Casamento de Harry & Meghan: os convites, o bolo (que não é de banana!) e o batizado

Casamento de Harry & Meghan: os convites, o bolo (que não é de banana!) e o batizado

Hoje damos-lhe mais alguns detalhes do grande evento que se aproxima e que tanta tinta faz correr por esse mundo fora.

  • Celebridades
  • Tapete vermelho
  • 2018
  • Reino Unido

Tanta coisa se diz, tanta coisa se escreve e tanto que está a acontecer. Afinal, já não falta muito para o grande evento do ano: o casamento do Príncipe Harry e Meghan Markle. Por isso, todos os dias os meios são invadidos por comentários a indumentárias, comparações entre a elegância das futuras cunhadas, palpites sobre eventuais procedimentos, notícias sobre cumplicidades e quebras de protocolo e, claro, muitas e muitas especulações. Mas o que lhe vamos agora contar não é especulação: é tudo oficial!

guardar
Foto via Instagram @kensingtonroyal

Os convites

O Palácio de Kensington revelou hoje que os convites para o grande evento já foram enviados. Quem os receber será convidado “para o serviço na Capela de São Jorge e para a receção no almoço em St. George’s Hall, que é oferecido por Sua Majestade, a Rainha. Mais tarde, naquela noite, cerca de 200 comensais são convidados para a receção na Frogmore House.”, explica o comunicado.

Para não fugir à tradição real, os convites foram impressos através de um processo único, com uma máquina de 1930 – Maude – sendo da responsabilidade da Barnard Westood, empresa que trabalha com a família real desde 1985. Em tons dourado e preto, e polidos para realçar o brilho, os convites foram feitos com papel britânico e tinta norte-americana, para fazer referência às nacionalidades dos noivos.

E agora o bolo, que afinal não é de banana!

Sendo o casamento do ano, não é de estranhar que surjam inúmeras especulações sobre o enlace do Príncipe Harry e Meghan Markle que acabam por se revelar… mentira. Há uns meses atrás, todos falavam que o bolo de casamento seria de banana, um sabor muito pouco tradicional para um evento real, mas que combinava com o casal que frequentemente ignora protocolos, para além de ser o fruto preferido do príncipe e, de alguma forma, teria um significado especial para esta bonita história de amor. Mas afinal, estavam todos enganados!

guardar
Foto via Instagram @kensingtonroyal

Sabe-se agora, através de comunicado oficial do Palácio de Kensington, que o bolo de casamento será aromatizado com limão e flor de sabugueiro – “para incorporar os sabores brilhantes da primavera” com cobertura de creme de manteiga (buttercream) e decoração de flores frescas. Para o confecionar os noivos escolheram a Chef de pastelaria Claire Ptak, proprietária da confeitaria londrina Violet Cakes.

“Claire Ptak, que cresceu na Califórnia, está focado na utilização de ingredientes sazonais e orgânicos nos seus bolos. Meghan Markle já a tinha entrevistado anteriormente para o seu antigo site de lifestyle ‘The Tig’. Os noivos estão ansiosos por poderem partilhar o bolo com os seus convidados no casamento, no Castelo de Windsor dia 19 de maio”, lê-se ainda no comunicado.

Claire, entretanto, já afirmou estar muito feliz por ter sido escolhida. “Não consigo descrever o quão feliz estou por ter sido escolhida para preparar o bolo do casamento do príncipe Harry e de Meghan Markle. Saber que partilham dos mesmos valores que eu no que diz respeito à origem, sustentabilidade, sazonalidade e, mais importante, ao sabor da comida, torna este evento o mais emocionante do qual já fiz parte.”

A futura mulher de Harry é uma grande fã dos bolos de Claire desde 2015.  Deixamos-lhe aqui alguns dos bolos da Chef que, certamente, conquistaram o casal. Será que também a vão conquistar a si?

View this post on Instagram

Rhubarb birthday girl 💕

A post shared by Violet By Claire Ptak (@violetcakeslondon) on

Por fim, o batizado!

As notícias do bolo e dos convites surgem pouco tempo depois de a futura mulher de Harry ter sido batizada e crismada, para se tornar membro da Igreja Anglicana. Optando pela discrição, a futura duquesa quis uma cerimónia privada, com apenas 18 convidados, realizada no dia 6 deste mês, na Capela Real, com água-benta do rio Jordão e oficializada por Justin Welby, arcebispo de Canterbury.

guardar
Foto via Instagram @kensingtonroyal

O arcebispo é amigo de Harry e, entretanto, Meghan já “criou uma forte relação com ele”, como revelou uma fonte próxima dos dois, até porque é também com ele que o casal tem tratado dos preparativos do casamento.

Após a cerimónia – que Welby afirmou ter sido “muito especial”, um momento “bonito, sincero e muito emocionante” e  “um grande privilégio” – os convidados foram para a Clarence House,  com o príncipe Carlos e com a duquesa da Cornualha, Camila, que também assistiram à cerimónia.

guardar
Foto via Instagram @people

De salientar que Meghan já era batizada na Igreja Protestante, estudou numa escola católica e é divorciada, mas não precisava de se converter à religião para se casar com o Príncipe Harry. A ex-atriz, no entanto, optou por se batizar, para honrar o importante papel da rainha de Inglaterra na Igreja Anglicana.

Talvez também lhe interesse:

Dê-nos a sua opinião

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!