Publicidade
Carla & Miguel: o "Era uma vez uma Nortenha e um Ribatejano" por Ideias Vintage Fotografia

Carla & Miguel: o "Era uma vez uma Nortenha e um Ribatejano" por Ideias Vintage Fotografia

"Distância não significa nada quando alguém significa tudo". Este casal é a prova disso! Venha conhecer a história de Carla & Miguel e testemunhe o seu dia do casamento.

  • Real Weddings
  • Portugal
  • Braga

Carla e Miguel, os protagonistas de “Era uma vez uma Nortenha e um Ribatejano”, narrado incrivelmente pela objectiva de Ideias Vintage Fotografia, são o epítome da famosa frase: Distância não significa nada quando alguém significa tudo. No passado dia 1 de Julho, o casal disse “Sim, aceito” num ambiente rústico, que ditou a sua personalidade e a sua dinâmica de casal.

guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia

Como se conheceram?

Publicidade

Conhecemo-nos na Covilhã, cidade onde a noiva (Carla) se encontrava a estudar. O noivo (Miguel) estudava em Lisboa e a dada altura foi à Covilhã ter com um amigo em comum, o David. Para a Carla era uma noite académica normal, mas para o Miguel, que levava o trabalho pronto de casa, ia com o propósito de conhecer a Carla (risos). A apresentação foi feita no Pelourinho da cidade, fomos fazer o roteiro do costume e a cumplicidade foi ganhando sentido…

guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia

Quanto tempo depois surgiu o pedido de casamento/quando decidiram casar? Como foi o pedido?

O pedido foi feito após 7 anos, faltavam 4 meses para completar os 8. O pedido de casamento foi feito na véspera da passagem de ano. Fomos a Guimarães, cidade natal da noiva. Estávamos os dois com gripe, mas o Miguel insistiu que fossemos jantar a um sítio especial. O sítio escolhido foi a Pousada Santa Marinha da Costa, um local com história e muito emblemático. O jantar decorreu com a maior normalidade. Ao sair, o edifício da Pousada, assim como a Igreja, estavam iluminados devido à época natalícia. Estava uma noite bastante fria, típica do Norte naquela altura. Com alguma persistência, fomos tirar a dita selfie com a Igreja como papel de fundo. Só que o papel de fundo tinha mais um objeto! Um anel! O pedido foi feito logo que vi o anel, mas só depois de 3 minutos de riso é que a noiva deu o gigante Sim! O pedido oficial aos pais deu-se nos minutos a seguir, em casa da noiva e como manda a tradição ribatejana.

guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia

Como descrevem a vossa história de amor?

Como um caminho improvável que foi feito junto. Somos de cidades diferentes, estudamos em cidades com 300km de distância, a probabilidade de nos cruzarmos era muito pequena.

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

De que forma correu a organização do casamento?

Muito simples. A organização deu-se em 6 meses. No primeiro mês foram tratados os pontos mais importantes como a quinta, os fotógrafos, o coro… e nos meses a seguir, os detalhes. O mais importante e o que facilitou este processo é que ambos queríamos ser nós a escolher todos os pormenores. Só nós é que sabíamos realmente o que nos definia melhor.

guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia

Qual a escolha mais difícil que tiveram de fazer durante a organização? E a escolha mais fácil? Porquê?

Não houve escolhas difíceis. Fomos bastante práticos. Ambos sabíamos desde início o que queríamos. Tivemos muita sorte com todas as nossas escolhas, desde a quinta, ao atelier que confecionou o vestido de noiva, à equipa de fotografia e imagem. Todos eles compreenderam o conceito do casamento e foram extremamente acessíveis.

Organizaram tudo sozinhos ou tiveram ajuda?

Tivemos ajuda da madrinha de casamento da Carla, a irmã. Como ela está em Guimarães, tudo o que era necessário fazer, prontificou-se sempre em ajudar e a reunir-se com alguns fornecedores. Foi um enorme apoio, pois tem ótimo bom gosto e estava em sintonia com o que era desejado. De resto, tivemos um enorme apoio das pessoas que selecionamos para a organização do casamento.

guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia

Optaram por algum tema no casamento? Qual?

Não tivemos um tema propriamente dito. Adoramos o campestre/rústico usado de uma forma subtil.

Onde foram buscar a inspiração?

A noiva é designer e desde muito cedo foi fácil imaginar cenários e ambientes. Usámos várias fontes de pesquisa desde o pinterest, a blogs… e acima de tudo ao nosso gosto pessoal.

guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage Fotografia
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia

Como foi o grande dia?

Foi Nosso! Quem nos conhece sabe do que falamos. Era uma vez uma Nortenha e um Ribatejano… A mistura perfeita para um casamento super descontraído e com muita alegria à mistura. As nossas famílias e amigos juntaram- se todos criando apenas uma família… Foi mágico!

Se pudessem, mudavam alguma coisa?

Nada.

Onde passaram a lua-de-mel? Recomendam? Que memórias criaram juntos?

Mexico, Riviera Maya

guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia
guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia

Que fornecedores contrataram? Recomendam?

O sucesso do nosso dia deveu-se muito às pessoas com quem trabalhámos. O espaço foi na Quinta Vila Verde, onde tivemos a Priscila como orientadora e que foi impecável desde o início ao fim. A decoração e o catering estiveram a cargo da própria quinta. O fotógrafo foi a Ideias Vintage, com quem tivemos uma empatia imediata, quase como se já nos conhecêssemos há imenso tempo. O vestido foi desenhado pela noiva com ajuda da Marta e da D. Lucília do atelier GUEST (Campo de Ourique, Lisboa). Os sapatos foram personalizados numa loja em Guimarães. Os brincos na conhecida ourivesaria Batista, também em Campo de Ourique. Cabeleireiro Feliciano Cabeleireiro, Makeup Paula Machado, por fim a florista do ramo e coroas para as cabeças é da Nenúfar em Guimarães. O fato do noivo foi Hugo Boss, Sapatos Armando Silva. Alianças Atelier Agostinho (ourives de Guimarães).

guardarIdeias Vintage FotografiaAgende uma reunião!
Ideias Vintage Fotografia

Fornecedores: 

Fotografia – Ideias Vintage Fotografia Espaço – Quinta Vila Verde | Vestido de noiva – GUEST | Cabeleireiro – Feliciano Cabeleireiro | Maquilhagem – Makeup Paula Machado | Fato de Noivo – Hugo Boss | Sapatos – Armando Silva | Alianças – Atelier Agostinho 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Ideias Vintage Fotografia Fotógrafos e vídeo
Publicidade

Comentários (1)

Dê-nos a sua opinião

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!