Nadine e Gonçalo: uma história de amor imprevisível e equilibrada!

Consideram-se polos opostos mas talvez essa foi a razão para que surgisse a história de amor perfeita! Ele, o Gonçalo, a calma e a Nadine, a inquietude da relação, juntos formam um casal maravilhoso e hoje contamos o seu grande dia pela lente de Retractus! Fique connosco, descubra e inspire-se no dia mágico da Nadine e do Gonçalo, porque no amor, o mais importante é que ambos se completem e eles são a prova viva disso!

RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus

Como se conheceram?

Conhecemo-nos através de uma amiga em comum. Ainda estávamos a estudar na faculdade!

Quanto tempo depois surgiu o pedido de casamento? Como foi o pedido?

Já nos conhecíamos há alguns anos. Depois do início do namoro passaram 2 anos para que fosse feito o pedido.

Inesperado, mágico e inesquecível. Não estava nada a espera. E demorei a perceber que era um pedido real. Foi feito numa viagem que fizemos aos Estados Unidos. Tínhamos no roteiro passar por Las Vegas. Antes passámos uns dias pelo Grand Canyon e foi na Desert View que o Gonçalo se ajoelhou e me pediu em casamento. Estávamos com dois amigos nossos que gravaram o pedido e toda uma cena de descrença e cheia de risos, até perceber que era mesmo real. Como tínhamos falado de casar em Vegas a fingir, demorei um tempo até assumir que era real.

Como descrevem a vossa história de amor?

Imprevisível e equilibrada. Já nos conhecíamos há anos e nada indicava um possível namoro, quanto mais um casamento. Eramos amigos mas de certa forma tínhamos personalidades diferentes. O Gonçalo é uma pessoa extremamente calma e eu uma pessoa bastante inquieta e com um ritmo frenético. A diferença trouxe um equilíbrio engraçado ao namoro. Penso que as melhores histórias de amor são estas. Surgem quando menos se espera e terminam da melhor forma. Começou por uma boa amizade e evoluiu para o que somos hoje. Casados e felizes!

De que forma correu a organização do casamento?

Foi um desafio até porque estávamos em países diferentes. Não é uma tarefa fácil principalmente quando o casamento diz muito de nós e não é algo que as pessoas já tenham experiência. Sendo nós diferentes enquanto pessoas, tivemos que limar arestas. Essencialmente começava por eu começar a complicar e o Gonçalo a simplificar. Como sempre! O tal equilíbrio que temos enquanto namorados reflectiu-se na organização.

Acho que o mais importante é que os noivos se sintam confortáveis nas escolhas que fazem e que se revejam nelas. Numa organização, os noivos são postos à prova para tomarem centenas (sem exagero!) de pequenas decisões e outras maiores. No final, não há melhor teste a uma relação, do que sobreviver à organização de um casamento. É duro mas o resultado é muito reconfortante.

Qual a escolha mais difícil que tiveram de fazer durante a organização? E a escolha mais fácil? Porquê?

Diria que a mais difícil foi criar o vestido por todo o processo que isso implica de conceptualização, confecção, controlo do peso, entre outros. A mais fácil foi escolher a lua-de-mel! Os dois adoramos viagens!

Organizaram tudo sozinhos ou tiveram ajuda?

Fomos essencialmente nós. Contámos com a ajuda da família, madrinhas e padrinhos. Algo que é fundamental neste processo. A preparação de um casamento é um processo de conhecimento e como tal é um grande apoio ter por perto aqueles que nos são próximos.

Optaram por algum tema no casamento? Qual?

Não tínhamos tema. Tínhamos um conceito que queríamos que reflectisse o que nós somos enquanto pessoas. Dai termos tentado que fosse um misto de descontraído (pelo Gonçalo) com pormenores criativos (por mim).

RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus

Onde foram buscar a inspiração?

Uii! Tanto sítio! Blogs, revistas, Pinterest, centenas de pesquisas na internet. Hoje em dia, inspirações não faltam, o pior é decidir.

Como foi o grande dia?

Acho que todos os noivos dizem o mesmo. Mas dizemos com confiança e sem qualquer tipo de cliché que foi claramente um dos melhores dias das nossas vidas. Como tudo o que é bom é efémero passou a correr. Conseguimos aproveitar ao máximo e usufruir em pleno!

RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus

Retractus_004

RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus
RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus

Se pudessem, mudavam alguma coisa?

Sou perfeccionista por natureza mas acho que este momento foi o único que não mudava nada. Até os imprevistos acabaram por criar momentos engraçados.

RetractusSolicite informação sobre “Retractus”
Retractus

Onde passaram a lua-de- mel? Recomendam? Que memórias criaram juntos?

A lua de mel foi decidida antes do pedido. Sempre falamos que queríamos ir para a Nova Zelândia. Como decidimos casar no verão, não era boa altura para ir. Então optámos por fazer em 2 fases. Primeiro para aproveitar o melhor que o nosso país tem, fomos para os Açores. Claramente dos sítios mais românticos que Portugal tem! E agora, depois de ter toda uma casa organizada e montada vamos finalmente descansar para a Nova Zelândia.

Fornecedores do casamento:

Fotografia e vídeo – Retractus | Espaço – Quinta de São Payo | Wedding Planner – Nós | Vestido de noiva – Susana Agostinho | Flores e bouquet- Retractus | Maquilhagem e penteado – KAPA

Recomendam?

De modo geral recomendamos todos. Em especial recomendo tanto a Susana Agostinho como a Retractus! Foram incansáveis em todo o processo criativo. Algo muito complicado de gerir quando se é noiva!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Mais informação sobre

Comentários (1)

Dê-nos a sua opinião

AhHA! Photos
AhHa! Photos: Ana & Rui uma dupla de fotógrafos de casamento com uma essência única!
Descubra a AhHa Photos: Ana&Rui uma dupla de fotógrafos de casamento com uma essência única!
15 das melhores maquilhadoras para noivas em Lisboa
15 das melhores maquilhadoras para noivas em Lisboa
Solicite informação gráits e sem compromisso!
Marta Flores Make Up
Antes de casar: 6 cuidados básicos a ter com a sua pele!
Quer ter uma pele maravilhosa e esconder aquelas olheiras, uma ou outra ruga que tenha aparecido antes do tempo?!! Não perca estas 6 dicas da nossa grande profissional Marta Flores Make Up.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação