Quanto custa um casamento em Portugal: calcule o orçamento

Quanto custa um casamento em Portugal: calcule o orçamento

O que deve constar no orçamento do seu casamento? Quanto dinheiro deve reservar? Qual o valor real das coisas? Perguntas muito válidas que lhe vamos responder.

Quanto custa um casamento em Portugal: calcule o orçamento
Foto: Edgar Dias
  • Planear o Casamento
  • Recomendações
  • Msn
  • Noivos

Assim que derem a grande notícia do vosso noivado aos vossos entes queridos, começa a contagem decrescente para o vosso tão desejado dia. É preciso, então, começar a organizar o casamento e a pensar em tudo o que isso implica… incluindo os gastos! Porque sabemos que o dia de casamento é o dia mais romântico na vida de um casal e que são muitos os elementos a conspirar para esse final (ou início!) feliz: os cenários bucólicos, as flores campestres, os vestidos de noiva com corte princesa, as mesas cheias de delícias de todas as cores e tamanhos! Mas sejamos práticos: todo esse romantismo tem um preço. Não há como negar: casar custa dinheiro. E quanto custa um casamento em Portugal? É isso que vamos hoje abordar, explicando-lhe toda a logística por detrás de um casamento e os euros que toda a sua organização implica.

Quanto custa em média um casamento?

Para além do registo formal do casamento, desde os preparativos e até ao grande dia, há várias despesas para assegurar e, para fazer bem as contas há, primeiro, que estipular um orçamento. E devem fazê-lo tendo em mente que, em média, um casamento em Portugal, com tudo a que se tem direito e para um número de convidados que ronde os 120 ou 150 convidados (que é também a média de convidados no nosso País), pode custar entre 20 a 30 mil euros, apesar de existirem variações (consideráveis) consoante uma série de condicionantes: vai depender do estilo do casamento, dos serviços contratados, do número de convidados, etc. Assim, em Portugal é possível encontrar alguns casamentos a custar 5.000 euros e outros casamentos a custar os tais 25.000 euros.

Portanto, é-lhe permitido sonhar – afinal, é o seu dia! – mas não se deixe entusiasmar, tenha os pés assentes na terra, e contrate os serviços que, verdadeiramente, pode pagar.

Leia também: A checklist de casamento para que tudo corra na perfeição… e a tempo!

guardar
Foto: Film Art Team

Despesas incontornáveis: o processo de casamento

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Independentemente de se tratar de um casamento civil ou religioso, o início do processo tem sempre lugar numa Conservatória do Registo Civil. Fomos saber quanto custam as burocracias do casamento.

Quem escolhe um casamento religioso terá de se informar acerca da possibilidade de existirem custos próprios da cerimónia. No caso da Igreja Católica, por exemplo, embora não existam custos obrigatórios, é costume, no final, quando os noivos e os padrinhos recolhem à sacristia para assinar os documentos que oficializam a união, entregar-se ao representante da igreja um donativo, cujo valor fica inteiramente ao critério de cada um.

Mas vamos agora debruçar-nos sobre o “tronco comum” a todos os casamentos realizados no nosso país: o casamento civil.

Em termos gerais, no caso dos casamentos que seguem as linhas mais comuns, sem situações de exceção, o valor a pagar na Conservatória do Registo Civil é de 120 euros. Vejamos agora as exceções:

  • Quem quiser casar fora da Conservatória ou dentro desta mas fora do horário normal de expediente, já paga 200 euros e deve assegurar o transporte do/a Conservador/a ou fazer um acordo cm os interessados relativamente às despesas de transporte.
  • Os noivos que desejem celebrar uma convenção antenupcial, convencionado um dos regimes tipo previstos no Código Civil, deverão acrescentar ao valor atrás referido 100 euros. Se for convencionado um regime atípico de bens, já serão 160€. 
  • Pelo registo da convenção ou da alteração do regime de bens efetuada perante entidade diversa de conservatória do registo civil terão de pagar 30€

E pronto! Contas feitas, temos um valor mínimo de 120 euros e um valor máximo de 390 euros. Bem menos do que o preço de um vestido de noiva…

Aconselhamos os noivos a consultarem o site do Instituto dos Registos e do Notariado ou, melhor ainda, informarem-se na Conservatória do Registo Civil da área de residência de um dos dois com o máximo de antecedência possível, até para garantir a data de casamento que pretendem.

Tratadas as questões práticas da oficialização do casamento, restam-lhe as despesas que estão associadas ao estilo de casamento que idealizou.

Leia também: Afinal, o casamento é um contrato! Decida em que regime de bens vai contrair matrimónio

guardar
Foto: Power On Photography

Como calcular o orçamento do casamento?

A partir do momento em que decide arrancar com a organização do seu casamento será muito importante – fundamental, mesmo! –  começar, então, a fazer contas à vida e elaborar um orçamento global, tendo em conta o dinheiro que têm disponível para o evento das vossas vidas. Este orçamento será a vossa Bíblia durante toda a organização, que durará aproximadamente um ano.

Número de convidados

Para definir o orçamento terá, primeiro, que definir o número de convidados. Este ponto é fundamental e condiciona todas as outras etapas do grande dia. Com efeito, do número de convidados irá depender a escolha do espaço do casamento, assim como do catering e dos menus que cumpram as condições de preço-qualidade, das lembranças, etc.

Na Zankyou sempre falámos muito sobre a lista de convidados e sabemos que o tema é sensível. Haverá sempre aqueles amigos que a convidaram para o casamento deles, mas que não vê há anos, depois há que considerar os amigos dos pais, o colega simpático do trabalho… uma série de pessoas que acaba por convidar por obrigação e que só engordam o preço final. Mas tendo em conta o seu orçamento, mentalize-se que talvez se tenha de libertar desse sentimento de culpa e deixar alguns nomes para trás. O valor final só depende si. Convide apenas quem realmente importa para partilhar consigo o grande dia.

guardar
Foto: Power On Photography

Estilo de casamento

O segundo passo passa por definir o estilo do casamento. Hoje em dia existem no mercado empresas que oferecem soluções descomplicadas e low cost para noivos menos tradicionais. Com efeito há cada vez mais noivos a optarem por casamentos mais intimistas e simples, reservados apenas à família e amigos mais próximos, e há mesmo quem decida casar a dois, apenas com a presença de um oficiante e o registo do fotógrafo, seguindo a tendência que internacionalmente se chama elopement

No entanto, se sempre sonhou com um casamento celebrado numa quinta com extensos jardins ou vinhas, em que todos os seus amigos e familiares se sentam consigo à mesa, prontos para desfrutar de um luxuoso (mas dispendioso) menu de degustação de quatro pratos; se o vestido de noiva que idealizou é assinado por um designer reconhecido na moda nupcial e condiz com sapatos e acessórios da mesma categoria; se não dispensa a equipa de fotógrafos e videógrafos e até prefere contratar mais do que uma para assegurar que o seu grande dia é visto a partir de duas ou mais perspetivas; se sempre quis peónias, rosas e túlipas, e todas as flores que mais a emocionam um pouco por toda a decoração do seu casamento; se acha que os seus convidados merecem aquele mimo ou aquela lembrança que lhe agradece a sua presença; e, sobretudo, se o seu orçamento tem alguma margem e lhe permite alguma flexibilidade, então a sua abordagem precisa de ser menos generalista e mais específica.

Por isso, e para a ajudar, vamos enumerar os diferentes aspetos que terá de orçamentar isoladamente. Porque para um casamento acontecer são necessários inúmeros fornecedores de diferentes áreas, havendo centenas de opções no mercado nupcial. Alguns desses fornecedores são óbvios, mas outros têm a mesma importância e muitas vezes passam despercebidos.

guardar
Foto: Manuel Oliveira Fotografia

Quanto custa um Wedding Planner?

Contratar um serviço de Wedding Planner pode parecer-lhe desnecessário, mas para o desenrolar de um evento com as características de um casamento pode ser essencial. Como organizadores, decoradores e assessores profissionais, o seu conhecimento alivia o trabalho e as preocupações dos noivos, aumentando a qualidade desta importante data. Por seu turno, um wedding planner sabe bem como comparar cada orçamento, de forma rápida e eficaz, lendo cada uma das entrelinhas, conseguindo negociar facilmente o preço dos espaços, do catering, das flores, etc., e sendo capaz de oferecer, de bandeja, qualidade a um preço justo. Já para não falar da rede de contatos que, ao longo dos anos, vai criando ao seu redor, trabalhando com nomes de confiança, que apresentam, muitas vezes, propostas mais atrativas, baseadas no preço. Com efeito, as parcerias já estabelecidas pelos Wedding Planners são uma mais-valia para os seus clientes.

Assim, a grande vantagem de contratar um Wedding Planner é que, depois de lhe entregar a responsabilidade da organização do casamento e um orçamento, este profissional vai ser uma grande ajuda, podendo depender dele a iluminação, os atoalhados, aluguer de materiais, o Seating Plan, as flores e demais detalhes, quer por serviços próprios ou trabalhando com fornecedores que cobrem todas estas necessidades.

Em alguns casos, estes profissionais estão “incluídos” dentro do pacote de serviços até da quinta ou hotel que escolher, outras vezes são entidades ou agências completamente à parte. Este tipo de serviço não deverá ficar por menos de 1000€  – o mais básico, provavelmente – sendo que o valor pelo trabalho de um wedding planner, apaixonado e dedicado, poderá ascender, em média, até aos 10% do montante global de todo o evento.

Leia também: Os 16 erros mais frequentes aquando da organização de um casamento

guardar
Créditos: Do Pedido ao Altar | Foto: Lucho Vargas

O Copo-d’água

Na maior parte dos casos, o investimento com o Copo-d’água  – que inclui, geralmente, o espaço e a comida – equivale a metade do orçamento destinado ao casamento (no mínimo uns 30%). No seu orçamento, crie uma margem para lidar com alguns espaços que lhe permitem que alugue apenas o espaço e lhe dão um preço fixo. E espaços que não lhe cobram pelo aluguer do espaço, mas sim pelo catering. Neste último caso, o valor é cobrado à cabeça, sendo importante saber que – em média – o custo por convidado está entre os 75  e os 120 euros. O total vai depender do número de convidados que marcarem presença: contas simples, se forem 100 convidados, o custo ficará por volta dos 12.000 euros.

Dica dos experts para baixar este encargo: optar por fazer a cerimónia fora da época alta (entre junho e setembro) e a um dia da semana.

Leia também: Casar a uma sexta-feira ou a um domingo: uma ideia bem mais incrível do que imagina!

guardar
Foto: Momento Cativo

Decoração

O espaço que escolher poderá tratar de grande parte da decoração (e esse valor estará inserido no preço que ficar negociado), mas se quiser acrescentar alguns detalhes no styling que aproximem todo o cenário da sua personalidade, pode contar com o expertise de um profissional de decoração para o fazer.

O preço exato de um projeto de decoração pode ser muito díspar, dependendo dos detalhes  – número de convidados, itens personalizados, localização do evento, etc. -, mas a decoração local da cerimónia costuma rondar os 250-450 euros.

Leia também: Como decorar o seu casamento: 5 passos vitais para ter o que sempre sonhou

guardar
Créditos: Monte do Serrinho

Fotografia e vídeo

O fotógrafo e o videógrafo são outros dos grandes protagonistas do grande dia, uma vez que a função deles consiste em capturar os momentos que se vão transformar nas lembranças mais bonitas do casamento nos anos vindouros, inspirando o reviver das emoções através da beleza das melhores imagens. A estes profissionais vai ficar a dever as memórias que permanecerão no tempo, por isso não é onde vai querer poupar. Assim, recomendamos que destine 10% do orçamento total do casamento para a contratação destes profissionais, cujo trabalho artístico está cada vez mais valorizado no mundo nupcial.

Hoje em dia, estes serviços já são independentes ainda que, por vezes, alguns profissionais estabeleçam parcerias para oferecer um pacote. Tal como nos serviços anteriores, os preços são muito variados. A maioria dos fotógrafos de casamento apresenta orçamentos com valores fixos que não variam consoante o número de horas de trabalho. Outros, podem pedir-lhe que um valor base por cada hora que quiser a presença da equipa. Isto significa que os preços podem começar nos 300 euros, mas também podem chegar aos 3000/4000 euros.

Assim, se procura um bom profissional, capaz de lhe assegurar uma boa reportagem fotográfica e filme, pode preparar entre 2000€ a 3000€. Para além disto, as sessões que se realizam antes e pós casamento, em alguns casos noutros países, converteram-se num hábito que implica um desembolso ainda maior.

Leia também: Como escolher o fotógrafo do seu casamento em 5 passos

guardar
Foto: Rui Teixeira Wedding Photography

O vestido de noiva e fato do noivo

Para uma ocasião tão especial como esta, talvez não tenha vontade de olhar a gastos na hora de escolher o seu vestido de noiva. Quem sabe, o seu noivo pensa o mesmo em relação ao seu fato. Mas a verdade, é que vocês contam com um orçamento limitado (em princípio) e também aqui deverão ter em atenção os gastos.

A diferença de preço entre o vestido de noiva e o fato de noivo são consideráveis; elas costumam desembolsar entre 2.000€ a 2.500€ (mas pode custar muito mais), enquanto eles se ficam entre os 300 e os 600, podendo ir até aos 1200 euros ou mais, caso o noivo optar por marcas de alta-costura A verdade é que o vestido de noiva sempre teve uma maior importância, sendo que a confeção (e o preço!) do mesmo está sujeita a variados aspetos, nomeadamente a qualidade dos tecidos e a enorme quantidade de detalhes possíveis.

Além disso, o preço irá variar também consoante o local onde a indumentária – quer do noivo, quer da noiva – é adquirida. Para ela, que conta com maior número e variedade de estabelecimentos dedicados aos vestidos de noiva, o preço pode variar consoante opte por uma determinada marca ou um atelier, sendo estas as duas principais referências. No caso dos noivos, os fatos (fato, smoking ou fraque) podem ser comprados ou alugados (com preços a começar nos 70€), sendo a sua confeção mais simples, pelo que não precisa de ser escolhido com tanto tempo de antecedência como o vestido de noiva. Ora, todas estas condicionantes vão influenciar – obviamente! – o preço.

guardar
Preview Coleção 2021 Gio Rodrigues

Acessórios, cabeleireiro e maquilhagem

Não esquecer também acessórios da noiva – véus, sapatos, bouquet, joias, etc. (reserve entre 500 a 800 euros) e a maquilhagem e o penteado, que são outros serviços que também vai querer e que acrescem também alguns euros no valor total. O preço pode situar-se entre os 120 euros e alcançar os 500 euros, dependendo se quer algo mais simples ou elaborado. É também importante ter em conta que pode variar entre a maquilhagem da noiva, apenas, ou incluir as convidadas (família próxima, madrinhas…).

Leia também: Penteados de noiva: mais de 130 propostas muito TOP!

guardar
Créditos: Jenny Make Up Land

Flores

No que toca a flores, o preço varia imenso. Vai tudo depender dos tipos de flores escolhidos, dos arranjos e bouquets pretendidos. As flores podem começar nos 50€ e ir até aos 3000€.

Neste ponto, pergunte-se se não poderá ir buscar à mesma floral designer não só o seu bouquet, como o das suas damas de honor e também os centros de mesa e outros arranjos florais. Um bouquet apenas poderá variar entre os 80 e os 200 euros, dependendo do tipo de flor que escolher e do tamanho do projeto que preferir. Mas esse valor pode decrescer significativamente se encomendar à mesma pessoa outros arranjos.

Leia também: Os 150 ramos de noiva mais TOP! A melhor seleção para o seu grande dia

guardar
Foto: Film Art Team ® Studios | Flores: Bloom Flores & Eventos

Alianças

Não se pode analisar quanto custa casar sem as alianças. São o grande símbolo do casamento e não podem (obviamente) faltar. É possível encontrar preços entre os 30€ (prata) e os 1.500€ (ouro e diamante). Pode ainda encontrar alianças com um valor de €300 em 9K de ouro, mas se procura 14K, então o custo mínimo será de €600. A partir daqui, gasta aquilo que quiser!

Leia também: Como escolher as alianças para o meu casamento

guardar
Foto: Film Art Team ® Studios | Joias: Allianceday

Quanto se paga pela animação?

O DJ e demais animações definem o grau de divertimento que os convidados podem ter no teu casamento, pelo que também devem ser tidos em conta no orçamento geral. Veja que opções oferece o espaço escolhido, incluindo as animações e os diferentes espetáculos que podem animar a noite. Caso opte por contratar à parte, saiba quais são os preços: uma banda pode custar entre os 700€ e os 1000€; um DJ entre os 500€ e 800€. Contacte sempre vários profissionais e não deixe de os visitar no seu trabalho, para perceber se o seu estilo se adapta ao que deseja para o teu dia.

Leia também: DJ ou banda para a festa do casamento? Os prós e contras!

guardar
Foto: Deambulando

Bolo de Casamento

É habitual que o bolo da noiva seja encomendado a quem é da especialidade. O preço vai ser ficar acima das centenas, num mínimo de 100€.

Leia também: Bolos de casamento: 160 sugestões para adoçar o seu grande dia!

guardar
Foto: Deambulando

Lembranças, convites e demais estacionário

Durante o banquete é tradição entregar lembranças de casamentos a todos os comensais. Ora, o valor total das lembranças irá também variar em função do número de convidados que estejam na sua festa (e inclusivamente a escolha das próprias lembranças, mais caras ou mais baratas). As ofertas começam em modestos valores de 2 euros, mas este ponto fica inteiramente ao seu critério. Só uma regra se aplica: quanto mais unidades encomendar, menor será o preço. Conte, no entanto, reservar-lhes cerca de 450 euros.

Não esqueça também os convites de casamento, que podem “roubar-lhe” sensivelmente o mesmo valor, cerca de 300€ a 450€ do seu orçamento. Faça os cálculos entre entre os 2,5 euros/unidade (mais simples) e os dez euros (mais elaborados). Pondere se não quererá também encomendar um livro de assinaturas especial, cartões de agradecimento, até um save the date. E, mais do que encomendar, pese no seu orçamento se tem espaço para peças personalizadas.

Leia também: 130 convites de casamento: tome nota e convide com estilo!

guardar
Foto: Mitt Photography via Quinta Fonte da Aranha

Não se esqueça de incluir a lua-de-mel no orçamento

Por último, a lua-de-mel também deve estar incluída no orçamento total do casamento. É claro que o valor varia de acordo com o destino escolhido, mas tenha como referência, por exemplo, que as viagens aos destinos paradisíacos mais tradicionais custam entre entre 3.000€ a 5.000€. Considere também várias condicionantes que podem alterar o preço: é muito diferente se viajar em alta ou baixa temporada, se a procura do local que deseja é alta ou baixa, etc. Se contratar pacotes de lua-de-mel, por exemplo, é possível que encontre muito bons preços.

As agências de viagens especializadas em luas-de-mel geralmente acompanham todo o processo de planeamento, mas claro que isso também é pago. No entanto, esta ajuda talvez seja fundamental e deveria considerá-la no seu orçamento, já que é importante que a sua viagem seja segura e, acima de tudo, aproveitada ao máximo. Afinal, é um momento único na sua vida!

Leia também: Vai de lua-de-mel? Saiba como conseguir bilhetes de avião e estadias mais baratas!

guardar
Photo by Nathan Dumlao on Unsplash

Deixe uma parte para extras e imprevistos

É importante que destine uma parte do orçamento do casamento para extras e surpresas que possam vir a… surpreendê-la! A verdade é que os extras nem sempre estão incluídos nos preços finais, sendo uma boa ideia (essencial!) falar tudo o que há para falar com os fornecedores e esclarecer cada detalhe. Pode ainda optar por contratar pacotes com tudo o que necessário (all included), porque embora lhe pareça menos económico num primeiro momento, acaba por ser mais em conta.

bar aberto é um dos exemplos mais claros. Às vezes até pode ser gratuito ao contratar os serviços do espaço, mas em muitos locais é um extra, com o qual devemos contar.

Existem também serviços especiais que começaram a ser incluídos no casamentos nos últimos anos. Um exemplo são as food trucks com gastronomia especial, os photocall, fogos artificiais e outras inovações que têm animado os últimos casamentos. Não esqueça também os serviços de babysitting e eventual transporte para os convidados que vêm de longe e o seu próprio transporte, caso decida alugar um veículo especial.

Todos esses extras vão invadindo pouco a pouco o orçamento, quase sem darem conta, sendo fundamental tê-los em conta na soma final. Portanto, é bom que seja realista e não se deixe levar por caprichos. E, sendo assim, e com os pés assentes na terra, já poderá então dedicar uma parte do orçamento a possíveis emoções extras, como as citadas acima.

guardar
Foto IG @joannaboothweddings

Imprevistos

Acrescente também ao seu orçamento um valor destinado aos imprevistos, acidentes, mudanças, inclusões repentinas (mais convidados, por exemplo) e qualquer outra coisa que possa surgir. Evite eventuais aflições com um orçamento mais folgado.

Leia também: 12 imprevistos de casamento: saiba como lidar com eles!

guardar
Foto: Rui Teixeira Wedding Photography

Pegue na caneta e dê uso à calculadora! Agora que já sabe com que custos pode contar, talvez seja mais fácil dar início ao processo de organização do seu casamento. Ressalvamos de novo: tenha apenas em atenção que nem sempre tudo corre como planeado. Preveja sempre alguma (ainda que pequena) margem de erro nas suas contas. E não se concentre apenas no dinheiro que vai gastar, usufrua também deste momento feliz. Só planeamos o nosso casamento uma vez (assim esperamos)!

Talvez também lhe interesse:

 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Edgar Dias Photography Fotógrafos e vídeo
Jenny Makeup Land Maquilhagem noivas
Power On Photography Fotógrafos e vídeo
Momento Cativo Fotógrafos e vídeo
Deambulando Fotógrafos e vídeo
Film Art Team ® Studios Fotógrafos e vídeo
Rui Teixeira Wedding Photography Fotógrafos e vídeo
Atelier Gio Rodrigues Lisboa Estilistas noiva
Allianceday Joalharia e bijuteria
Monte Do Serrinho Quintas casamentos
Do Pedido ao Altar Wedding planners
Atelier Gio Rodrigues Estilistas noiva
Lucho Vargas Fotografia Fotógrafos e vídeo
Bloom Flores & Eventos - Braga Decoradores casamentos
Manuel Oliveira Fotografia Fotógrafos e vídeo