10 maus hábitos que arruínam até o casamento mais sólido

Por mais inveja que outros casais lhe possam fazer de tão felizes e perfeitos que aparentam ser, a verdade é que até o casal mais extraordinário do mundo pode acabar divorciado.

135 milímetros
135 milímetros

Já todos o vimos acontecer. Duas pessoas fantásticas, cuja história de amor começa maravilhosamente bem, mas que algures pelo caminho – e apesar de aparentemente viverem num mundo cor-de-rosa – surpreendem a família e os amigos ao anunciarem que o seu casamento chegou ao fim.

 “O que aconteceu? Pareciam tão felizes!”

Apesar do quão feliz possa parecer o casal, a verdade é que escondia um ciclo interminável de infelicidade no seio do seu relacionado. E depois de o manterem em segredo por demasiado tempo, sentem que a separação é a única opção.

Este cenário não é nada invulgar. Muitos casais lutam para manter um relacionamento feliz, mas ainda assim não conseguem salvar o seu casamento.

Como aqui na Zankyou queremos que os casamentos sejam todos felizes, vamos deixar aqui um alerta, enunciando 10 maus hábitos que provavelmente muitos casais mantêm por demasiado tempo e que lentamente vão corroendo o amor e a comunicação que deveria existir entre os dois.

Pedro Sifredo Photographer
Pedro Sifredo Photographer

1. Não estar em sintonia com o parceiro. Muitos casais não estão de acordo sobre o que é mais importante para os dois, acreditando que se devem focar nos seus próprios sentimentos e objectivos.

2. Não satisfazer as necessidades de cada um. Cada pessoa tem necessidades únicas, que esperam que o seu parceiro preencha. Mas muitas vezes os casais falham ao não falarem sobre essas necessidades ou presumem que as necessidades do seu parceiro são as mesmas que as suas.

3. Deixar que a falta de conexão seja uma norma. Isto acontece quando os casais começam a dizer “Eu amo-te mas já não estou apaixonado por ti”.

4. Permitir que a intimidade diminua. O carinho, a comunicação e a ternura que partilhavam acaba por secar por falta de esforço, fazendo do casal meros companheiros de quarto.

5. Negligenciar o outro. Esquecer-se de cumprir promessas ou deixar de prestar atenção é um sinal de alerta. Nenhum de vocês tinha intenção de passar a ver outras coisas como mais importantes do que o cônjuge, mas acabam por o fazer.

A couple of films
A couple of films

6. Guardar ressentimento pelo outro. Ressentimento que não é discutido ou fica por resolver envenena o que antes era uma relação saudável. Um de vocês (ou os dois) pode pensar que não consegue ultrapassar o que quer que o outro lhe tenha feito.

7. Não lidar com o que nos invade a cabeça. Você sabe que as coisas não estão bem, mas é mais fácil não fazer nada e por isso evita enfrentar a verdade ou lidar com os problemas reais no seu casamento.

8. Criticar um ao outro e querer ter sempre razão. Quando andamos sempre à procura dos defeitos do outro, com muita facilidade passamos a vê-lo através dos mesmos. Passado algum tempo, queixar-se e criticar torna-se um hábito que compromete a sua vontade de comunicar e de interagir de forma compassiva e solidária. Também quando está mais focado em “estar certo” do que ter uma boa comunicação com a sua cara-metade, as tentativas de “falar sobre isso” normalmente tornam tudo pior…

9. Voltar a sua atenção (e carinho) para outro lugar. Quer seja através de um caso extra conjugal ou colocando toda a sua atenção nos miúdos, etc., a verdade é que começa a procurar atenção e carinho noutro lado. Depois de isso acontecer, torna-se bem mais fácil desistir…

10. Deixar o stress controlar as vossas vidas. A vida é agitada e muitos casais deixam que o stress se meta entre eles. E quando o stress assume o controlo cria fracturas que serão muito difíceis (se não impossíveis) de consertar.

Quanto mais tempo deixar estes assuntos por resolver, mais estes hábitos interferem e reduzem progressivamente o fluxo do amor e da comunicação na sua vida. E a cada dia que passa, mesmo para o casal mais feliz do mundo, o amor diminui e o stress acumula até chegar a um ponto de ruptura.

O que pode fazer quando o seu casamento parece irremediavelmente perdido?

Maquilh'arte Atelier | Créditos: Faraway
Maquilh’arte Atelier | Créditos: Faraway
  • Encontrar um pouco de perspectiva: foque-se no porquê de se ter apaixonado pelo seu parceiro e como você queria que fosse a vossa vida em conjunto. Melhor ainda, partilhe-o com ele, sem qualquer expectativa de que ele venha a fazer o mesmo.
  • Começar a reparar os danos: desculpe a sua parte em qualquer mal-entendido. Não comece a defender “porque fez ou não fez isto ou aquilo”. Ofereça uma simples e sentida desculpa, sem esperar uma desculpa da parte da sua cara-metade. Este gesto pode fazer maravilhas!
  • Ser corajosa o suficiente para dar o primeiro passo: esteja disposta a agir em primeiro lugar em vez de esperar que seu parceiro o faça. Claro que ninguém disse que isto é fácil de se fazer, sobretudo se sente que ele lhe deve alguma coisa. Mas faça-o simplesmente para salvar o seu casamento.
  • Parar com a “guerra”. Pare de fazer o que quer que seja que esteja a magoar o seu parceiro ou a danificar o vosso sentimento de conexão. Isto pode significar mostrar simplesmente um pouco mais de paciência, compaixão e amabilidade.

 

135 milímetros
135 milímetros

A felicidade e o sucesso de qualquer casamento reflecte-se nas “pequenas coisas” que faz (e não faz). Não deixe o seu casamento desmoronar como acontece com tantos outros casais. Comece hoje de novo! Escolha deixar o passado para trás e imagine um futuro mais brilhante!

 

Contacte as empresas mencionadas na reportagem:

Gostou deste artigo? Partilhe

Mais informação

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação