As Gerações X, Y e Z: como nos casávamos no passado, como o fazemos no presente e como será no futuro

O tema das gerações converteu-se num assunto que tem vindo a ganhar grande destaque! Actualmente, fala-se apenas dos hábitos comuns de cada geração que tanto nos provocam um sentimento de orgulho quando nos confrontamos com as suas virtudes, como também, faz surgir uma certa vergonha quando nos apercebemos dos seus aspectos mais negativos. Independentemente de tudo, temos que aceitar o facto de que os tempos mudam e as pessoas, consequentemente, também!

A Geração X compreende o grupo de pessoas que nasceu entre 1966 e 1980, portanto, estamos a falar das faixas etárias compreendidas entre o Baby Boomer (pais da Geração Y) e o Millennial. Esta última também conhecida como a Geração Y ou MTV e representa os adultos do presente, os que se estão a casar agora. Por sua vez, a Geração Z, entre a metada dos anos 90 e a actualidade, representa os jovens que estão agora na primária, no ensino secundário ou os universitários!

Relativamente aos casamentos, as mudanças que se têm verificado são substancialmente significativas e, por esta razão, decidimos analisar e explorar estas alterações. Como é que se casavam, então, as pessoas antes? Como é que os casamentos são agora? Como é que serão daqui a uns anos? Nós damos-lhe a resposta!

Geração X 

As tendências que se verificam nos tempos desta geração não eram tão exigentes e rigorosas, mas apesar disto, existiam alguns aspectos que eram incontornáveis, sem que os noivos pudessem fazer muito para os alterar. O fato e o laço correspondiam às únicas opções que o noivo apresentava. As mulheres, por sua vez, não podiam escolher looks mais descontraídos e despreocupados como os alguns noivos exibem actualmente. Contudo, por esta altura, a tradição já não contava com as exuberâncias que caracterizavam as cerimónias dos anos 80 e começaram a apostar no minimalismo e simplicidade, mesmo que algumas noivas usassem vestidos mais brilhantes que os de hoje em dia.

A atmosfera e os ambientes que se pretendiam alcançar nas celebrações nupciais não eram um factor tão importante como se assiste actualmente, visto que os olhos não estavam colocados nos seus detalhes e pormenores mais pequenos. Enquanto que hoje nos deparamos com decorações especiais e personalizadas, muitas delas com um toque único dos famosos DIY, na época da Geração X, os noivos e os seus convidados celebravam os seus banquetes em salões perfeitamente decorados, onde a originalidade e criativa não estavam presentes. De facto, era muito mais difícil diferenciar dois casamentos do que hoje em dia, onde os casamentos são muito singulares.

Os convites, também, se encontravam presos às tradições, apesar de alguns casais terem tentado fugir ao que lhes era esperado fazer. Para o cocktail, o presunto e os canapés eram os protagonistas nas ementas das entradas e aperitivos. Por outro lado, um detalhe que é, também, importante ter em conta é a utilização de artigos em papel que são frequentes na geração, enquanto que na X eram apenas mencionados ocasionalmente. Os convites expressavam uma linguagem demasiado formal que não ia ao encontro da juventude.

Alguns noivos que faziam parte desta geração casaram-se mais tarde e deram uma reviravolta às celebrações, organizando festas que duraram vários dias, convidados que realmente importavam e eram desejados e fontes de diversão mais tradicionais que se englobavam num ambiente mais familiar e íntimo.

Actualmente, os DJ’s e bandas são um grande fenómeno nos casamentos. Por exemplo, Bruce Brothers & DJ são profissionais que englobam ambos os serviços, oferecendo aos noivos muita animação e diversão. Dois aspectos que devem estar presentes imperativamente em qualquer casamento!

Contudo, há também quem busque por uma alternativa diferente e especial que adicione uma pitada de magia ao dia de casamento. Para este efeito, um serviço de mágicos é o ideal para manter os amigos e familiares entretidos. Um exemplo é o Zé Mágico que para onde quer que vá traz consigo variados truques na manga!

Geração Y

A primeira revolução dos últimos tempos iniciou-se com esta geração. Na anterior, ainda se verificavam alguns vestígios dos casamentos que eram característicos da “antiguidade”, apesar de se assistir, também, aos primeiros aspectos que indicavam uma mudança nos hábitos. Os millennials, para além de terem um casamento mais informal, casam-se mais tarde e muitos dos assuntos relacionados com a cerimónia são da responsabilidade de wedding planners, mesmo que ideologia DIY esteja, também, fortemente presente. Os espaços onde se realizam as celebrações são multifacetados e não se limitam aos grandes salões onde os seus pais trocaram os votos, por exemplo. Outro ponto a realçar é o casamento e banquete ao ar livre que são muito famosos nas bodas dos novos adultos. Também importante salientar, o equilíbrio entre as cerimónias civis e religiosas.

Uma vez depositada a responsabilidade de diversos aspectos relacionados com o casamento nas mãos de wedding planners, estas profissionais vai trabalhar com o objectivo de organizar a cerimónia de sonho dos noivos. Assim, My Wedlock é, por exemplo, uma das profissionais que alia a criatividade ao arrojado, aproveitando o poder da emoção para tornar o dia dos noivos inesquecível e libertá-los da preocupação e stress que todo o planeamento pressupõe.

A Internet é a chave de todos os casamentos a que assistimos neste novo século. As redes sociais reinam em todos os sentidos, uma vez que se apresentam como uma plataforma onde é possível partilhar fotografias, comentários e onde se verifica, igualmente, uma interacção entre os noivos e convidados. Dentro do mundo virtual, todos os influencers da rede servem como conselheiros para os noivos, onde estes buscam incessantemente inspiração para os conjuntos nupciais, espaços e, especialmente, decoração. Os casamentos millennials exibem um cariz mais humilde e, por sua vez, mais moderno. O estilo vintage, boho ou country-chic dominam da mesma forma que os espaços rurais são agora muito procurados devido ao requinte e sofisticação a que são associados.

Os fatos e vestidos dos noivos seguem um estilo mais descontraído, muitas vezes com traços hippie e bohemio. Os noivos optam, também, por cores mais alternativas e complementos mais originais. Relativamente aos sabores, assistimos actualmente a um novo conceito culinário. A comida internacional e personalizada (vegans, celíacos…) são cada vez mais célebres e os sabores, de uma forma geral, criam uma harmonia fresca e actual. Os food-trucks e candy-bar são agora também muito frequentes, assim como outros “aventuras” especiais com a comida. As fotografias ocupam também um papel privilegiado, visto que o seu estilo é bastante mais informal e espontâneo, trazendo consigo actividas divertidas como o photobooth, photomaton ou o photocall. 

Geração Z

O que é que se verificará nesta geração? Neste momento, sabemos pouco visto que os elementos que a constituem têm 20 anos e, como já foi referido anteriormente, a tendência aponta para que se casem cada vez mais tarde. Contudo, estima-se que os membros da Geração Z serão mais responsáveis, apresentando mais possibilidades do que as pessoas que fazem parte das gerações anteriores. Este facto pode ser justificado com a importância e avanço da tecnologia digital. Uma sociedade mais aberta, cultural, aventureira, tolerante e ambiciosa é, simultaneamente, uma das causas. 

Tendo em conta a influência da Internet e da tecnologia na vida da geração anterior, a Z apresenta uma predisposição a casamentos maior. Os seus filhos nascem praticamente a saber como trabalhar com computadores e tablets e sabem, também, como usar um dispositivo desta época. Deste modo, os casamentos prometem revoluções tecnológicas muito importantes.

Agora que sabe como são as gerações mais populares da actualidade, reflicta como os tempos de facto mudaram. Como diz o antigo ditado “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”! 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Sexting: ajuda ou não a fortalecer as relações do casal?
Sexting: ajuda ou não a fortalecer as relações do casal?
O sexting é uma modalidade que os casais usam para estimular os desejos sexuais, através de uma gratificação imediata que a tecnologia facilita. No entanto, um estudo indica que está a gerar fraturas na base das relações.
Miguel Matos Fotografia
Como ser um casal feliz? 6 Conselhos para que a paixão fale por si!
Esqueça as utopias e centre-se em objectivos reais, daqueles são verdadeiramente alcançáveis. Como cuidar da sua relação, por exemplo!
Foto: Diana Nobre
Sabe qual é a idade perfeita para casar? Nós temos a resposta!
Uma fórmula matemática e os estudos sociológicos da Universidade de Utah chegaram a uma curiosa conclusão.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação