Cerimónia Wicca: tudo o que precisa saber para ter um casamento recheado de significado

Cerimónia Wicca: tudo o que precisa saber para ter um casamento recheado de significado

São celebrações cheias de significado e cumplicidade que elevam a energia do casal a outro nível. E o regresso à natureza traz consigo o retorno de rituais mais antigos. Neste artigo, abordamos as características da cerimónia wicca, para um casamento em perfeita simbiose com a natureza.

  • Real Weddings
  • Recomendações
  • Ecológico
  • Intercultural

Cada vez mais vemos casamentos aos mais variados estilos e temas associados. Muitos casais começam a optar, tendencialmente, por cerimónias simbólicas, abdicando da tradicional cerimónia na igreja. São celebrações cheias de significado e cumplicidade que elevam a energia do casal a outro nível. E o regresso à natureza traz consigo o retorno de rituais mais antigos. Neste artigo, abordamos as características da cerimónia wicca, para que tenha um casamento em perfeita simbiose com a natureza.

guardar
Foto: João Almeida

A cerimónia wicca tem como objetivo proporcionar uma ligação espiritual com as divindades. Através da ligação ao meio ambiente, estabelece-se uma relação de harmonia com a natureza e os seus ritmos. O handfasting é uma cerimónia comum a diversas tradições neopagãs, como é o caso da tradição Celta ou Wicca. O handfasting está ligado ao conceito de “dar as mãos”, selando um compromisso a dois, que é exatamente o que acontece numa cerimónia de casamento.

guardar
Foto: Love Stories
guardar
Foto: Love Stories

Recheadas de simbologia e detalhes extraordinários, as cerimónias wicca prometem a atribuição de significados individuais e no seu conjunto. Isto significa que todos detalhes subjacentes à cerimónia, potenciam o simbolismo da mesma. Existem elementos característicos, como é o facto de a cerimónia ser celebrada no meio da natureza, com recurso à utilização de água, sal e incenso purificado. Inspirada?!

guardar
Foto: Love Stories

O altar onde se celebra o casamento deve ser decorado com velas de cores claras, preferencialmente brancas, um cálice de água, cristais, óleo de rosas, um prato de sal e terra, um sino de latão, vassouras, vinho, uma vara e um punhal ou espada. Sabemos que tudo isto parece um pouco estranho para quem nunca ouviu falar neste tipo de rituais, mas compreendendo o conceito, perceberá que cada elemento desempenha o seu papel na cerimónia, e a forma como são usados, determina o seu efeito na cerimónia. Intrigada?! Explicamos-lhe tudo!

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Todos os elementos devem ser visíveis durante a cerimónia e o espaço onde se vai celebrar o casamento deve ser cuidadosamente preparado antes da chegada dos noivos. Após uma limpeza energética ao local com as vassouras e com recurso a tambores, o sacerdote ou sacerdotisa faz um círculo mágico no chão com água e incenso, delimitando o local com o punhal, onde será celebrada a união dos noivos. São então invocados os elementos da natureza e os guardiões, bem como a presença dos Deuses. Depois sim, é tempo de reunir noivos e convidados para aquela que será a cerimónia mais simbólica das vossas vidas.

Os noivos entram de mãos dadas, vestidos de branco, e seguem por um caminho de flores. Mágico, não?! No final do caminho, nove mulheres devem estar prontas para receber o futuro casal, posicionando-se estrategicamente: quatro mulheres de cada lado e uma à frente. Os noivos são abençoados com pétalas de flores oferecidas por estas mulheres, como símbolo de proteção da união. De seguida, os noivos ficam separados no altar preparado para o efeito e apróximam-se à medida que o sacerdote retrata a sua história de amor, num clima romântico.

Porque não queremos que lhe falte nada e que esteja de acordo com o tema, sugerimos que se vista a rigor, usando um vestido de noiva com um corte fluido e simples, enriquecendo a silhueta com uma coroa de flores. Na filosofia wicca, o véu e a grinalda são vistos como submissão, pelo que são substituídos pelas flores.

guardar
Foto: Kabuki by Rita Amorim | Hugo Coelho Fotografia

No altar, duas mulheres devem estar posicionadas, uma segurando um cálice de vinho que representa a Deusa, enquanto a outra carrega o punhal, que representa Deus. O casal expressa então os seus votos de casamento e são unidos através de uma corda que se vai apertando à volta das suas mãos, simbolizando a sua união em comunhão com a natureza. Aqui, homem e mulher unem-se como iguais.

Na tradição wicca não se usam alianças, conceito que pode ser adaptado com a troca de das mesmas no final na cerimónia. Ao saírem do círculo mágico, os noivos saltam por cima da vassoura, para varrer para o passado a suas vidas de solteiros, e festejam então a sua união no copo-de-água.

guardar
Foto: Love Stories

Diz a a tradição que o casal deve viver em conjunto durante um ano, e se nesse tempo decidirem permanecer juntos, é feito outro ritual, após esse período, para o confirmar. As tradições pagãs acreditam que os seres devem ser livres e que o amor é apenas algo que os une, enquanto as duas pessoas o desejarem.

Agora que já sabe o significado de uma das cerimónias mais festivas, que marcam o início de uma vida a dois, está pronta para ter a natureza como testemunha?

Não deixe de ler:

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

João Almeida Fotógrafos e vídeo