Apaixonaram-se em miúdos e agora estão casados!

Apaixonaram-se em miúdos e agora estão casados!

A história de Laura e Matt é a prova de que o amor existe. Será que este sentimento entre crianças é eterno? Fique para ler esta história e diga-nos de sua justiça...

  • Atualidade
  • International
  • Amor
  • Emotivo

Os miúdos sabem muito! São mais espertos do que se pensa. Quem nunca ficou surpreendido com uma “saída” de uma criança? É que elas são que nem esponjas, absorvem tudo o que ouvem. O pior é que muitas vezes, dizem tudo sem filtros. E isso é um dos aspectos que as torna tão tão engraçadas e surpreendentes. E no que respeita ao amor, serão assim tão rápidas? Sim. As crianças desde que nascem desenvolvem a sua sexualidade. É, por isso, também natural que desenvolvam a sua capacidade de amar. Já viu o seu filho corar diante de uma menina bonita? Então, como vê, isso é sintomático que passou por uma emoção nova. A história de Laura e Matt é um bom exemplo de como o amor na infância tem “pernas para andar”.

guardarLaura Scheel y Matt Grodsky
Foto: Laura Scheel y Matt Grodsky

Se acha que conheceu o amor da sua vida com três anos, saiba que pode ter acontecido algo imperceptível e inexplicável que o tenha levado a essa  conclusão. Nestes casos, não se tratam de amores platónicos, nem de injecções de hormonas, nem invenções fruto da idade. Há algo mais. Foi o que aconteceu com os protagonistas desta história.  Conheceram no pré-escolar, aos três anos. A sua história, contada na página The Way We Met do Instagram, é esta:

“A Laura e eu conhecemo-nos no pré-escolar. Uma das primeira lembranças que tenho dela é de estarmos na sala de aula  e de eu lhe dizer que um dia me casaria com ela.

Em crianças, a Laura ensinou-me a andar de baloiço, a desenhar montanhas e a forma correcta de comer queijo. Também me lembro de jogar às escondidas e à apanhada com ela, no quintal, e de ficarmos acordados na hora da sesta. 

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Apaixonei-me pela Laura em criança, e ainda estou agora. Perdemos o contacto durante o ensino básico. E durante os sete anos seguintes só nos víamos em fotografias de postais de Natal que as nossas famílias enviavam uma à outra. Mas, por circunstâncias da vida, voltámos a estabelecer contacto na escola secundária, graças a um amigo em comum. Bastaram duas semanas, para começarmos a sair juntos. Continuámos juntos durante toda a escola, incluindo quando mudámos de instituições de ensino, em diferentes estados do país. Nem a distância nos afastou.

Continuámos noivos até 23 de Maio de 2015, data em que decidi cumprir a minha promessa no pré-escolar e fazer da Laura minha mulher. O pedido oficial de casamento foi onde tudo começou: na nossa sala de aula do pré-escolar”

guardarLaura Scheel y Matt Grodsky
Foto: Laura Scheel y Matt Grodsky

Esta história é uma das mais sinceras e autênticas que já contámos na Zankyou. Como esta, só mesmo a de Claudino e Rosina. Este casal tornou-se protagonista de Up – Altamente num ensaio fotográfico enternecedor. Não menos comovente é a história de amor de Cindy e Mathew. Veja só como Harry Potter enfeitiçou Cindy e atingiu Mathew com a sua varinha mágica.