Meghan Markle não é a primeira: sabia que já outras americanas casaram com a realeza?

Meghan Markle não é a primeira: sabia que já outras americanas casaram com a realeza?

Hoje decidimos ir buscar as histórias que uniram mulheres norte-americanas sem linhagem real com importantes membros da realeza

  • Celebridades
  • Preto e branco
  • Romântico
  • Tapete vermelho

Há amores que emergem de mundos diferentes, fazendo da relação uma batalha e o casamento uma conquista. Com o anúncio do noivado do Príncipe Harry com a actriz Meghan Markle, decidimos ir buscar as histórias nascidas de grandes aventuras desta natureza, que uniram mulheres sem linhagem real com importantes membros da realeza. Mais concretamente, várias mulheres americanas, algumas vinculadas ao mundo do espectáculo, que conquistaram os corações da nobreza no Velho Continente. Tem ideia de algum destes casos?

guardar
Rita Hayworth

Alice Heine (Alice do Mónaco)

Principado do Mónaco sempre foi uma fonte inesgotável de escândalos e polémicas, muitas vezes relacionados com o amor. O primeiro de todos eles foi Alice Heine, que conheceu Alberto I do Mónaco na nossa ilha da Madeira. Ambos tinham filhos de anteriores matrimónios, sendo que ela estava viúva há já quase 10 anos e ele tinha acabado de sair de um casamento anulado.

A paixão à primeira vista, no entanto, não trouxe felicidade imediata ao casal. Com efeito, os dois só puderam viver o seu amor quando Carlos III do Mónaco, rei do Principado e pai de Alberto – que se negava aceitar o casamento entre eles – morreu, tendo deixado o reinado nas mãos do seu filho. A partir de então, Alice Heine tornou-se Alice do Mónaco.

guardarCordon Press
Foto: Cordon Press

Nancy Stewart (Princesa Anastásia da Grécia e Dinamarca)

Nancy Stewart Worthington Leeds, uma jovem americana originária de Cleveland, nasceu em berço de ouro, graças à importância do seu pai, o empresário William Charles Stewart. Por isso, e tal como a maioria dos jovens que nascem em famílias abastadas, tornou-se rapidamente uma socialite

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

A sua vida, no entanto, foi tudo menos tranquila: um primeiro casamento fracassado após quatro anos de união e um segundo casamento marcado pela infeliz morte do seu marido. Após estas desventuras, Nancy herdou uma imensa fortuna e decidiu mudar-se para a Europa para poder desfrutar de luxos infinitos.

Foi então que esta viúva rica conheceu Cristóvão da Grécia e da Dinamarca, do qual ficou noivo, apesar de ter de esperar seis anos para subir ao altar, por causa da Primeira Grande Guerra Mundial, anos em que foram trabalhados os detalhes legais que implicam um príncipe casar-se com uma plebeia viúva e divorciada. Com 47 primaveras, Nancy Stewart tornou-se então Sua Alteza Real, a princesa Anastásia da Grécia e Dinamarca, gerando uma grande polémica pelos 10 anos que tinha de diferença do seu marido.

guardar
Sua Alteza Real, a princesa Anastásia da Grécia e Dinamarca
guardar
Cristóvão da Grécia e da Dinamarca e Sua Alteza Real, a princesa Anastásia da Grécia e Dinamarca | Foto: Wikipedia

Rita Hayworth

O primeiro nome de uma actriz de Hollywood desta lista é o de Rita Hayworthuma das grandes estrelas do cinema americano, que também se destacou pelas suas relações pessoais. Entre elas, o seu primeiro casamento com Edward Judson e o segundo com o revolucionário Orson Welles.

Com semelhante historial, em 1949 contraiu matrimónio com o príncipe Aly Salman Aga Khan, filho do Sultão Mahommed Shah (Aga Khan III), que desempenhou o papel de embaixador do Paquistão nas Nações Unidas. A actriz divorciou-se passado quatro  anos, para regressar à América com uma filha.

guardarCordon Press
Foto: Cordon Press

Wallis Simpson (duquesa de Windsor)

Das relações desta natureza, esta foi a que mais fez estremecer a sociedade de então. Quando Eduardo VIII do Reino Unido herdou o trono, nem a realeza nem os altos cargos do País aprovavam o matrimónio que o Rei pretendia levar a cabo com Wallis Simpson, sua amante enquanto esta ainda estava casada com seu segundo marido. Por isso, Eduardo VIII acabou por abdicar do trono, com um discurso que se tornou célebre: “É impossível carregar esta enorme responsabilidade e desempenhar como queria as minhas obrigações como Rei se não puder contar com a ajuda e o apoio da mulher que amo”.

Seis meses depois, o príncipe, já como duque de Windsor, casou então com a sua amada Wallis Simpson no Château de Candé (Monts, França), vivendo longe de Inglaterra pelo mau estar que o casamento tinha causado na sociedade inglesa. Ela acabou por se tornar formalmente a Duquesa de Windsor, sem o título “Sua Alteza Real”. Wallis, mas sim “Sua Graça”.

Esta abdicação propiciou a entronização de Jorge VI, cuja filha, a actual Rainha Isabel II, ficou como primeira opção na linha de sucessão. Tudo por amor!

guardar
Wallis Simpson | Foto: Wikipedia

Grace Kelly

A relação mais célebre entre Hollywood e a realeza foi a de Grace Kelly com o príncipe Rainier III do Mónaco. A actriz vencedora de um Oscar e no auge do sucesso nos seus jovens 26 anos, abandonou a sua carreira no mundo do espectáculo e envolveu-se na nobreza monegasca, revolucionando o país e fortalecendo a economia.

A cerimónia civil teve lugar na Sala do Trono do Palácio do Mónaco, enquanto a cerimónia religiosa aconteceu na Catedral de São Nicolau. Para esta última cerimónia, Grace Kelly deslumbrou num sofisticado vestido de Helen Rose que deu volta ao mundo. Desde esse momento, a actriz condecorada passou a chamar-se Sua Alteza Sereníssima, Princesa do Mónaco ou Princesa Grace. Os seus filhos são o príncipe soberano Alberto II e as princesas Stefanie e Carolina.

guardarCordon Press
Foto: Cordon Press

Lee Radziwill (Princesa Radziwill)

A irmã mais nova de Jackie Kennedy, esposa de John Fitzgerald Kennedy, também teve uma vida polémica no que diz respeito às suas relações amorosas. Após o primeiro fracasso matrimonial, a actriz e escritora, cujo nome de solteira era Caroline Lee Bouvier Canfield, casou-se com o príncipe Stanisław Albrecht Radziwiłł, numa união que duraria apenas dois anos.

Durante os mesmos, o casal teve um filho e uma filha e viveu numa luxuosa casa perto do Buckingham Palace de Londres, que serviu de inspiração a numerosas revistas. Posteriormente, passou ainda pelo cancelamento de um casamento e a celebração de outro, aos 66 anos. Após novo divórcio, recuperou o apelido dos seus dois filhos.

guardar
Lee Radziwill
guardar
Lee Radziwill com Stanisław Albrecht Radziwiłł | Foto via The New York Times Style Magazine

Marie-Chantal (princesa da Grécia, Princesa da Dinamarca e Duquesa de Esparta)

Filha do milionário norte-americano Robert Warren Miller e da equatoriana María Clara Pesantes Becerra, Marie-Chantal Miller, nascida em Inglaterra mas com nacionalidade americana até 2011, teve uma juventude confortável, onde recebeu uma sublime educação em diferentes países do mundo.

Tal como num filme, Marie-Chantal conheceu o príncipe herdeiro ao trono Pavlos da Grécia num encontro às cegas, protagonizando mais tarde uma das celebrações reais com maior assistência de sempre. O enlace destacou-se, em parte, devido ao vestido com incrustrações de pérolas que Valentino preparou especialmente para a noiva, acompanhado por uma cauda comprida de renda chantilly com quatro metros e meio de comprimento. Do casamento nasceram cinco filhos.

guardarCordon Press
Foto: Cordon Press

Elizabeth “Lisa” Halaby (Rainha Noor da Jordânia)

Antes de se tornar Rainha consorte da Jordânia, Lisa Halaby, filha do director executivo da importante companhia área Pan Am, tirou uma licenciatura em Arquitectura e Urbanismo na Universidade de Princeton. Posteriormente, converteu-se ao islão para poder casar com o Rei Hussein da Jordânia, mudando o nome para Noor al-Hussein.

Lisa não foi bem recebida dentro da sociedade jordana, por representar um papel liberal e ser proveniente dos Estados Unidos, mas Noor al-Hussein esteve à altura do seu cargo e, pouco a pouco, ganhou fama a nível nacional e internacional. Após a morte do Rei, Noor al-Hussein tornou-se na Sua Majestade a Rainha Noor de Jordânia, sendo madrasta do actual monarca reinante da Jordânia, o rei Abdullah II, filho do falecido marido de quem foi a 4ª esposa, que é casado com a famosa e elegante Rania da Jordânia.

guardar
Rainha Noor al-Hussein e Rei Hussein | Foto via Pinterest

Kendra Spears (princesa Salwa Aga Khan)

Kendra Spears nasceu em Seattle e destacou-se rapidamente como modelo das prestigiosas marcas Prada, Marc Jacobs ou Dolce & Gabbana. No entanto, a sua fama internacional aumentou bruscamente quando se casou com o príncipe Rahim Aga Khan, para se tornar na princesa Salwa Aga Khan. Esta união aconteceu graças a Naomi Campbell, o cupido que se encarregou de os apresentar e que fez nascer um amor que se confirmou no Château de Bellerive, em Genebra.

guardarCordon Press
Foto: Cordon Press
guardar
Foto D.R.

Meghan Markle não é a primeira cidadã norte-americana que irá fazer parte da realeza. Além disso, juntamente com Rita Heyworth, Gene Kelly e Lee Radziwill, ficará para a história como uma actriz de Hollywood que também abandonou a sua carreira (temporária ou definitivamente) para se tornar um elemento nobre. Que mudança de vida!

Veja tudo o que publicámos sobre o ansiado enlace real:

Dê-nos a sua opinião

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!