O que acontece com a comida que sobra do Copo-de-água? Nós temos a resposta!

A festa de casamento é o ponto alto do dia e os convidados valorizam esse momento de acordo com o catering e as animações existentes durante a boda. No que toca à comida, as opiniões podem ser diversas, mas há três fatores de avaliação imprescindíveis neste campo: apresentação, a qualidade e a quantidade. Mas, no final, o que fazer com toda a comida que sobrou? Neste artigo, ajudamo-la a ir de lua-de-mel sem remorsos, e apresentamos-lhe as melhores soluções para evitar desperdícios.

Foto: Carpe Momentum

A quantidade é o mote! Embora seja bom ter mais recursos para que os convidados não fiquem com fome, há casamentos (quase todos) que vão além dos limites, criando em enorme desperdício. A festa tende sempre a ser de arromba, mas no final do dia, vários quilos de comida são deitados ao lixo. Como resolver este problema? A resposta vem da possibilidade doar o excedente a quem mais precisa.

Foto: Efeito Espontâneo

Uma ideia necessária

Em Portugal, existem diversas iniciativas e campanhas a decorrer, no sentido de evitar desperdícios alimentares. Exemplo disso é o movimento Zero Desperdício da DARIACORDAR – Associação Contra o Desperdício. A DARIACORDAR promove as suas iniciativas solidárias junto de entidades político-administrativas, sociais e económicas, que desejem colaborar no crescimento de um projeto inovador, cujo lema é “nada se perde, tudo se transforma”, que tem o objetivo de unir esforços para ajudar quem precisa e acabar com o desperdício. Para tal, basta confirmar se o local onde vai realizar a sua boda é um estabelecimento aderente.

Foto: Zero Desperdício | Roberto Leal e Rita Guerra

Como funciona?

1. As refeições que nunca foram servidas, ou cujo prazo de validade está a chegar ao fim, são guardadas em embalagens próprias e entregues aos voluntários do Zero Desperdício

2. Depois de recolhidas as refeições de cada estabelecimento, são transportadas para as Instituições de Solidariedade.

3. Nas instituições as refeições são organizadas e distribuídas pelas famílias carenciadas.

Foto: Central Palace

Muito desperdício

Mas quanto é desperdiçado num casamento e outros eventos onde a comida é servida? Depende do tipo de celebração, mas os números são devastadores, chegando a 50% dos alimentos não utilizados (metade do banquete!) Em algumas ocasiões, 30% dos alimentos preparados nos eventos não são usados. Felizmente, alguns desses espaços exigem confirmação do número de convidados, para um melhor ajuste da quantidade de comida a confecionar.

Foto: Helder Couto Photographer
Foto: Helder Couto Photographer

Um problema abrangente

Deitar comida fora é um problema que afeta muito mais do que se imagina. Além de não permitir suprir as necessidades das pessoas necessitadas, essa prática é um problema que afeta o planeta de uma forma geral, pois o desperdício de recursos e energia, tanto na preparação quanto na destruição dos produtos, prejudica o meio ambiente, já para não falar da poluição que é gerada em aterros sanitários.

Foto: Challet Fonte Nova | Atmosfia

O papel das instituições

Em 2017, a associação ambientalista Zero alertou para a necessidade de reduzir o desperdício de comida à mesa dos restaurantes, defendendo que os portugueses devem perceber que a dose deve ser a necessária e as sobras levadas para casa. Também os números do Instituto Nacional de Estatística e do Banco Alimentar contra a Fome traçaram um cenário preocupante quanto à fome em Portugal.

Embora ainda haja muito a ser feito, como em muitas outras causas necessárias, a preocupação da sociedade sobre estas questões chegou às instituições, que também começam a fazer sua parte.

Foto: Banco Alimentar contra a Fome

Onde trabalham?

Felizmente, Portugal é um dos países em que se existem diversos movimentos de solidariedade social que visam dar uma resposta necessária mas provisória às necessidades das famílias mais carenciadas. O Banco Alimentar contra a Fome desempenha um papel fundamental, através da recolha e distribuição de várias dezenas de milhares de toneladas de produtos que apoiam ao longo de todo o ano, a ação das instituições em Portugal. Por sua vez, estas distribuem as refeições confecionadas e cabazes de alimentos a pessoas comprovadamente carenciadas.

Foto: Aguiam Wedding Photography

O aproveitamento e distribuição do excedente de um casamento é uma necessidade de resolver as diferenças, evitar a fome a muitas pessoas sem recursos e gerar uma maior consciência social. Um casamento é um evento maravilhoso para todos os envolvidos, e pode acabar por ser algo igualmente incrível para aqueles que vivem em risco social. Faça a sua parte!

Poderá também gostar de ler esta história verídica, que ocorreu nos Estados Unidos: Quando um casamento cancelado serve para alimentar os mais necessitados

E talvez também lhe interesse:

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Gloria Aguiam Fotografas
O que tomar ao pequeno-almoço no dia do casamento? Nós temos a receita ideal!
O segredo para desfrutar ao máximo do seu casamento é começar o dia com um autêntico pequeno almoço de campeões. Quer saber qual a receita mágica?
Quinta do Roseiral - Catering
10 perguntas (que todas nós fazemos) sobre o cocktail e o banquete do casamento
Quer saber quais as dúvidas que têm as noivas e como as solucionar? Tome nota de cada detalhe e aprenda a resolvê-las.
Wendy Creating Moments
8 características que o seu wedding planner deve ter para que tenha casamento perfeito
Estes profissionais fazem de olhos fechados e com um brilhantismo único todas aquelas tarefas hercúleas que nos cansam só de pensar nelas!

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação