Num vestido de noiva, será o tecido importante?

vestido Rosa Clará, com renda e organza de seda

Quando as noivas começam a ver vestidos, o mais habitual é não terem noção do tipo de tecidos que podem encontrar e das diferenças entre eles.
Chegam a uma primeira loja e experimentam vários vestidos… mas como é que vão saber se os tecidos são de boa qualidade? Ainda por cima, não têm termo de comparação…
Depois, à medida que vão visitando mais lojas, vai-se tornando mais fácil perceber as diferenças, mas mesmo assim não podem olhar para os vestidos lado a lado de modo a verem em detalhe, a não ser que a própria loja tenha vestidos de qualidades muito diferentes.

Solicite informação sobre “Pronovias”
vestido Pronovias, com grande quantidade de renda

Mas será necessário colocar os vestidos lado a lado? Não! A verdade é que, mal os colocam no corpo, as noivas sentem um conforto totalmente diferente! Um tule é sempre um tule, claro, e à vista desarmada pode criar sempre um efeito semelhante… No entanto, se virmos com atenção, se lhe tocarmos ou se vestirmos, tanto pode parecer parte de uma peça de alta costura como pode parecer parte de um disfarce de carnaval.

vestido Rosa Clará, com tule bordado

E, no caso dos tecidos, a qualidade reflecte-se sempre no preço! Agora imaginemos metros e metros de tule de seda, de elevadíssima qualidade, ou então metros e metros de um tule rígido e áspero… Isso terá inevitavelmente um grande impacto no preço final dos vestidos de noiva, mesmo que aparentemente tenham modelos semelhantes.

vestido Rosa Clará, com seda selvagem

O mesmo acontece com quase todos os outros tecidos, que normalmente têm “equivalentes” que permitem confeccionar modelos semelhantes. Normalmente, as marcas low-cost ou os sites que vendem vestidos “idênticos” aos de grandes marcas mas por preços muito baixos conseguem tais proezas escolhendo tecidos baratos, em geral com fibras sintéticas e menos suaves ao toque. É certo que o tipo de confecção também pesa no orçamento final, mas o mais importante é a escolha dos tecidos. Não quero com isto dizer que desaconselho a compra desses vestidos mais económicos. Simplesmente convém termos a noção de que pode haver diferenças consideráveis relativamente aos vestidos em que essas marcas se inspiraram.

Claro que é possível tirar fotografias glamorosas para um catálogo, mas num casamento as pessoas vão ver o vestido bem de perto e vão tocar-lhe… e, mais do que isso, a noiva vai estar com ele o dia todo. Eu pessoalmente prefiro escolher um vestido mais simples, em detrimento de um vestido muito volumoso e trabalhado que imite um da marca xpto mas com tecidos de baixa qualidade.

Casamento Real Britânico – vestido Sarah Burton para Alexander McQueen

Tecidos com seda na sua composição (como tule de seda, musseline de seda, cetim de seda, organza de seda…) são em geral mais suaves e delicados, e também mais caros.
E por falar em preço… nunca vos aconteceu estarem a folhear um catálogo de uma loja e de repente ficarem boquiabertos com o preço de um vestido em particular? Normalmente, das duas uma: ou o designer é diferente do(s) dos restantes vestidos, ou então o vestido tem uma grande quantidade de renda de elevada qualidade. Não há muito que enganar. E a qualidade da renda nota-se também pelo toque e pela delicadeza. A renda num vestido pode ficar incrível, mas também pode ter um resultado desastroso. Penso que todos conhecemos exemplos de ambos os casos…

Casamento Real do Luxemburgo – vestido Elie Saab

A minha sugestão é simples:
Independentemente do vosso orçamento, observem bem os vestidos, o toque e o brilho, e analisem o conforto. Não se deixem enganar por imagens de catálogo nem por promessas de vestidos imponentes a preços baixíssimos. Se acabarem por escolher um desses vestidos, não tenho nada contra, desde que saibam bem o que estão a comprar. E, no caso de o vestido ser confeccionado por medida, tenham em atenção que, às vezes, uma diferença aparentemente pequena nos tecidos pode fazer uma diferença enorme no conforto e no impacto final!

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

7 coisas que nunca lhe disseram sobre a noite de núpcias (atenção, depois de ler isto não será a mesma)!
7 coisas que nunca lhe disseram sobre a noite de núpcias (atenção, depois de ler isto não será a mesma)!
O momento pelo qual tanto ansiava chegou! A festa acabou. Os convidados foram embora. Só ficaram você e a sua cara-metade, finalmente casados. É o vosso momento, a vossa intimidade, a vossa noite de núpcias. Acha que tudo será perfeito, mas a verdade é que nem sempre as coisas se passam assim! Hoje revelamos-lhe 7 segredos que nunca lhe disseram sobre esta noite.
O mistério do beijo... Porque será que nos beijamos?
O mistério do beijo... Porque será que nos beijamos?
O primeiro beijo... Lembram-se do vosso? Claro que sim! Eu sei que sim! Não há prazer maior que beijar e ser beijado!.. Um dos elementos-chave de qualquer relação, de a manter feliz e saudável e o expoente máximo do amor e das suas formas de expressão. Mas, perguntaram-se alguma vez pelos motivos que nos levam a beijar? Porque nos beijamos? Se querem saber a resposta, esta matéria é para vocês!
Bar aberto: será que precisa mesmo de um bartender no seu casamento?
Bar aberto: será que precisa mesmo de um bartender no seu casamento?
O bar aberto um requisito indispensável em qualquer casamento é um dos seus maiores atractivos, pelo menos do ponto de vista dos convidados. E é possivelmente uma das coisas que mais dinheiro lhe exige. Mas talvez não precise de ser...

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Quer divulgar a sua empresa na Zankyou?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação