Ligia & Tiago: "Juntos somos perfeitamente imperfeitos"

Lígia e Tiago são “Romeu e Julieta” desta história de amor. Os protagonistas de um amor idílico, encantador e inspirador, repleto de paixão, cumplicidade e, acima de tudo, amizade! Tendo como narradores a equipa de Arte Magna, através desa história, somos teletransportados para um mundo, onde a elegância é uma constante, aliada a uma chama apaixonante que não deixa ninguém indiferente…

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

1. Como se conheceram?

Conhecemo-nos no secundário. No 11º ano, passamos a fazer parte da mesma turma e demo-nos desde logo muito bem. Fazíamos parte de  um grupo de amigos e estávamos sempre juntos mesmo depois das aulas. Quando não estávamos juntos, trocávamos mensagens o tempo todo. Nas ferias da Páscoa, o Tiago foi acampar com os amigos e voltou mais cedo para poder ir a uma festa de aniversário de uma amiga em comum. Nesse jantar, os amigos convenceram-no a ganhar coragem e pedir-me em namoro… Então ele tão lindo comprou-me duas rosinhas (uma vermelha e uma branca, as minhas preferidas) e muito nervosamente chamou-me à parte para me dizer que achava que já éramos mais do que amigos e que queria namorar comigo. Um pedido mesmo fofinho de adolescentes… Infelizmente não me convenceu e eu disse que não estava preparada para começar a namorar! Uma decisão que não durou muito, porque uns dias mais tarde na segunda-feira de Páscoa de 2006, começámos um namoro lindo que dura ate hoje…

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

2. Quanto tempo depois surgiu o pedido de casamento/quando decidiram casar? Como foi o pedido?

Passados 9 ano,  eu já estava a morar permanentemente no Reino Unido e o Tiago vivia dividido entre Portugal e Reino Unido enquanto acabava o curso. O último exame do Tiago foi numa terça-feira. Na quarta, foi com a Avó escolher um anel de noivado, comprou um voo só de ida para o Reino Unido e na quinta-feira quando cheguei a casa depois de um dia de trabalho lá estava ele…. Eu pensava que a grande emoção da noite foi tê-lo ali de surpresa, não podia imaginar o que ainda aí vinha! Depois de recuperar daquela emoção toda, jantámos como se fosse um dia normal e antes de ir dormir lá estava a caixinha na mão do Tiago… Dentro da caixinha do anel tinha areia da minha praia favorita que o Tiago tinha ido buscar de propósito no meio da noite anterior e lá no meio um anel.

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

Ele começou a usar as mesmas frases que tinha usado 9 anos antes quando me pediu em namoro, mas desta vez não conseguiu acabar porque a emoção foi demasiada para mim! Não estava a acreditar no que estava a acontecer, tive que me sentar no chão da cozinha para conseguir respirar, nem me lembro se ele conseguiu acabar o pedido ou se eu lhe respondi que sim! Foi o momento mais mágico e surreal que possam imaginar. Depois de recuperar de todas a emoções foi a altura de contar a toda a gente, eu tinha um sorriso tão grande que os amigos adivinharam imediatamente o que aí vinha…

3. Como descrevem a vossa história de amor?

A nossa história de amor começou como uma amizade e foi assim que se manteve. O Tiago é calmo e relaxado, e eu fervo rápido e sou uma fala barato e juntos somos perfeitamente imperfeitos. Duas pessoas que não podiam ser mais diferentes, nunca foram mais felizes do que juntas. A nossa história de amor foi fácil, começou quando tínhamos 16 anos e vai continuando com muitas gargalhadas à mistura!!

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

4. De que forma correu a organização do casamento?

Caos organizado é o que descreve o nosso processo de organização do casamento melhor! O pedido veio em Fevereiro, mas só em Setembro começámos a organizar alguma coisa…. Primeiro veio o local, sempre soubemos que queríamos casar na Quinta do Lago dos Cisnes, e foi a única quinta que visitámos, a decisão foi tomada imediatamente! Apaixonamo-nos pelo local assim que lá pusemos os pés! As dores de cabeça vieram depois… Normalmente a noiva tem as rédeas da organização do casamento, mas neste caso o Tiago tinha opinião sobre todos os detalhes! Desde as flores até ao bolo de casamento, tudo teve contribuições dos dois... Dividir para conquistar foi o nosso mote. O Tiago ficou encarregue de coisas tipo lua-de-mel, decoração da igreja, bolo… e eu procurei fotógrafos, videógrafos, coro e DJ!

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

A nossa política era simples: quando encontrávamos o que gostávamos, contratávamos o serviço! Meses antes do casamento quando fizemos a nossa sessão de namoro, com a Teresa e o Dado da Arte Magna, o Dado disse-nos que tínhamos sido o primeiro casal a marcar sem nem uma reunião no Skype e aí nos apercebemos que talvez não fossemos o típico casal! Claramente o nosso instinto era apurado porque eles foram magníficos e não podíamos ter ficado mais satisfeitos! O trabalho da Arte Magna foi tudo o que precisamos de ver no momento de os escolher. O mesmo valeu para todos os nossos colaboradores, deixamos o trabalho falar por todos eles!

5. Qual a escolha mais difícil que tiveram de fazer durante a organização? E a escolha mais fácil? Porquê?

Isto parece inventado, mas uma das escolhas mais difíceis de tomar foi qual o prato de peixe. Sendo Braga o coração do Minho a comida tradicional como a posta do bacalhau é um MUST dos casamentos! Mas nós gostamos muito do salmão, por isso tivemos que nos debater entre agradar as massas ou a nos próprios. No fim , optámos por ser um pouco egoístas e escolhemos o nosso preferido! Uma outra decisão bastante difícil para nós foi quanto à data do casamento. Como mencionei antes, desde logo soubemos onde queríamos casar. Foi a decisão mais fácil que tomamos, no entanto não contamos com a popularidade do local.

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

Quando fomos ver o Lago dos Cisnes ficamos convencidíssimos que aquele era o espaço ideal para o nosso dia, no entanto já não havia muita disponibilidade para o Verão de 2017. A véspera de São João pareceu extremamente apelativo, e depois do Natal é a minha celebração favorita! Essa data fazia todo o sentido para nós, mas… calhava numa sexta-feira. Nós sabíamos que já havia bastantes casamentos às sextas, mas quando começámos a disseminar a ideia entre as nossas famílias, um tanto ao quanto tradicionais vimos muitos narizes torcidos a ideia. No final seguimos o nosso instinto e marcamos o 23 de junho de 2017 e tudo correu lindamente!

6. Organizaram tudo sozinhos ou tiveram ajuda?

Sim, organizámos tudo entre nós próprios. Claro que com a ajuda muitas vezes não requisitada, mas inevitável dos familiares que adoram dar palpites. As minhas irmãs foram as pessoas que mais nos ajudaram na escolha dos detalhes e na organização. Na maioria fizemos tudo sozinhos.

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

7. Optaram por algum tema no casamento? Qual?

Não tivemos nenhum tema por assim dizer. O tema não oficial era casamento de jardim, com cores neutras a base de verde-água e rosa-claro e com muitas flores à mistura. Tudo muito simples. Uma tarde bem passada com os amigos e familiares mais próximos no jardim a beira rio foi sempre o nosso objetivo.

8. Onde foram buscar a inspiração?

A inspiração principal veio da Quinta do Lago dos Cisnes. Quando a fomos ver pela primeira vez, estava um dia maravilhoso de Verão e fomos invadidos por uma vontade de fazer um piquenique no jardim imediatamente. Desde logo a ideia de jardim, verde e flores foi uma constante. A partir desse momento a inspiração veio de blogues e websites de casamentos com temas semelhantes. Aos poucos fomos montando um cenário na nossa cabeça daquilo que queríamos, um pouco como um guião de filmes, e depois foi coordenar com os vários colaboradores. A decoração foi toda feita com flores e vasos. Eu estava fascinada com suculentas na altura e estas foram uma constante no casamento desde o meu ramo, boutonnière até ao bolo. Eu queria um vestido de noiva simples e elegante com um toque de romance por isso escolhi um corte de sereia com rendas, mas com as costas bem decotadas. No meu cabelo o tema foi o mesmo, o elegante e tradicional coque, mas puxado ao lado para um aspeto mais romântico com umas flores pequeninas brancas. O Tiago não queria o tradicional fato preto, por isso optou por um azul vibrante com um laço em vez de gravata, mais uma vez romantismo alinhado com elegância. E uns sapatos castanhos para grande desgosto da Avó que não concordava com a escolha… Até ver o resultado final e depois teve que se dar por vencida e concordar que ficava muito bem. O resultado final foi perfeito! Não podíamos ter ficado mais satisfeitos. Conseguimos ter um casamento simples e ao ainda assim romântico e íntimo. O feedback dos convidados foi muito positivo também.

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

9. Como foi o grande dia?

O grande dia foi mágico. Foi um tumulto de emoções para os dois claro, mas quase um ano depois as recordações que temos são maravilhosas. Às vezes ouvimos uma música que usamos no dia e recordamos com nostalgia o dia perfeito que tivemos. Estamos constantemente a brincar que queremos repetir a experiência todos os anos. Recordo me que na manhã seguinte, com umas três horas de sono porque não nos deitamos até as 8 da manha, o Tiago ainda tocado da festa só dizia “foi a festa do ano!” Não podemos dizer que não houve sobressaltos ou imprevistos, suponho que não haja festa sem tal, no entanto não pareceram ter qualquer importância na altura. A alegria de estar a celebrar o nosso amor um pelo outro em conjunto com as pessoas que nos são mais queridas é tanta que tudo o resto se torna pequeno e sem significância. Em retrospectiva temos uma certeza, o facto de termo-nos cercados de profissionais que gostam do que fazem e são absolutamente excepcionais fez toda a diferença. Todo e qualquer imprevisto que surgiu foi rapidamente resolvido sem grandes alaridos e com uma prontidão impressionante, até o simples Redbull que a Teresa me arranjou!

