Morreu o físico Stephen Hawking e nós recordamos a sua incrível história de amor com Jane Wilde Hawking

A morte de Stephen Hawking aos 76 anos de idade é o assunto do dia. É um desaparecimento que pesa não só no mundo da ciência, como no mundo inteiro. O físico partiu esta madrugada, na sua casa em Cambridge, e inúmeras celebridades e a opinião pública em geral já expressaram a sua dor por esta grande perda.

Noticias y protagonistas
Stephen y Jane Wilde Hawking. Foto: Noticias y protagonistas

Stephen Hawking

Sendo um dos mais prestigiados nomes da ciência, Stephen Hawking destacou-se no campo da astrofísica, revolucionando os estudos sobre os buracos negros, nunca deixando de se indagar sobre a origem do Universo e dando-nos novas perspetivas sobre o tempo. Ao mesmo tempo desafiava os próprios limites da vida humana, com a sua incansável luta contra a esclerose lateral amiotrófica, diagnosticada quando tinha apenas 22 anos de vida. Na altura foi-lhe dito que teria apenas dois anos de vida, mas ele superou as piores expectativas, vivendo mais quase cinco décadas do que inicialmente lhe tinham predito.

A doença foi progredindo gradualmente e as suas habilidades motoras foram-se deteriorando até o ponto de conseguir mexer pouco mais do que um dedo e piscar os olhos, mas o físico driblou o diagnóstico pessimista e não ficou prostrado: com a ajuda de uma cadeira de rodas e comunicando através de um sintetizador de voz, viveu sem nunca prescindir de contribuir com a sua sabedoria para a comunidade científica e revelando algumas das grandes questões científicas da Século XX. Tudo isso motivado por um senso de humor único, que o tornou numa figura mediática que ficará na história pelo seu espírito de luta, extraordinária inteligência e uma brilhante contribuição científica. Uma das grandes mentes do século XX que deixa um legado incrível.

Cordon Press
Foto: Cordon Press

O amor como principal incentivo

Para além do seu sentido de humor, do espírito aventureiro que o levou a viajar pelo mundo apesar das suas limitações físicas e da sua partilha de conhecimento, há uma grande história da sua vida que nos diz diretamente respeito: a sua incrível história de amor com Jane Wilde Hawking, um episódio chave na sua vida que o público pode apreciar graças ao filme de 2014, A Teoria de Tudo, protagonizado por Eddie Redmayne e Felicity Jones.

Stephen e Jane Wilde Hawking conheceram-se na Universidade de Cambridge, onde ele estudava Física e ela Filologia Espanhola, tendo ambos acabado por se Doutorar em momento diferentes, ele em Física e ela em Poesia Medieval Espanhola.

Infelizmente, o início da relação foi precocemente assombrado pelo diagnóstico de Stephen, o que levou o físico a rejeitar Jane, para evitar submetê-la a uma vida cheia de contratempos. No entanto, Jane não se deixou vergar pela doença e, por amor, optou por se sacrificar e ficar ao lado do homem que o seu coração tinha escolhido, casando-se e dedicando-se completamente a ele.

Para isso, ela teve de convencer a família do físico que assumia a dificuldade de enfrentar uma vida com todas as vicissitudes que uma doença como a de Stephen iria seguramente despoletar. Por amor, Jane decidiu dedicar a sua vida inteiramente a cuidar de Stephen, que proporcionaria o sustento da sua família através do seu trabalho, enquanto ela cuidava de tudo o resto.

Stephen e Jane Wilde Hawking. Foto: Rebrn.com

Genialidade e sacrifício

Do casamento nasceram três filhos, apesar da doença de Stephen continuar a piorar. Durante essa altura, os pais de Stephen e os pais de Jane foram uma ajuda preciosa e constante. Jane explicou na sua autobiografia, Viagem ao Infinito, que o seu pai facilitou a entrada de Stephen na Universidade de Cambridge após terminar os seus estudos, algo que não é contado no filme.

Com o passar do tempo, no entanto, a situação complicou-se, com severos altos e baixos familares, especialmente a partir de 1985, quando Stephen foi afetado por um grave problema respiratório, que o colocou entre a vida e a morte durante muito tempo, exigindo ainda mais atenção.

Eddie Redmayne e Felicity Jones Foto do filme ‘A Teoria de Tudo’

Convidados inesperados

Foi durante aquele período que novas pessoas apareceram na vida dos dois. Por um lado, um exército de enfermeiras e cuidadores que tinham de tratar de Stephen durante  24 horas, convivendo com a família diariamente, ao mesmo tempo que se dedicavam a idolatrar o génio. Tal acabou por transformar o cientista numa pessoa arrogante, que acabou por “perder” e afastar a sua família. Simultaneamente, apareceu Jonathan Jones, um músico da igreja local, que começou a interessar-se romanticamenete por Jane Wilde e acabou por viver praticamente com o casal, com as crianças e as enfermeiras.

Tudo acabou por ficar fora de controle e a capacidade de luta de Jane começou a enfraquecer, sobretudo quando o marido começou, injustamente, a confrontá-la. O seu inquestionável sacrifício e dedicação pareceu empalidecer aos olhos do físico e, por fim, quando surgiu nas suas vidas a enfermeira Elaine Mason, Jane foi relegada para segundo plano. Stephen acabou por pedir o divórcio. E depois de tudo o que ela tinha feito pelo  físico, Jane sentiu-se terrivelmente ferida.

Stephen acabou por se casar em 1995 com Elaine Mason, enquanto Jane fez o mesmo com Jonathan Jones. No entanto, dez anos depois, o cientista acabou por se divorciar de Elaine Mason, pelos maus tratos que a enfermeira lhe infligia.

Cordon Press
Elaine Mason y Stephen Hawking. Foto: Cordon Press

Separações e encontros

Desde que A Teoria de Tudo estreou e com os lançamentos das autobiografias de Jane Wilde e do próprio Stephen Hawking, vieram à tona várias frustrações e verdades e suas consequentes atribulações. Mas no final, Jane e o físico acabaram por se aproximar, ao contrário de Elaine Mason, que se afastou. E até ao dia de sua morte, Jane Wilde manteve uma maravilhosa amizade com Stephen, que visitava regularmente..

Cordon Press
Felicity Jones, Eddie Redmayne. Stephen Hawking e Jane Wild. Foto: Cordon Press

A história de amor entre Stephen e Jane Wilde Hawking é única, quer pela forma como começou, quer pela sua posterior complexidade. A história de uma grande lutadora, que ajudou a seguir em frente outro grande lutador. Hoje, o génio abandonou-nos, mas toda a sua história, tanto ao nível científico como pessoal, continuará viva para sempre.

Talvez também lhe interesse:

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

Rui Teixeira Wedding Photography
8 ideias originais para transformarem a vossa relação normal, numa relação INCRÍVEL!
É hora de dizer basta! De enxotar a mesmice para lá e de voltarem a ser o casal tonto, perdidamente apaixonado de antes! Como? É fácil! Hoje, aqui, na Zankyou Magazine contamos-vos tudo!
Helder Couto Photographer
Zankyou & Hélder Couto numa incrível inspiração campestre
A esta aventura uniram-se também grande profissionais do mercado nupcial, que iremos apresentando um a um! Fique connosco e descubra este incrível editorial!
Efeito Espontâneo
Nádia & Marco: um encontro casual, uma bonita amizade e um casamento incrível!
Conheceram-se durante um jogo de futebol, onde começaram uma relação de amizade muito forte que fluiu mais tarde num amor verdadeiro e mágico.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação