Menu alternativos em casamentos: Deliciem-se vegetarianos, diabéticos e celíacos

Cada vez há mais gente a adoptar estilos alternativos de vida, devido a uma maior preocupação com a saúde em geral. A alimentação e o exercício físico estão na base das mudanças mais recentes na vida das pessoas, em especial nos países desenvolvidos. Sabendo isso, os noivos já não optam por um simples e tradicional menu. Os seus convidados celíacos, diabéticos e, claro, os vegetarianos e vegans estão na sua lista de prioridades, na altura de organizarem o casamento. A maioria das Quintas que celebram bodas até já fazem cardápios a pensar nas necessidades diferentes de cada um.

Solicite informações sobre Quinta Dona Adelaide
Quinta Dona Adelaide

A Quinta Dom Carlos, por exemplo, tem uma cozinha industrial equipada com todas as condições para os caterings cozinharem. O menu é variado e a pensar em toda a gente. Por sua vez, a Quinta Dona Adelaide tem cozinha própria, mas também proporciona alternativas para quem necessite de dietas especiais, mais uma vez para diabéticos, celíacos e vegetarianos. A Quinta de Monfalim é outra opção para quem quer proporcionar aos seus convidados cardápios variados. Tem catering próprio e refeições pensadas para todos. Assegura, por exemplo, pedidos especiais para crianças e vegetarianos. Os preços começam nos 47,96 euros + IVA. Também a Quinta dos Alfinetes, na Serra de Sintra, apresenta uma grande variedade de opções, não só para dietas especiais, como também para os mais pequenos.

Vegetarianos/Vegans

Os vegetarianos apostam numa dieta, onde grande parte dos produtos de origem animal é excluída. Há uns menos radicais que outros. São eles os que concebem comer ovos, leite e derivados e até peixe. Mas os vegetarianos puros não abrem esse tipo de excepções. O veganismo, por sua vez, é uma filosofia de vida, motivada pelo respeito aos direitos dos animais.

Vegetarianos ou vegans uma coisa é certa: têm de saber ler muito bem os rótulos dos produtos para terem a certeza que só vão consumir um alimento de origem vegetal. Sabia que até alguns corantes e conservantes são feitos com matéria animal?

Sendo assim, se estiver a pensar introduzir um prato só com base em vegetais, no seu casamento, deverá ter muita atenção a todos os ingredientes e produtos a serem usados na sua confecção.

Para que não tenha dúvidas, a Associação Vegetariana Portuguesa dá-lhe toda a informação que precisa acerca do vegetarianismo e indica-lhe lojas onde pode adquirir certos produtos específicos. Já o Centro Vegetariano – uma associação que promove o vegetarianismo – pode ajudá-lo na concepção de um menu.

Como a maioria das quintas personalizam o seu serviço à “vontade do freguês”, pode sempre apresentar-lhe as suas recomendações.

D.R.
D.R.

Que tal sugerir para o seu menu de casamento vegetariano um puré de beterraba, grão-de-bico caramelizado, cogumelos shiitake, queijo mozarela de leite de arroz, alcachofras Jerusalém assadas, acompanhado com arroz selvagem e temperado com azeite de trufas? Sim? Então tome nota da receita:

Ingredientes:
4  beterrabas cozidas e descascadas
1/2 cebola vermelha
2 dentes de alho
1 lata de grão-de-bico cozido
300 gr de manteiga
cogumelos shiitake
queijo mozzarella de leite de arroz
5 alcachofras jerusalém
500 gr de arroz selvagem
azeite
óleo de trufas brancas
sal, pimenta, ervas aromáticas e açúcar

Modo de preparação:
para o arroz:
– numa panela, pôr o azeite e o arroz sem água e temperar com sal, para a goma do arroz desaparecer.
– passados 5 minutos adicione água.

Para as alcachofras:
– fatiar as alcachofras bem finas e colocá-las num tabuleiro para levar ao forno até estarem crocantes.
– temperar com sal

para o grão caramelizado:
– pôr manteiga a derreter numa frigideira e adicionar açúcar até cobrir a manteiga.

Receita de Tiago Coelho para o passatempo “Fotografa o Teu Prato”, organizado pela Associação Vegetariana Portuguesa na sua página de Facebook, em 2012.

Diabéticos

Os diabéticos são outro grupo a quem se deve dar especial atenção na hora de se preparar um menu de casamento. A Diabetes mellitus é uma doença metabólica caracterizada por um aumento anormal da glicose ou açúcar no sangue. E Apesar de a glicose ser a principal fonte de energia do organismo, se esta se apresentar em excesso, pode trazer várias complicações à saúde.

No site Controlar a diabetes, pode tirar todas as dúvidas sobre o tipo de alimentação mais adequada para estes doentes.

Como os seus convidados diabéticos não podem/devem consumir açúcar, que tal saciar a sua vontade com um bolo especial a pensar neles?

D.R.
D.R.

Bolo Diet para diabéticos:

Ingredientes:

2 ovos
1 chávena de fibra de trigo
1 chávena de aveia em flocos finos
1 colher (sopa) de margarina light
1 chávena (chá) de leite desnatado
1 chávena (chá) rasa de adoçante em pó próprio para forno
1 colher (café) de fermento em pó

Modo de Preparação:

Na batedeira eléctrica, bater os ovos, a fibra de trigo e a aveia. Depois, numa tigela, misture os restantes ingredientes. Deixar no forno cerca de 25 minutos.

Solicite informações sobre Quinta dos Alfinetes
Quinta dos Alfinetes

Celíacos

Os celíacos são provavelmente o grupo mais complicado de “respeitar”, porque só há relativamente pouco tempo é que se começou a perceber um pouco mais esta doença. De acordo com a Associação Portuguesa de Celíacos (ACP) em 2015, estimava-se que a doença afectava 1 a 3% dos portugueses. Só cerca de 15 mil casos é que foram diagnosticados, mas a A Associação garantiu ao jornal online “Observador” que existem muitos mais, já que esta é uma doença “largamente sub-diagnosticada”. A Associação ainda vai mais longe ao afirmar que devem existir entre 70 a 100 mil celíacos, em Portugal.

Mas afinal, no que consiste esta doença? “Ser celíaco é ser uma pessoa igual a todas as outras, com a particularidade de ter uma doença autoimune em que o único tratamento passa pela alimentação, com a exclusão total do glúten, proteína presente em alguns alimentos, como o pão, farinhas de trigo, centeio, cevada, aveia, massas, bolos, bolachas, cereais, enchidos, etc.””, explicou a nutricionista Rita Moais (também celíaca) ao “Observador”.

Apesar das dificuldades, os celíacos também têm uma mão cheia de hipóteses de se deliciarem com receitas sem glúten.

D.R.
D.R.

Nem os amantes de cozinha italiana foram esquecidos. Tome nota de como fazer uma massa para lasanha sem glúten.

Ingredientes:
500 gr de farinha preparada
substituto de 5 ovos(*)
5 colheres de sopa de óleo
sal a gosto
água até dar para ligar os alimentos

Modo de preparação:
Coloque a farinha misturada numa bacia grande, abra um buraco na farinha e coloque o óleo, o substituto dos ovos e o sal. Misture bem, vá despejando água aos poucos, mexendo sempre com cuidado para para não colocar água em demasia. Depois, mexa até obter uma massa dura e homogénea.

Para fazer a lasanha, abra a massa numa superfície enfarinhada com um rolo enfarinhado e corte em rectângulos com cerca de 10 a 15cm de comprimento. Cozinhe-os um a um em água a ferver, levemente salgada. Retire com uma espumadeira e coloque-os em cima de guardanapos de pano. Monte a lasanha. Pré aqueça o forno em 220° e deixe lá ficar por cerca de 20 minutos

(*) Substituto de ovos:
1 chávena de sementes de linhaça colocada no copo do liquidificador e moídas até obter pó.
Guarde a farinha obtida no frigorífico num recipiente bem tapado. Vá usando à medida que for precisando.

Por cada ovo a substituir:
1 colher de sopa do pó das sementes
3 colheres de sopa de água.

Misture, na água, a farinha obtida das sementes e deixe ficar por 1 a 2 minutos (no máximo, pois se ultrapassar esse tempo ficará muito espesso).

Acrescente isso directamente nos ingredientes, em vez de os ovos e continue a receita. Se esta estiver ficar muito liquida,  coloque-a apenas em conjunto com os ingredientes secos. É só uma colher de sopa da farinha, obtida das sementes de linhaça, por cada ovo que substitua.

Agora que já sabe que a maioria dos menus de casamento já contemplam dietas variadas, não tem desculpa para não ir ao casamento do seu colega. Se mesmo assim ainda se sentir inseguro, pergunte-lhe directamente se está a pensar em mandar fazer um cardápio para intolerantes ao glúten.

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

Aguiam Wedding Photographers
Casamento Biológico: saiba como criar o menu ideal
Hoje em dia deparamo-nos com casais cada vez mais modernos que apostam em menus biológicos, autênticos e simples para brindar todos os seus convidados
Fotografia: Aguiam Wedding Photography
Tudo o que precisa de saber sobre a prova do menu do seu casamento
Os pontos que necessita de ter em conta no momento em que faz a prova do menu para o seu casamento!
Ana Bravo
Ana Bravo: o segredo de uma vida saudável!
"Sou uma nutricionista que gosta profundamente do que faz e, antes de tudo, uma mulher comum, simples mas que vive de paixões e sólidas convicções!"

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação