Como organizar um casamento íntimo em cinco passos

Como organizar um casamento íntimo em cinco passos

"Poucos mas bons", "menos é mais", muito se poderia dizer para justificar um casamento intimo. Mas hoje vamo-nos focar apenas nos cinco passos essenciais para o organizar. Tome nota!

  • Planear o Casamento
  • Recomendações
  • Casamento íntimo

Durante muitos anos, a tendência era para casamentos grandes, cheios de pompa, circunstância e convidados. Agora cada vez mais os casais estão a reverter esta dinâmica, apostando em casamento íntimos, apenas com os parentes e amigos mais próximos. E são os noivos do novo milénio, adultos que demoraram mais para alcançar a estabilidade económica, que colocaram em prática o conceito. Se bem que há exemplos de casais das gerações anteriores que também adotaram este tipo de casamento.



Seja por questões económicas, número de convidados ou pela busca de simplicidade e personalização, há casais que escolhem esta opção, conseguindo na mesma um casamento absolutamente maravilhoso. Uma celebração íntima cuida dos detalhes em excesso, ganha em emoção e proximidade, transmite maior confiança e é uma garantia de que se vai poupar bastante.

São estes os cinco passos para organizar um casamento intimo. Tome nota!

Passo 1. Determinar número de convidados

Os casamentos pequenos ou íntimos têm regras (não escritas) que devem ser cumpridas para que o conceito faça sentido. Uma delas é que o número de convidados não exceda os 60 ou 70 elementos. Se tiver mais do que este número a boda deixaria de ser intima. Na delicada tarefa da organização do casamento a que chamamos lista de convidados, primeiro você deve pensar no número máximo de pessoas que deseja convidar. O orçamento que tem estipulado é fundamental neste momento. Em seguida, faça um rascunho com o nome dos seus convidados, do seu noivo e os que têm em comum. Vai ver que esse primeiro rascunho terá mais convidados do que o esperado, o que é normal, já que é complicado fazer uma triagem “certinha” logo no início. Quando você apanhar o primeiro susto, começará a “podar” a lista, como se de uma flor se tratasse, e eliminará alguns elementos, até que a lista fique pronta.

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

É muito importante que informe os seus convidados sobre o tipo de casamento, ou seja, mais relaxado, “com poucos, mas bons!”. De certeza que os seus amigos e familiares vão respeitar e entender a sua decisão. Se calhar, até vão gostar muito. Há sempre quem não goste de confusões.

guardarSLcasamentos
SLcasamentos

Passo 2. Escolher o espaço adequado

É importante determinar o número de convidados, nem que seja só de maneira aproximada, para saber que tipo de espaço escolher. Não é preciso que tenha já a lista definitiva, mas convém que tenha uma ideia. E isto aplica-se não só ao espaço da cerimónia, como ao do copo d’água. Nos casamentos íntimos, há mais por onde escolher, como locais com pequenos jardins, ermidas ou enseadas. Já os casamentos grandes exigem infraestruturas maiores e um maior número de compartimentos para fazer face a tanta gente.

guardarThrall Photography
Thrall Photography

O local do banquete é um dos primeiros a ser reservado, por isso também é importante que estabeleça um número aproximado de convidados e comece a testar terreno. Até porque alguns locais que poderiam ser interessantes (para si) podem não contemplar celebrações excessivamente pequenas. Assim, você terá que se esforçar um pouco mais na busca.

Considerando tudo isso, muitos casais preferem juntar “dois em um” e celebrar a cerimónia e a festa subsequente no mesmo espaço. No caso de casamentos fora do local de residência, independentemente da área (incluindo Destination Weddings), os noivos podem estender o casamento e transformar a sua comemoração num fim de semana, aproveitando o espaço e o número de convidados para aumentar o carácter intimo do evento.

guardarThrall Photography
Thrall Photography

Passo 3. Personalizar a cerimónia

Um casamento íntimo dá origem a um maior à vontade para experimentar coisas (decoração, animação, catering…), sem medos, graças ao número de convidados e à confiança que tem com todos eles (é por isso que você escolheu um casamento íntimo). Depois de muito experimentar, já poderá personalizar a boda. E a cerimónia é o primeiro ponto que você deve pôr ao seu gosto, transformando o momento num ato verdadeiramente emocionante, que deixe todos à beira das lágrimas.

guardarCasa Stop Eventos
Casa Stop Eventos

Primeiro, pense na música. Esta pode ser colocada ou tocada por um conhecido ou um pequeno grupo (solista, dueto, cantor e compositor …). O seu casamento intimista pode, desta forma, até ser mais aberto a uma maior participação de seus convidados. Embora muitos casais encham o casamento de surpresas, o mais lógico é que os familiares e amigos saibam de antemão o que lhes espera, para poderem também eles preparar alguma coisa. Se você tiver amigos corajosos ou parentes que queiram dedicar-lhe algumas algumas palavras, o casamento será muito mais pessoal e sentimental.

Passo 4. Organizar um banquete tipo cocktail ou buffet

Esta é uma das fases mais interessantes na organização de um casamento íntimo. O banquete não tem que seguir as normas de sempre, com todos sentados à mesa, à espera de serem servidos com três pratos. Propomos, em vez disso, um cocktail cheio de coisas boas ou um buffet, onde os convidados se possam servir à vontade. A vantagem é que depois nem têm de se deslocar para outro espaço para aproveitarem a festa.

Este conceito vanguardista é muito mais informal, porque nos tempos atuais, procura-se mais o fast food (que pode ser saudável) e alimentos fáceis de consumir, mas sem nunca perderem o toque de sofisticação que a a ocasião pede. Neste tipo de casamento, a variedade é fundamental. Os seus convidados até vão apreciar mais poderem escolher entre muitas iguarias, como ostras, mini hambúrgueres, ou sushi. Sejam estes servidos de pé, pela equipa do catering, ou servidos em várias mesas espalhadas pelo espaço. 

guardarCoral a Sushi Concept
Coral a Sushi Concept

Noutros casamentos íntimos, o banquete pode ser servido de acordo com as regras tradicionais, mas reduzido a espaços mais acolhedores, que geralmente ainda têm mais charme.

Passo 5. Adaptar certos detalhes

Se optou por um casamento íntimo, terá mais margem para usar da criatividade. Puxe pela imaginação para criar cantos diferentes, a pensar nas poucas (mas boas) pessoas que convidou. Jogue com cores e temas de uma forma mais pronunciada.

guardarDreamday
Dreamday

Antes de começar com a decoração, estabeleça um estilo de casamento. Se não se conseguir decidir por nenhum, crie um script que sirva de base à forma como você gostaria que cada fase da boda acontecesse. Começando pelo convite, que é a carta de apresentação do casamento, até o último detalhe da festa, tudo deve seguir uma direção, que num casamento íntimo pode ser destacada de forma mais notória. Se você tiver dúvidas, contrate um wedding planner que a ajudará, pelo menos, a lançar as bases do incrível evento que você está a organizar.

guardarIdeia Genial
Ideia Genial

Os pequenos espaços, comuns em casamentos com menos de 70 pessoas, permitem uma decoração mais económica, mas também mais glamorosa e aconchegante. Neste sentido, é mais fácil criar atmosferas. E a música é um veículo fundamental para que o consiga. Contrate músicos ou grupos que saibam como interpretar temas conhecidos e que estejam presentes não apenas durante a festa, mas durante toda a noite. Um DJ também não é uma má escolha, mas é mais adequado para grandes casamentos, onde a festa é organizada num espaço grande.

guardarHappy Moments
Happy Moments

Os casamentos íntimos também permitem que você seja mais generosa com os seus convidados, não apenas brindando-os com uma bela decoração ou com serviços especializados, mas nos presentes que lhes irá distribuir depois do banquete. Embora um casamento intimo tenha como objetivo principal ser menos dispendioso, você pode fazer um esforço para oferecer presentes mais caros ou mais personalizados. Concorda?

guardarCasa Stop Eventos
Casa Stop Eventos

Agora está na hora de saber as respostas para continuar em frente nesta decisão de organizar um casamento mais para o intimista. Também poderá ser importante para si saber as 5 vantagens em ter um pequeno (grande) casamento

E como um casamento intimo é mais pequeno, pode muito bem ser organizado no seu lar. Fique então com estes cinco passos para organizar um casamento em casa.

E para ajudá-la na organização do casamento clique no play

E descarregue o nosso ebook 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

SLcasamentos Fotógrafos e vídeo
Ideia Genial Convites
Thrall Photography Fotógrafos e vídeo
Happy Moments Animação casamentos
Dreamday Wedding planners