Como construir uma relação saudável e duradoura

A nossa primeira relação amorosa marca-nos para toda a vida porque nos mostra a imensa capacidade que temos de nos entregar a alguém sem questionar seja o que for. Com o passar do tempo, e das relações, vamos criando barreiras emocionais – e físicas – que dificultam essa entrega total e incondicional que uma vez conhecemos. No entanto, para construir uma relação que seja para nós um porto seguro, é necessário haver total entrega de ambas as partes.

Ricardo Meira
Ricardo Meira

O amor, mais do que um puro sentimento, é uma escolha. Uma escolha que temos de fazer diariamente, se queremos que a nossa relação funcione e tenha sucesso a longo prazo. Uma escolha que nos permite trabalhar em equipa com a outra pessoa, como parceiros, amantes e pais. Mas todos sabemos que a vida, assim como os sentimentos que a envolvem, não é linear – temos alturas boas e más, passamos por fases em que parece que não conhecemos a pessoa com quem partilhamos a nossa vida e, pior, rendemo-nos ao facto de que não haver como voltar ao que era. Mas é nesse momento de mudança que devemos procurar a lição. O que é que esta relação me está a ensinar neste momento? De que forma eu posso ser melhor, para mim e para o outro? E é aí que a magia acontece, porque nós só crescemos quando existe resistência, quando existe luta. São as adversidades que nos dão a oportunidade de nos conhecermos melhor e de, idealmente, saltar mais um degrau na grande escada das relações.

AhHA! Photos

Então, qual é a atitude que devemos ter perante a nossa relação e perante o outro? Que estratégias devemos desenvolver, para criar uma relação que seja para nós o lugar mais seguro do mundo?

Comuniquem de forma altruísta

A qualidade das nossas relações depende directamente da qualidade da nossa comunicação. Aquilo que dizemos deve ser claro e fiel a quem somos e devemos essa clareza à outra pessoa. Por esse motivo, quando comunicamos numa relação, devemos ter em conta que a outra pessoa tem a sua própria verdade e essência, que deve ser respeitada. Percebermos que todos comunicamos de acordo com a nossa verdade e que nada é totalmente errado ou certo é o primeiro passo para criarmos harmonia em qualquer relação.

Mostrem gratidão

Termos a sorte de ter alguém alinhado com os nossos valores e com quem queremos dividir a nossa vida é motivo suficiente para nos sentirmos gratos. A gratidão deve ser mostrada diariamente, seja através de palavras ou de acções, de forma à outra pessoa sentir que é valorizada e apreciada. Todos nós temos como maior necessidade a valorização do outro. Não devemos mostrar gratidão apenas quando a outra pessoa faz algo por nós, mas sim, e simplesmente, por essa pessoa existir e acrescentar valor e significado à nossa vida.

Pedro Filipe Fotografia
Pedro Filipe Fotografia

Apoiem os sonhos um do outro e façam deles os vossos sonhos também

Não quero com isto dizer que devem os dois trabalhar no mesmo objectivo profissional, mas o apoio mais importante é aquele que o nosso parceiro nos dá – mesmo que seja “só” apoio psicológico. Sentir que a outra pessoa vibra com as nossas conquistas conforta as nossas perdas e motiva-nos a nunca desistir, é essencial para lutarmos pelos nossos objectivos com muito mais motivação.

Dediquem tempo do vosso dia só para estarem juntos

A grande maioria de nós passa o dia todo no trabalho, sendo que nos resta pouco tempo do dia para tudo o resto. No entanto, é importante que a outra pessoa sinta que, no meio de um dia atarefado, conseguimos dedicar-lhe a nossa total atenção durante algum tempo. Isto pode ser através de um telefonema, um jantar (fora ou em casa), uma caminhada na praia… desde que sejam só vocês os dois, sem nenhuma interferência. Momentos diários destes fazem com que nos sintamos sempre conectados com o nosso parceiro, evitando aquela sensação de distanciamento.

Faraway
Faraway

Respeitem as vossas diferenças e usem-nas como ferramentas de crescimento

Vamos ser honestos… Por muitas coisas que tenhamos em comum com o nosso parceiro, haverá sempre aquelas diferenças que nos causam alguma instabilidade e que podem até causar distúrbios na relação. O importante é perceber que nós também temos algumas características que desagradam a outra pessoa, e isso não tem nada de errado! Pelo contrário, é uma oportunidade de nos tornarmos mais flexíveis e habituarmo-nos a ver as coisas de ângulos diferentes. Percam mais tempo a salientar o que têm em comum, e celebrem as vossas diferenças como uma oportunidade de se desenvolverem e crescerem como casal.

Toquem-se

É verdade que o toque não é tão valorizado por todos – há quem apenas valorize a comunicação. Mas está mais que provado que nós, como seres humanos, necessitamos do toque do outro para nos sentirmos vivos a para vivermos mais. Um simples toque é capaz de activar a produção de hormonas no nosso corpo, que nos dão a sensação de felicidade, calma e segurança. Além disso, o toque automaticamente cria uma ligação entre duas pessoas. Por isso, criem o hábito de se tocarem sempre que poderem!

Não levem a vida demasiado a sério, procurem sempre ver as coisas pelo lado positivo e encontrem humor e prazer nas pequenas coisas do dia-a-dia

Se, neste momento, olhares para trás, para o teu passado, provavelmente irás lembrar-te de mais momentos felizes do que tristes. Faz com que a tua relação seja um acumular de bons momentos, mesmo quando nem tudo parece bem, porque são as gargalhadas que vão dar juntos que realmente contam.

Diana Nobre Fotografia
Diana Nobre Fotografia

Essencialmente, uma relação segura é aquele que é vivida por duas pessoas que são felizes e completas individualmente. Por isso, e por muito cliché que pareça, antes de quereres ter a relação ideal, trabalha em ti e procura tu mesma ser a tua pessoa ideal. Quando sentires que tens em ti tudo aquilo que precisas para seres feliz, e a pessoa com quem estás também, a vossa relação será de acrescento e não de dependência. É importante percebermos que a relva do vizinho não é melhor que a nossa; a melhor relva é aquela que recebe mais cuidado, mais água e mais luz, e pode muito bem ser a nossa, se quisermos. Uma boa relação requer tempo, requer esforço e dedicação. Tem de ser cultivada por ambas as partes, e é um processo sem fim que nos ensina tudo o que precisamos de saber sobre a nossa essência como seres humanos.

Joana Moreira 

Facebook Joana Moreira

Instagram Joana Moreira

Youtube Joana Moreira

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Foto: Por Magia - Photography
Como cuidar da auto-estima em casal: 7 passos para o conseguir
A melhor forma de amar alguém é começar por se amar a si próprio. Desta forma poderá ajudar a sua cara-metade a fortalecer a sua auto-estima e garantir que nada vos debilite
Foto: José D'Oliveira - Happiness Happens
5 características de qualquer relação que fazem prever um casamento feliz: venham conhecê-las!
O casamento, em determinados momentos, pode parecer um tanto ou quanto ameaçador... Por isso hoje trazemos-lhe as 5 características de qualquer relação que fazem prever um casamento feliz! Venha conhecê-las!
Hélder Couto Photography
Quão importante é a independência numa relação? Os psicólogos partilham consigo!
Beatriz Valera abre-nos os olhos com um dos temas mais controversos de uma relação. E você? Considera-se dependente do seu parceiro/parceira?

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação