o ano inteiro, faça chuva ou faça sol.

Finalmente, em relação à maquilhagem uso diariamente uma maquilhagem leve e natural. Os meus produtos de eleição são: base, corrector, blush, hidratante de lábios, máscara de olhos, uma sombra metalizada para iluminar o canto interno do olho, lápis preto e um batom com um tom mais vivo, como o vermelho. Raramente saio à rua sem  um tom avermelhado nos lábios.

Conheça o blog Chez Lili
Chez Lili

Como definiria o seu estilo? Quais são as peças essenciais no seu armário?

O meu estilo é muito diverso. Vou ensaiando vários estilos em função das ocasiões e, sobretudo, em função do meu humor. Mas claramente que tenho uma preferência pelo estilo parisiense, sobretudo por ser elegante, descomplicado, simples e sem grandes exageros. Por isso, não faltam no meu armário camisas brancas acetinadas, umas boas calças de ganga, uma gabardine, sapatos rasos, ténis, uma camisola listrada e outra de gola alta, um casaco de pele, o clássico vestido preto e um bom blazer preto. Deixei o blazer para o fim porque comprei o meu há 8 anos e continua a ser a peça de maior destaque que mora no meu armário. Adoro-o. Gosto bastante de Jumpsuits também. O meu affair mais recente são blazers cruzados xadrez.

Para si, qual é a viagem ideal de lua-de-mel?

Teria que escolher entre uma ilha cliché: Bali, Maurício ou Seychelles. Pensei também na ilha de Margarita na Venezuela, que fica a quatro horas de Cumaná, a cidade onde nasci e da qual não tenho memórias nenhumas. Talvez fosse uma óptima oportunidade para realizar dois sonhos de uma só vez: a lua-de-mel e conhecer a cidade que me viu nascer. E a terceira lua-de-mel seria uma lua-de-mel de aventura com uma road trip pelos Estados Unidos.

Conheça o blog Chez Lili
Chez Lili

Qual é para si o outfit perfeito para o casamento de uma melhor amiga?

Um vestido ou um jumpsuit acetinado, delicado, discreto, num tom pastel, talvez verde pastel.

Que papel assume numa relação amorosa? 

Acho que já fui mais racional. Hoje sou mais romântica. Houve fases na minha vida em que me tornei fria e distante. Sofri as minhas desilusões e deixei que a minha esperança fosse ameaçada pelas relações e pelas desilusões dos outros. Hoje não deixo que as mágoas  comprometam o meu sorriso e o meu lado meigo. Fico sempre vigilante para não perder a alegria em relação ao amor e às relações. Não confundam esta atitude com ingenuidade. É apenas um desbloqueio e um aprender a desapegar-me e a perdoar tudo o que não funcionou, procurando outras soluções e outras histórias com mais  maturidade e optimismo. No fundo, a experiência tornou-me mais despachada no que toca a arrumar a casa depois de uma desilusão. Talvez aqui, curiosamente, há um lado mais prático e racional que me ajuda a recuperar o romantismo novamente. A aventura é essencial. Adoro conhecer casais que se divertem juntos, que para além dos gostos e das diferenças individuais, desafiam a previsibilidade  do quotidiano com pequenas surpresas e aventuras.

Conheça o blog Chez Lili
Chez Lili
Conheça o blog Chez Lili
Chez Lili

Qual é o ingrediente, do seu ponto de vista, que torna uma relação única?

Essa pergunta é um mistério. Fala-se da pele, do cheiro…  Não sabemos porque é que amamos aquela pessoa. Desse mistério parte o resto, parte uma combinação de ingredientes que têm na sua base o amor. Uma relação sem amor não se pode trabalhar. É uma relação que existe pela sua funcionalidade, seja ela económica, emocional, adaptativa, de sobrevivência até.

Além disso, o amor nas relações não pode ser só uma memória de tudo o que já passaram juntos, tem que ser o combustível para construções futuras, para a aventura que se avizinha.

Quando falo em ingredientes falo em diálogo, num equilíbrio em termos de temperamentos, falo na capacidade de ajustamento ao outro, num balanço entre momentos de fusão e de individualidade – sobretudo porque o amor também precisa de espaço – falo de uma boa gestão das relações com as famílias de origem, com amigos e com as exigências profissionais, falo também, de uma intimidade saudável e da partilha de um bom tédio juntos.

Conheça o blog Chez Lili
Chez Lili

Quick Questions:

A música da sua vida – A minha música de eleição será sempre o tema “Silence” dos Matt Pond PA

Namoro à distância – Sim ou Não? Sim. Cada vez mais temos que nos habituar e adaptar a essa realidade, sobretudo com a mobilidade exigida pelo mercado de trabalho. Mas temos de estar sempre atentos à nossa vontade de estar com o outro, de voltar a estar com outro, de matar a saudade. A distância não pode, de repente, ser vista como uma necessidade de estar longe do outro. Nessas circunstâncias, acho que o namoro já não funciona.

Um filme imperdívelHusbands and Wives e Manhattan do Woody Allen; IL Postino de Michael Radford e de Massimo Troisi

Naked Cake ou Glacê? – Tenho mesmo que escolher?

Stilettos ou rasos? – Rasos

Less is more ou More is More? – Less is always more.

Um livro inesquecível – The Great Gatsby;

The girl to watch in 2018 Greta Gerwig.

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação