Como organizar um casamento em casa em cinco passos

Quando pensa em casamentos, a primeira imagem que lhe vem à mente são os jardins e os salões que servem de cenário à boda. Mas não tem de ser assim. Já pensou casar em casa, na tranquilidade do seu espaço, seja ele grande (e até com quintal) ou mais reduzido? Esta opção é perfeita para casais que desejem um casamento intimista, para quem tem propriedades de luxo ou para quem não tem os recursos desejados. E o resultado, longe de perder o brilho, pode ser uma verdadeira maravilha!

Se quiser organizar um casamento em casa, tome nota destes cinco passos.

Passo 1. Pensar no tamanho da casa

Há vários motivos para que decida organizar o seu casamento em casa. A ideia de celebrar um casamento íntimo é uma delas. A intimidade gerada pela casa da família, geralmente ligada ao número de convidados reduzido, perfeito para criar aquele ambiente aconchegante e privado, é um dos motivos mais convincentes. Nalguns casos, o casamento é tão íntimo que consiste apenas em refeições ou jantares de 5 ou 10 pessoas, por isso uma casa é o cenário perfeito. Outra razão está relacionada com o apego sentimental a essa casa, tornando-a no local ideal para unir os dois enamorados. Uma das razões menos boa tem a ver com a dificuldade que alguns convidados têm em chegar ao local da boda, seja por motivos de mobilidade ou por possível stress.

Organizar casamento em casa
Foto: Mémorelle – Photography&Video

De um ponto de vista puramente económico, muitos casais contraem matrimónio em casa para poupar na contratação de um espaço que, juntamente com o serviço de buffet, encarece muito o casamento. Outros casais, no entanto, aproveitam para organizar o seu casamento, nas suas terras, quintas ou casas de luxo com jardins infinitos.

Organizar casamento em casa
Foto: Mémorelle – Photography&Video

Mas antes de planear o casamento em casa, o mais importante é ser realista e saber o que isso implica. É mais fácil, se tiver uma casa de médio a grande porte, com vários espaços para organizar tudo e, de preferência, com um jardim. Não é que este seja obrigatório ou que você precise de uma mansão para receber os seus convidados, mas os jardins dão mais liberdade de movimentos aos seus amigos e familiares. Por outro lado, se o objetivo for só formalizar a união, com os mais chegados, o tal jantar de 10 pessoas é suficiente. Nesse caso, a casa nem tem de ser muito grande.

Organizar casamento em casa
Foto: Mémorelle – Photography&Video

Passo 2. Organizar o espaço

Um casamento em casa precisa de uma organização minuciosa para que o espaço seja otimizado. Se a ideia for que a boda tenha tanta pompa e circunstância, como se fosse celebrada numa quinta ou hotel, a casa deve ter vários espaços, para facilitar a mobilidade de convidados e, claro, dos profissionais contratados. Um wedding planner é muito bem-vindo para ajudar a organizar o espaço e sugerir alternativas, já que este tem experiência para realizar todos os tipos de casamentos. Mas você e o seu noivo (e, até mesmo, sua família) também terão que dar a sua contribuição nesta organização.

Foto: Aguiam Wedding Photography

Primeiro, você terá que decidir se o seu casamento em casa inclui a cerimónia ou se esta ocorre noutro local. No primeiro caso, o trabalho será maior para todos, já que a montagem de espaços será mais trabalhosa. Se a casa for grande o suficiente para condicionar áreas diferentes, não haverá problema. Em qualquer dos casos, pondere recorrer às flores, como elemento decorativo. Estas ficam perfeitas, não só no jardim, como no altar e nas cadeiras dos noivos e convidados, por exemplo. As mesas devem ter alguns detalhes que denunciem o tema do casamento, como caixas de madeira, luzes, velas, candeeiros e o seating plan.

Aguiam Wedding Photography
Foto: Aguiam Wedding Photography

Se você celebrar o casamento no jardim da sua casa, partimos do princípio que este aconteça na primavera ou no verão e que o tempo deva estar bom. Mas, “não vá o Diabo tecê-las”, mais vale ter um plano B. Inclua toldos para o caso de chover. Na parte interna da casa, seria bem pensado considerar uma sala de emergência, apesar de esta opção depender muito do tamanho da casa.

Se celebrar o casamento no jardim, arranje-o a pensar no casamento e escolha um estilo que combine com ele. Aproveite as flores e toda a natureza envolvente para criar o ambiente que você sempre sonhou para a sua boda. Depois, puxe pelo “Do It Yourself (Faça você mesmo), para completar alguns itens ornamentais, e nada de colocar muita coisa, se quiser ganhar em conforto. Lembre-se: “menos é mais”.

Balão de Sonhos
Balão de Sonhos

Como não nos estamos a referir a um casamento “normal”, o cocktail e o banquete (pode suprimir o primeiro) podem ser realizados na mesma área. O primeiro, como em qualquer celebração deste tipo, pode ser servido em pé. O resto da refeição deve ser servida já com toda a gente sentada à mesa. As mesas não precisam ser redondas, como na maioria dos espaços. Podem até ser mais para o longas, o que é bastante mais prático… Ou quadradas, sem seguir padrões estabelecidos. Para decorá-las, sugerimos que dê especial atenção ao centro da mesa. Pode optar por colocar flores num pequeno jarro, simples e originais, e acompanhá-las com velas. O que diz?

Os profissionais da restauração devem ter espaço para trabalhar, mesmo que não seja o ideal. Os cozinheiros e empregados de mesa devem ter um lugar para cozinhar e dispor a comida, seja na própria cozinha, numa sala separada ou no jardim. Se contratar fotógrafos e animadores, destine uma sala para estes deixarem os seus equipamentos e se prepararem para o trabalho.

Across the Mountains
Foto: Across the Mountains

Passo 3. Receber bem os convidados (com conforto)

Não se engane, um casamento em casa não dá abertura para que negligencie de alguma coisa. É o seu casamento, por isso os convidados têm de se sentir bem, confortáveis e devem divertir-se. Então, faça tudo o que puder para que eles se sintam à vontade!

Foto: Luis Efigénio Photography

Primeiro, pense numa área de estacionamento ou informe-se sobre um local próximo, onde todos possam deixar o carro. Também recomendamos que contrate um meio de transporte que leve (quase) todos os convidados ao casamento, seja a partir do local da cerimónia ou de um ponto de encontro específico. Esta opção é a melhor, para evitar muito trânsito perto de sua casa, ou o desespero pela procura de estacionamento.

Já em casa, destine vários espaços (e diferentes) à festa. Seja racional e limite o número de convidados, já que o excesso de pessoas num lugar pequeno pode gerar confusão e desconforto. Pense também na iluminação, especialmente quando a noite chegar. Coloque candeeiros nas zonas mais importantes e deixe manchas escuras, nas áreas mais decorativas e românticas.

Foto: Momento Cativo

Tenha também em conta o número de casas de banho que tem em casa. Será que são suficientes para o número de pessoas que quer convidar? Talvez não fosse mal pensado alugar alguns WC móveis, tal como vê nos concertos. Isto se a sua casa tiver jardim, claro!

Finalmente, você deve pensar num espaço específico para a música, seja esta passada por um DJ ou tocada por uma banda. Nesse mesmo espaço, deve haver uma pista de dança, para que todos possam apreciar a música expressando-se o melhor que sabem. Certifique-se também de ter tomadas suficientes para ligar todos os dispositivos que o grupo possa trazer.

Foto: Ana Pastoria Photography

Passo 4. Contar com profissionais à altura

Quando nos referimos a profissionais à altura, referimo-nos a fornecedores que sabem adaptar-se a todos os tipos de contextos. Em casamentos celebrados em casas, geralmente há menos espaço para estes se locomoverem e trabalharem, portanto as pessoas contratadas devem usar bem os recursos e não interferir negativamente no desenvolvimento da celebração.

Dream Weddings Europe / Premium events

É melhor contratar um catering que consiga fazer tudo de forma prática. Ou seja, que possa ser organizado na cozinha, numa sala próxima da festa ou numa pequena tenda, no exterior da casa. O mais prático é um cocktail ou um buffet em barraquinhas de comida ou em vários cantos. Ou então, escolha servir à mesa, mas com menos pratos à disposição.

Quinta do Roseiral - Catering
Quinta do Roseiral – Catering

Passo 5. Aproveitar os detalhes

A criatividade é uma virtude que ganha terreno nos casamentos pequenos, em especial quando nos referimos a algo tão importante para uma pessoa, como a mudança do estado civil. Neste caso, até os noivos têm de usar da sua imaginação e capacidade de improviso para criar a boda dos seus sonhos.

Foto: Momento Cativo

Sendo os “patrões do lugar”, o casal costuma tomar mais decisões e intervir em aspetos que, num casamento regular, pertenceriam a um profissional. Assim, assume as rédeas em aspetos, como a decoração, a música ou a organização de diferentes áreas mais personalizadas. É o caso de um espaço de jogos para entreter os adultos e um espaço só para as crianças, com baloiços e insufláveis (dependendo do espaço). Sugerimos também que puxe pela imaginação para surpreender os convidados com lembranças criativas. Já que você poupou no local da celebração, você poderá investir um pouco mais para comprar ou criar algo melhor.

Confesse, nunca tinha pensado na hipótese de casar em casa. Mas, agora, que leu este post, está (quase) convencida. É fácil, comece pelo passo 1.

Créditos: Quinta D’Azenha
Créditos: Quinta D’Azenha | Fotografia: Helder Couto Photo

Se, por outro lado, o seu objetivo, for mesmo algo de arromba, numa festa interminável, ensinamos-lhe a organizar um casamento de dois dias em cinco passos. Neste caso, o melhor é levar dois vestidos de noiva.

Veja o nosso vídeo onde lhe explicamos como organizar o seu casamento civil, que agora é mais simples, mais rápido e menos burocrático.

E ainda para ajudá-la na organização do seu casamento

Descarregue o nosso ebook com as melhores dicas!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Foto: Luis Tenza
Como organizar um casamento express em 5 passos
Três meses para prepara um casamento? Esta conjugação de palavras pode ser suficiente para deixar muitos noivos em ponto de ebulição. Em poucas linhas vamos dar uma mãozinha para que em apenas 90 dias possa pôr o seu casamento de pé. E ser feliz para sempre!
Como organizar um casamento temático em 5 passos
Como organizar um casamento temático em 5 passos
Não é de surpreender que os casamentos se tenham tornado numa revolução criativa por entre cores, temas, estilos e sabores. Mas, acredite, ainda há um longo caminho a percorrer e existe sempre uma forma de reinventar. Neste artigo, descubra como organizar um casamento temático em 5 etapas.
Foto: Diana Nobre Fotografia
Como organizar um casamento que não se pareça com um casamento
Vai casar, mas não quer organizar um casamento que envolva uma grande preparação ou simplesmente não tem tempo para tal? Nós ajudamos!

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação