• Magazine
  • Real Weddings
Yuri & Wil: de Paris para Coimbra, para celebrar um amor que não conhece fronteiras, nacionalidades ou limitações

Yuri & Wil: de Paris para Coimbra, para celebrar um amor que não conhece fronteiras, nacionalidades ou limitações

Apaixone-se por este destination wedding por terras lusas, contado através de belas imagens, num perfeito resumo poético, romântico e repleto de momentos felizes!

Yuri & Wil: de Paris para Coimbra, para celebrar um amor que não conhece fronteiras, nacionalidades ou limitações
Foto: José D'Oliveira - Happiness Happens
  • Real Weddings
  • Coimbra

Portugal é cada vez mais um destino para casar. São muitos os noivos que, por todo o mundo, se apaixonam pelas nossas paisagens, pelo nosso sol, pelas nossas gentes e pela nossa reconhecida gastronomia. E porque somos tudo isto – e muito mais! – também os protagonistas da história que lhe trazemos hoje escolheram este nosso jardim à beira-mar plantado para darem o grande passo no caminho que traçaram a dois.

Apresentamos-lhe Yuri & Wil. Um bonito casal que prova que o amor não conhece fronteiras, não escolhe nacionalidades, nem tem limitações. Ela é japonesa, ele é francês. Conheceram-se, precisamente, na cidade que já foi palco de incontáveis demonstrações de amor. Paris. A cidade das promessas, do concretizar de sonhos, onde se criaram já tantas e tão belas recordações. Mas não foi em Paris que Yuri e Wil decidiram casar, mas sim aqui, neste nosso cantinho, que tanto tem para oferecer. De Paris para um Convento. Podia ser um título de um filme, mas foi apenas o caminho percorrido por estes dois noivos, da Cidade do Amor até ao Convento das Saldengas, onde vieram celebrar o seu dia. Um local com muita história, recordações e uma mística inebriante, cujo encanto ajudou a viver um sonho, aqui retratado pelas lentes de José D’Oliveira e o filho Martim D’Oliveira, que através da sua arte nos oferecem este testemunho poético e romântico de um dia muito feliz.

guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens

Prêt pour l’Amour

Prontos para o amor, sim. Ou, melhor, para o oficializarem e o celebrarem, rodeados pelos seus entes mais queridos. Assim acordaram Yuri & Wil para o dia, que muitos meses antes, decidiram que iria ser um dos mais importantes das suas vidas. Porque foi. Como o é para todos aqueles que decidem unir as suas vidas numa só. E enquanto se vestiam, preparando-se para se reencontrarem no altar, eram também invadidos por um mix de sentimentos que vagueiam sempre entre a ansiedade, a euforia, os nervos e, nalguns casos, até pela tranquilidade. Resumindo-se, afinal, à pura felicidade. 

guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens

A cerimónia

Yuri e Wil celebraram uma cerimónia civil no capela do convento das Sandelgas, unindo familiares e amigos numa celebração intimista. O ambiente, claro, era de grande emotividade, vivida quer pelos noivos, como por todos aqueles que os acompanhavam neste momento marcante do seu relacionamento e duas suas vidas. Não faltaram olhos molhados de alegria, sorrisos cúmplices e contentes, olhares derretidos e a sentida comoção tão própria de quem assiste ao enlace de quem nos é querido. Assim como a carga emotiva dos votos de casamento, que leva às lágrimas quem os profere, e quem os ouve, porque dizer a uma pessoa que a amamos, exprimir a verdadeira intensidade daquilo que sentimos é, ao mesmo tempo, uma das coisas mais difíceis e mais fáceis de fazer. Dizer «amo-te» é sincero, mas também parece pouco. E prometer que vamos respeitar, honrar e cuidar para sempre é apenas o começo de um novo trilho que, a dois, Yuri e Wil começavam, ali, a desbravar.

guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens

A alegria da festa

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Yuri e Wil conheceram-se através das artes marciais, que o noivo praticava em Paris. E claro que, no dia do seu casamento, não podiam faltar demonstrações de artes marciais típicas da cultura japonesa. Afinal, foi isso que os juntou e que os levou até ao dia em que festejaram o amor que dali nasceu, com todos os que lhes são mais queridos, num país que não é o deles, mas que os acolheu como se dele fizessem parte. E aqui foram felizes. Aqui conviveram. Conversaram. Riram. Comeram. Dançaram. Tiraram uns momentos a sós, de onde resultaram maravilhosas fotografias, que eternizam no tempo os sentimentos e os momentos perfeitos de uma expressão única de emoção e amor.  E viveram todos os momentos que fazem parte de um dia do casamento, inclusive quando a noiva prediz quem será a próxima das suas amigas solteiras a dizer o “Sim”, no momento em que atira o bouquet.

guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
Foto: José D’Oliveira – Happiness Happens

O dia terminou. De corações cheios. Com um lindo destination wedding por terras portugueses para sempre nas memórias de quem o viveu, eternizado num álbum repleto das mais belas fotografias. Imagens únicas e criativas, que, como diz o conhecido slogan, serão para “mais tarde recordar”. Com sorrisos esboçados pela alegria de poder reviver, através da perfeição da arte, o calor dos sentimentos experienciados naquele que foi o dia em que disseram “Sim” a uma vida ao lado da sua alma gémea.

Fornecedores

Fotografia: José D’Oliveira – Happiness Happens | Local: Convento das Sandelgas

 

 

 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Convento de Sandelgas Quintas casamentos