10.Se pudessem, mudavam alguma coisa?

Quando se olha para o passado a tendência é sempre pensar que poderíamos ter feito algo diferente. Suponho que nem o casamento não é exceçpão! Se casássemos hoje outra vez alguns pequenos pormenores teriam sido possivelmente diferentes. O meu maior arrependimento foi talvez ter deixado o meu véu para trás. Adoro o véu, mas sendo pouco prático ficou logo no hotel. Se fosse hoje teria feito o sacrifício de o usar um pouco mais, mais umas fotos pelo menos. Talvez também não tivéssemos dedicado tanto tempo com as fotos com os convidados! No final atrasamos bastante o restante dia.

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

11. Onde passaram a lua-de-mel? Recomendam? Que memórias criaram juntos?

Na nossa lua-de-mel fomos 3 dias para o Dubai e 8 dias para as Maldivas e recomendamos a 1000%. O Dubai é uma cidade fascinante, um choque entre a cultura muçulmana e o ocidente. Se não fosse pela areia e calor podíamos facilmente pensar que estávamos em Nova Iorque ou qualquer outra grande capital ocidental. O ponto alto do Dubai para mim foi o dia em que passamos no deserto. Começa por ser só areia (portanto um deserto, eu sei!) e depois avistam-se uns camelos a passear sozinhos e no fim acabamos num jipe a fazer rally para cima e para baixo nas dunas! Incrível mesmo! Depois veio o pôr-do-sol… Um churrasco tradicional no deserto com dança do ventre e cuspidores de fogo! Voltámos ao nosso hotel e ainda fomos ao banho de mar da meia-noite, a água tão quente que não se aguenta lá muito tempo. Ps: Ninguém nos informou das alforrecas e ocasional tubarão que lá nada!

Depois as Maldivas! As nossas queridas Maldivas! Não há como descrever a perfeição daquelas ilhas. Nós escolhemos um hotel com poucos quartos e um bom coral para snorkeling e não podíamos ter escolhido melhor. O nosso Hotel era o Veligandhu e se o objetivo e descansar, comer e beber e apreciar a natureza este e o sítio ideal!

Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna
Arte MagnaSolicite informação sobre “Arte Magna”
Créditos: Arte Magna

Ficamos numa vila d’água e acordávamos a ouvir o mar aos nossos pés. O snorkeling era fantástico, não há como descrever nadar lado a lado com tubarões, tartarugas e mantas. Simplesmente céu na terra. Só víamos outros casais na hora das refeições ou no bar, embora se desse a volta à ilha em 10 minutos. Os chinelos ficaram no quarto os 8 dias! À noite, depois de jantar, íamos até ao bar onde todas as noites ocorria uma atividade e depois caminhávamos até à nossa vila pela beira-mar rodeados de caranguejos e ao som das ondas. As memórias da nossa lua-de-mel são imensas, repletas de carinho e, como é óbvio connosco imprevistos e gargalhadas... Desde o Tiago a tentar apanhar tubarões e raias, eu a conduzir uma moto-quatro a 5km/ h no deserto com medo de bater (sim não havia lá nada era o deserto!). Damos por nós constantemente a sonhar acordados em lá voltar ou a namorar as fotos e vídeos que fizemos!

Fornecedores:

Fotógrafos: Arte Magna | Espaço: Quinta Lago dos Cisnes |  Videógrafos: Pixel | DJ: LSS Produções (Luís Santos) | Grupo Coral: LSS Produções| Florista: Flor.d.ló | Cabelo e Maquilhagem: Cinderela Bar de Beleza – Sofia Marino (Cabelo) e Alexandra Castro (Maquilhagem) | Decoração de Igreja: White Cerimony | Lembranças de Casamento: White Cerimony | Vestido da Noiva: Pronovias | Sapatos da Noiva: Dune (cerimonia) e TOMS (copo de agua) | Acessórios da Noiva: Oro Vivo (brincos), Pandora (pulseira), Pronovias (véu) | Fato do Noivo: Moss Tailor Made | Sapatos do Noivo: Aldo | Alianças: Mário Joalharia (Braga)

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Fotografia:: The Storytellers
Isabel & Pedro: a magia de um romance de Hollywood numa paixão da vida real
Serenatas, pedidos de joelhos e passeios à beira-mar... Assim é a paixão de Isabel e Pedro: um amor evidente e contagiante!
Make Up: Rute Calçada - Pigmento Make Up. Fotografia: FotoLux
Daniela & Ricardo: quando o country e a elegância se unem!
Num ambiente country extremamente elegante, Daniela e Ricardo trocaram o "Sim, aceito!" e viveram o dia que é para muitos digno de um verdadeiro conto de fadas.
No Men Photography
Trash-the-Dress de Sandra & Fábio: embarque nesta aventura com "amor à vista"!
Um trash-the-dress em ambiente aquático, realizado pela No Men Photography, que conta com Sandra e Fábio como protagonistas.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação