Royal Wedding: o relato detalhado do casamento mais importante de 2018

Era uma vez” será o mote ideal para começar a contar a história do que foi e será o casamento mais importante de 2018. Uma fábula moderna, na qual uma mulher “comum”, divorciada e ex-atriz, encontra um belo príncipe, seguramente não convencional, rebelde e apaixonado – tal como a sua mãe, a adorada Diana, Princesa de Gales – e os dois se apaixonam perdidamente, dando início a uma história cujo capítulo mais importante ficou hoje escrito; o dia em que os dois protagonistas, Harry & Meghan, juraram o amor eterno perante o mundo inteiro.

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Na Capela de St. George, adjacente ao Castelo de Windsor, o ambiente estava permeado pela emoção quando, por volta das 11h20, chegou o Príncipe Harry, de uniforme militar e – contra o esperado protocolo! – com barba por fazer, visivelmente nervoso, ao lado do seu irmão e melhor amigo, o Príncipe William. Mais um momento onde os dois filhos de Diana mostraram um vínculo muito especial, que se fortaleceu após a morte da mãe, de quem eram especialmente próximos, sobretudo Harry. Aliás, aquele que foi conhecida por Princesa do Povo esteve presente no dia mais importante da vida do filho mais novo, ainda que em espírito e em singelas homenagens que os noivos quiseram fazer, nomeadamente a decoração da igreja com rosas brancas – as preferidas de Lady Di – juntamente com peónias, as preferidas da agora Duquesa de Sussex.

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Eram 12 horas em ponto quando chegou o Roll Royce, pertencente à frota de Rainha Isabel II, com a noiva a bordo, gerando a folia das 2500 pessoas convidadas para assistir à cerimónia a partir dos jardins da capela, que ficaram sem palavras diante da elegante beleza de Meghan. Anteriormente, tinham chegado as crianças, incluindo os filhos de William e Kate, que ajudou a organizar a entrada dos mais pequenos.

Com um brilho de coragem e orgulho, a noiva percorreu a primeira parte do corredor sozinha (devido à ausência do seu pai), incrivelmente radiosa no seu vestido branco, cor escolhida apesar do precedente divórcio. Um vestido de noiva simples, de corte trapézio e manga francesa, realizado em precioso mikado de seda pelas mãos de Clare Waight Keller, a primeira diretora criativa da casa de alta-costura francesa Givenchy.

bridal look é enfatizado por um maravilhoso véu de seda, ornamentado com bonitos bordados de renda, que foi levado por um doce cortejo de pajens, incluindo os filhos de William e Kate. O véu teve um grande valor simbólico, já que representa os 53 países de Commonwealth, com correspondência a cada uma das flores bordadas à mão.

Não menos importante no visual, uma preciosa joia, a tiara oferecida pela Rainha Isabel II – como, aliás, manda a tradição – datada de 1932, feita de platina e com diamantes de diferentes tamanhos cravejados e uma pedra central. A tiara foi dado à princesa Mary – bisavó do príncipe – como presente no seu casamento com o príncipe George, em 1953.

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Tal como anunciado, quem acompanhou a bela Meghan na segunda parte do caminho em direção ao altar foi o Príncipe Carlos, pai do noivo. O agora sogro da nova Duquesa acolheu-a com um sorriso e sussurrou-lhe algo ao ouvido, enquanto ela lhe dava o braço, sempre com os olhos postos em Harry que, comovido, a esperava no altar.

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Estás maravilhosa”, é o elogio que soa na Capela de St. George, quando Harry vê a sua futura esposa, cuja beleza estava simplesmente realçada por uma maquilhagem natural e singelo penteado preso.

A cerimónia na capela gótica de St. George, integrou aspetos inéditos num casamento real britânico. Após o sermão do reverendo Michael Curry, ressoam as notas de uma música pop -“Stand by me” – e a mãe da noiva não consegue conter as lágrimas. Uma canção moderna, popular, tal como o espírito do casal, que fizeram escolhas revolucionárias para os cânones da monarquia britânica, nomeadamente a própria escolha de Curryo primeiro afro-americano líder da Igreja Episcopal americana, que tal como a Igreja de Inglaterra é uma denominação anglicana.

Curry citou Martin Luther King sobre “o poder redentor do amor” e deu a sua bênção ao casal afirmando: “Se a Humanidade alguma vez capturar a energia do amor, será a segunda vez que descobriu o fogo“. O reverendo referiu-se também à escravatura, para sublinhar o poder do amor nos cânticos dos escravos.

Mesmo no momento dos votos, Meghan e Harry reiteraram a sua condição de anticonformismo,  pelo facto da noiva não jurar “obediência” ao noivo, como o protocolo real supostamente impunha, mas apenas prometer amar e respeitá-lo, como também ele o faz.

Esses detalhes tornam o momento ainda mais emocionante e a excitação dos dois jovens torna-se maior, quando o oficiante os proclama oficialmente marido e mulher.

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Depois das homenagens à Rainha (sempre impecável no seu tailler greenery, com detalhes ultravioleta) e após o hino nacional britânico, Meghan e Harry sairam da capela, seguidos por um cortejo composto pelo príncipe Carlos, a sua esposa Camilla e a mãe de Meghan na fila da frente, logo seguida por William, Kate e seus filhos. À saída da igreja, assistiu-se à explosão da alegria do povo, bem como ao esperado beijo entre os recém-casados.

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Os dois subiram depois a bordo da carruagem, que os conduziu num percurso de 25 minutos pelas ruas de Windsor, que é já um ritual clássico de saudação ao povo.

Foto via Cordon Press
Foto via Cordon Press

Seguiu-se uma receção aos convidados no Castelo de Windsor e, à noite, realiza-se uma receção oferecida pelo pai de Harry, o príncipe Charles, para cerca de 200 familiares e amigos.

Oferecido pela rainha Isabel II, o almoço conta com cerca de 600 convidados, com o seguinte menu, divulgado pela própria Casa Real Britânica:

Os canapés

  • Lagostins escoceses envoltos em salmão fumado com crème fraiche de citrinos
  • Espargos ingleses grelhados enrolados em fiambre de Cumbria
  • Panna cotta de ervilhas do jardim com ovos de codorniz e verbena de limão
  • Tártaro de tomate e manjericão com pérolas de vinagre balsâmico
  • Frango do campo escalfado com iogurte, temperado com especiarias e alperces assados
  • Croquetes de cordeiro de Windsor, legumes assados e compota de chalota
  • Espargos quentes com mozzarella e tomate seco ao sol

Os pratos

  • Fricassé de frango do campo com cogumelos Morel e alho francês
  • Risoto de ervilhas e hortelã com rebentos de ervilha, óleo de trufas e crocante de Parmesão
  • Barriga de porco de Windsor assada por lentamente (por dez horas) com compota de maçã e courato

Os doces

  • Macarons de pistácio e champanhe
  • Tarteletes de Crème Brûlée de laranja
  • Mini-tarteletes de crumble de ruibarbo

As bebidas

  • Champanhe Pol Roger Brut Réserve Non Vintage
  • Vasta gama de vinhos
  • Bebidas sem álcool, como um cocktail de sumo de maçã com xarope de flor de sabugueiro

O bolo de casamento também é servido neste momento, sendo esperados os discursos dos recém-casados durante o corte do mesmo. Criado pela chef pasteleira Claire Ptak, da pastelaria Violet Bakery, em Londres, o bolo foi já revelado pelo Palácio de Kensington e conta com uma base de pão de ló e os sabores de limão da Costa Amalfitana e xarope de flor de sabugueiro. O bolo, envolvido numa cobertura de creme de manteiga, foi partido em três partes, decorado com merengue suíço e 150 flores frescas inglesas, como rosas e peónias.

Foto via IG oficial do Palácio de Kensington

Senhoras e senhores, hoje escrevemos a história de um casamento e muito mais. Neste momento diríamos: “E todos viveram felizes para sempre”.

Veja também:

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

Exponoivos 2018 Porto: a maior feira de casamentos do País mais um ano na Invicta
Exponoivos 2018 Porto: a maior feira de casamentos do País mais um ano na Invicta
Marque já na sua agenda os dias 12, 13 e 14 de Janeiro. A Exponoivos vai estar mais um ano no Porto para ajudar os futuros noivos a organizarem o dia dos seus sonhos!
Dream Weddings Europe
Wedding School Portugal 2018 chega novamente a Lisboa: o evento de Dream Weddings Europe por que tem esperado!
Wedding School Portugal 2018 chega já no próximo dia 17 de Março ao Hotel Palácio no Estoril: marque já a sua presença e prepare-se para muitas surpresas.
Foto Instagram
Cameron Diaz poderá estar grávida do seu primeiro filho: novo baby boom em 2018?
Os meios estão ao rubro com a possibilidade da atriz de 45 anos e o marido Benji Madden estarem à espera do seu primeiro filho.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação