O basalto negro que os abraça desde a origem de tudo nos Açores é a fonte de inspiração para as criações dos ourives. A rocha vulcânica, chão em que caminham e que nos liga do mar, enriquecida com ouro ou prata trabalhada, é enquadrada em bonitas e preciosas jóias feitas pela mão do criador Paulo do Vale.

As cores, brilhos e texturas do basalto conferem a estas peças um arrojo próprio das mais modernas criações formadas pelo mais laborioso talento. Ao mesmo tempo, a simplicidade do trabalho faz com que estas jóias contemporâneas possam ser usadas como um acessório ou complemento para o dia a dia.
Ao combinar este elemento natural, simples mas poderoso, e, acima de tudo, genuína e marcadamente Português, Paulo do Vale mostra através das criações artísticas um pouco do seu modo de ser e do seu pedaço de terra-mãe no meio do Atlântico.

Paulo do Vale formou-se no Porto em ourivesaria e é, por excelência, um ourives artesão, profissão que acumula com o cargo de avaliador e ensaiador oficial da Imprensa Nacional Casa da Moeda e de zelador do tesouro do Senhor Santo Cristo dos Milagres, um dos maiores tesouros devocionais da Europa.

Visite, reserve ou dê a sua opinião sobre Paulo do Vale e ganhe até 10000 €

Marque como visitado, reservado ou deixe a sua opinião para participar. Mais dados

Opiniões sobre Paulo do Vale

0 0 opiniões

Perguntas frequentes

Gama de preços do serviço
Preço médio
Qual é o vosso horário de expediente?
De Segunda a Sexta das 9.00 ás 18.30 Hora dos Açores
Quais são as condições de pagamento?
Dinheiro;sim Cheque;sim Transferência Bancária;sim cartão de Créditosim
Que tipo de jóias estão disponíveis?
Anéis de noivado, Alianças de casamento, Colares, Brincos, Pulseiras, Relógios, Botões de punho, Tiaras, Outros
Dispõe de atelier próprio para atendimento personalizado?
Atelier próprio
Dispõe de colecção própria ou trabalha com várias marcas?
Colecção própria
Que estilo de jóias é a sua especialidade?
116
Em que ano iniciaram esta actividade?
1950