5 conselhos para que as fotos de grupo num casamento não sejam um fracasso

Aproxima-se o temido momento da sessão de fotos com os convidados. Dizemos temido, porque muitas vezes é desgastante e desconfortável. Para os noivos então nem se fala, já que esses têm de estar em todos os “shots”, sempre com um ar muito feliz e descontraído. Todos sabemos que nem sempre é fácil. Ou são as fotos que não saem bem e têm de ser repetidas, ou é o calor que aperta ou a chuva que não pára de bater…

Seja como for, este é um dia especial e você vai estar de facto radiante. Por isso, vai ver que será mais fácil do que imagina seguir estes conselhos para que as fotos em grupo não sejam um autêntico fracasso. Tome nota:

Renato Ribeiro PhotographyAgende uma reunião com Renato Ribeiro Photography
Renato Ribeiro Photography

1. Escolha o melhor lugar

Um dos factores mais importantes para o sucesso de uma foto é o cenário. Por isso, quando estiver à procura do espaço para celebrar o seu casamento, pense logo nas fotos que poderá lá tirar. Procure os melhores recantos, espaços recheados de beleza natural e salas bem decoradas e com boa luz. Depois, imagine-se a protagonizar uma sessão de fotografias em cada espaço da quinta. Se o que lhe vier à cabeça for positivo, já é meio caminho andado para conseguir umas fotos de sonho.

Para um casamento com uma belíssima envolvente natural, sugerimos a Quinta do Frade. Ali poderá encontrar uma área exterior totalmente ajardinada, ideal para realizar a sua sessão fotográfica. Compostos por diversas espécies de flores, plantas, árvores e um viçoso pinhal, os jardins da quinta serão com certeza um dos cartões de visita do seu evento.

Quinta do Frade
Quinta do Frade
Quinta do Frade

Mas se preferir, praia, o Set Lounge Beach Weddings, na Praia da Azurara, em Vila do Conde, é a sua opção nortenha. A aposta deste espaço passa por proporcionar aos seus noivos um casamento de sonho, num espaço diferente, com um ambiente mítico. Imagine as fotos… Misteriosas?!

Set Lounge Beach Weddings
Set Lounge Beach Weddings

Se pretender casar mais a sul, que tal na Fonte da Telha? No Kailua terá a oportunidade de usufruir de um casamento maravilhoso na praia, com o pôr-do-sol como pano de fundo. Preparado para fazer casamentos independentemente das condições meteorológicas, pois o espaço tem a possibilidade de se fechar e realizar casamentos até 150 pessoas, proporciona aos noivos a exclusividade, com um catering personalizado. O areal em frente pode ser reservado para a cerimónia, que se realiza num altar decorado na areia.

Kailua - Fonte da TelhaAgende uma reunião com Kailua - Fonte da Telha
Kailua – Fonte da Telha
Kailua - Fonte da TelhaAgende uma reunião com Kailua - Fonte da Telha
Kailua – Fonte da Telha

2. Estipular um cronograma e respeitá-lo

A maioria dos fotógrafos aconselha que as sessões de grupo não durem mais que 15 minutos. Quanto mais tempo tiver de fazer poses, mais desconfortável você e os seus convidados se sentirão. O melhor é evitar estas duas situações:

  • Tirar fotos à saída da igreja, porque será um desastre completo. Ninguém ouve o fotógrafo e surge sempre algum elemento inesperado nas fotos, como por exemplo a mão ou a perna de um convidado que não foi chamado para a sessão ou alguém a passar de raspão.
  • Tirar fotos quando iniciar o cocktail também pode ser prematuro. Isto porque, se alguém se atrasar, o mais certo é ficar de fora das fotos. Ou então, se a sua presença for imperativa para os noivos, os outros convidados vão ficar impacientes, porque a sessão de fotografias terá obrigatoriamente de se alongar e o cocktail nunca mais começa.

Um dos segredos para uma boa fotografia é a espontaneidade, diz a maioria dos profissionais de fotografia e vídeo. Alice Nunes Vicente confessou à Zankyou que “a pose natural e não forçada é sempre a que fica melhor“. Para tal, dá uma dica em especial à noivas: ajuda muito tentarmo-nos abstrair daquilo que está à nossa volta e concentrarmo-nos no nosso companheiro”.

Alice Nunes Vicente Photography Agende uma reunião com Alice Nunes Vicente Photography
Alice Nunes Vicente Photography
Alice Nunes Vicente Photography Agende uma reunião com Alice Nunes Vicente Photography
Alice Nunes Vicente Photography

3. Organize com antecedência os grupos que você deseja fotografar

Depois de ter desenhado o calendário das sessões de fotos, vem a segunda parte: escrever todos os grupos com os quais quer tirar fotografia. É essencial limitar o tamanho dos grupos a dez pessoas. Se fizer toda essa organização atempadamente, o seu fotógrafo terá muito mais tempo para organizar a reportagem, com todos os detalhes necessários. Assim, só estará a contribuir para um trabalho de sucesso.

O importante é que a câmara seja manejada por alguém especial, capaz de contar histórias, transformando-as em arte. Renato Ribeiro é o profissional indicado.

Tal como o próprio confessou à Zankyou, é um apaixonado pela vida e pelas pessoas, tendo por isso a sensibilidade necessária para captar os momentos mais bonitos e espontâneos. “Para mim a fotografia é muito mais que um mero registo de momentos, pretendo fazer arte e, através dela, contar histórias de amor”, diz, acrescentando que tenta ter um registo bastante cinematográfico. No estilo de foto-reportagem utiliza sem limites os pretos e brancos, os desfoques, os “cortes” e os efeitos vintage. “Mais que caras e expressões interessa-me captar sentimentos e emoções”, sublinha Renato.

Renato RibeiroAgende uma reunião com Renato Ribeiro Photography
Renato Ribeiro Photography
Renato Ribeiro Photography
Renato Ribeiro Photography Agende uma reunião com Renato Ribeiro Photography
Renato Ribeiro Photography

4. Dividir e delegar tarefas

Apesar de este ser o seu dia, não quer dizer que não peça ajuda a outras pessoas, sejam eles os seus melhores amigos ou um profissional de wedding planning ou, neste caso específico, o seu fotógrafo. Por exemplo, os seus amigos que a conhecem bem, podem ajudá-la  a elaborar um plano com os diversos grupos e a passá-los aos fotógrafos, para que eles saibam de antemão quem e como fotografar. Os seus fotógrafos, por sua vez, só têm de se munir de olho, câmara e ter muita acção para que as fotos fiquem um must.

Por exemplo, José D’Oliveira possui uma Canon de 1960 e uma Hasselblad de 1980 analógicas, que pontualmente usa para aquilo que dentro da sua profissão chama de “hobbie” – fazer as suas próprias revelações na câmara escura como nos velhos tempos. Não é por isso de estranhar que o seu trabalho respire qualidade. O resultado final é poético e romântico, com imagens únicas e criativas, proporcionando aos noivos um serviço distinto e personalizado.

O que acha das imagens abaixo? Não são prefeitos momento de emoção e amor?

José D'OliveiraAgende uma reunião com José D'Oliveira
José D’Oliveira
José D’Oliveira
José D’Oliveira

5. Resumindo: o que evitar?

A melhor altura para tirar as fotos é provavelmente durante o cocktail  (e não no início, recorde-se!) porque, enquanto comem e bebem, os seus convidados vão estar mais relaxado e dispostos a posar. Para que tudo corra bem, tome nota de algumas armadilhas que terá que evitar:

  • Um longo grupo de pessoas para serem fotografadas ao mesmo tempo. Isso é muito confuso, acabando por atrasar o trabalho do fotógrafo.
  • Delegar tarefas a pessoas que ninguém conhece. Isso causa estranheza nos seus convidados. E você, se não conhece o seu novo ajudante, pode ter uma surpresa desagradável.
  • Chamar os convidados a serem fotografados pelo o microfone: Pode parecer que está numa feira e não num evento elegante.
  • Colocar os convidados de frente para o sol. Se o fizer, corre o risco de não ver ninguém de olhos abertos.
  • Tirar fotografias muito perto ou longe do local do cocktail. Se for longe, os convidados terão de se deslocar e a sessão acabará por durar mais tempo. Se for muito perto, ou melhor, no local, corre o risco de levar uns empurrões e de estar sempre à procura do “buraquinho” ideal para fazer o clique. nestes casos, o melhor é que tenha a sorte de ter uns fotógrafos bastante descontraídos.

É o caso de Rute e Nuno, os dois sócios do atelier Charisma, que prometem um serviço profissional e elegante, ainda que a sua conduta in loco seja muito descontraída. Esta postura é própria de dois profissionais, já experientes, que sabem captar exactamente a alma dos noivos e convidados, exprimindo-a a cada shot. Apesar de o projecto Charisma ter surgido em 2013, os dois fotógrafos já fazem a felicidade dos noivos há dez anos (desde 2007). E a sua experiência é visível a cada sorriso eternizado, lágrima não disfarçada ou beijo roubado. Comprove!

Charisma
Charisma
Charisma

Com todas estas dicas, não há dúvida de que as suas fotos ficarão lindas e maravilhosas. Entretanto, aponte estas 9 dicas para conseguir as melhores fotografias de casamento do mundo.

E mais: Sabia que os fotógrafos até têm direito a carta de “amor”?

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

FarAway
8 erros que todas as noivas cometem quando tiram fotos de casamento. E os conselhos para os solucionar!
As fotografias são as melhores recordações que podemos guardar de um dia tão especial, por isso damos-lhe alguns conselhos para estar perfeita nas fotografias do seu casamento e evitar as falhas que as noivas costumam cometer.
Arteimagem
5 conselhos para uma sessão de fotos pré-nupcial fantástica
Saiba quais são os segredos para uma sessão pré-nupcial e guarde para sempre os seus últimos momentos de solteira com a sua cara-metade.
Marcolino
Alianças de casamento Porto: as 8 melhores marcas para si
Conheça as 8 melhores marcas de alianças no Porto: o melhor símbolo do seu amor, cumplicidade e paixão!

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação