Como organizar um casamento de dois dias em cinco passos

Como organizar um casamento de dois dias em cinco passos

Tanto trabalho na organização da festa de casamento para depois só a usufruir num só dia? De facto, pode parecer pouco. E, se calhar, é. Por isso, há muitos casais que prolongam os festejos por dois dias ou mais... Será o seu caso? Então saiba como organizar o seu casamento de dois dias em cinco passos

  • Planear o Casamento
  • Conselhos

Dois dias de casamento? Sim, sim, leu bem. De facto, não é muito usual, mas há sempre quem considere importante comemorar “até mais não” a passagem da sua vida para outra fase – a da maturidade. É a partir daqui que os noivos vão, finalmente, passar a partilhar tudo, sempre com o prazer da companhia um do outro. Prolongando os festejos, sempre aproveitam melhor todo o esforço que implicou a organização da boda, evitando aquele sabor amargo de “tanto esforço por tão pouco”.

Se você é daquelas que quer evitar aquele “amargo de boca”, aproveite bem a sua festa de casamento e prolongue-a por dois dias. Para isso, só terá de ter mais algum trabalho e coordenação. Já agora, contratar um wedding planner seria muito bem pensado. Seja como for, aqui ficam os cinco passos de como organizar um casamento de dois dias. Tome nota!

Passo 1. Desfrutar um novo conceito

A organização de um casamento de dois dias é diferente das outras, mas também não é para deixá-la louca. O importante é que você perceba o conceito e o usufrua na sua plenitude. O mais comum é que um dos dias tenha um maior grau de intimidade, com menos convidados e que seja mais informal. É mais descontraído e tranquilo, dedicado apenas a amigos e familiares chegados. O outro dia já é guardado para a grande celebração.Cabe a si escolher se prefere a loucura no primeiro dia de festejo ou a seguir ao dia de maior relax.

guardar
Foto: Mywedding

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Alguns casais preferem que o dia diferente (mais íntimo) seja antes do casamento, talvez para aproveitarem mais a paz e enfrentarem o ‘dia D’ com mais energia. Noutros casos, os casais optam por organizá-lo logo após a grande festa e, precisamente, descansar com a família e os amigos depois de um dia tão louco. Em ambos os casos, este tipo de celebração é geralmente escolhido em casamentos no verão, porque o clima convida a isso.

Passo 2. Organizar os espaços

O ideal é aproveitar o mesmo espaço para organizar os dois dias do casamento, porque facilita a organização e sai mais económico. Contudo, há muitos casais que preferem mudar de ambiente e acabam por se ver em bolandas de um lado para o outro. Não é tão prático, mas pronto… Cada um sabe de si… Mas se optar pelo mesmo local nos dois dias de celebração, certifique-se que este tenha todo o tipo de conforto necessário e serviços que propiciem uma longa estadia, especificamente jardins, piscina, spa, locais de lazer e alojamento. Desta forma, o dia mais informal será destinado à piscina, refeições em conjunto, jogos e bebidas, com um merecido descanso após todo o dia. A ideia é gerar uma comunhão entre as pessoas mais próximas e mais queridas, uma espécie de comunidade pontual que dê origem a um bom ambiente e permita que você desfrute do casamento a outros níveis.

guardar
Foto: Ludgi Fotógrafos

Outros casais com orçamento mais elevado escolhem a costa para celebrar o casamento, designando um daqueles dias para sair de barco e passar o dia em enseadas, restaurantes de praia ou no próprio iate. Também há aqueles que preferem a montanha, excursões no meio da natureza e depois terminam o dia com refeições, jogos e festas com os círculos mais próximos. Se a zona for mesmo linda, você também pode oferecer visitas guiadas e prolongar o casamento até o final de semana, com momentos de cultura, turismo e lazer.

guardar
The Wedding Wonderland

O segundo dia implica uma organização semelhante à de um casamento regular. No entanto, se você já passou a noite no local onde vai decorrer a festa, tudo será mais fácil, porque pode idealizar tudo ao pormenor e organizar a estrutura da cerimónia, o espaço do banquete e as outras zonas, desde o primeiro momento.

Também há casais que preferem não fazer distinções e organizar duas grandes celebrações, cada uma em cada um dos dias, organizadas de acordo com estilos diferentes, sem que nenhuma delas seja especialmente informal.

guardar
Foto: Ludgi Fotógrafos

Mas o mais usual, tal como foi dito, é haver uma mais informal, tanto no modo de se vestir quanto no tipo de comida servida ou nos espaços escolhidos para a cerimónia, para os aperitivos, para o banquete ou para a festa em si. A outra já seria mais tradicional, como manda os cânones de casamentos que sempre vimos. Nas duas celebrações, os convidados seriam os mesmos, embora isso implique um gasto maior.

Passo 3. Propor um catering variado

Na seção gastronómica, os convidados do seu casamento têm de experimentar uma autêntica montanha russa de sabores, cheiros e texturas. Dois dias percorrem um longo caminho e não devem ser exatamente iguais.

Assim, o dia informal deve ser dedicado à alimentação informal, pelo menos em termos de preparação, apresentação e consumo. Destacam-se os cocktails em cantinhos ou postos de comida (sushis, carnes grelhadas, fast food, doces …), buffets e food trucks, perfeitos para desfrutar de pé ou em longas mesas, dispostas do lado de fora da quinta. E abusando ainda mais da informalidade, faça churrascos e piqueniques de temas específicos, no verão e na primavera. O conceito da natureza nos casamentos está a tornar-se cada vez mais obrigatório e é perfeito para este tipo de festa. E porque não carrinhos de pipocas e algodão doce?

guardar
Oui Love You

Quanto ao dia formal, o banquete é semelhante ao de um casamento tradicional, talvez menos pesado, com cocktails longos ou exclusivos (com elementos semelhantes ao do primeiro dia) ou banquetes de três cursos (entrada, prato principal e sobremesa), muito mais leves. Em casamentos de outros estilos, a celebração é usada para continuar com a informalidade e servir refeições mais autênticas, como pratos de arroz ou pratos típicos da região, sem usar o protocolo tradicional.

Passo 4. Fazer sucesso com uma decoração contrastante

Uma das vantagens de um casamento de dois dias é a combinação de estilos e contrastes que podem ser criados. O dia informal merece uma decoração menos ornamentada, mais casual, moderna e em pequena quantidade. Em geral, aqueles que optam por dias tranquilos optam por um tema específico, mas não recriam a decoração, aproveitando apenas a que já vem no espaço escolhido. Assim, o dia poderoso, o grande dia, será diferente para obedecer a um estilo muito específico e usar todos os tipos de detalhes, incluindo flores.

guardarQuinta do Avesso
Quinta do Avesso

As flores dizem muito sobre um casamento, o seu estilo e sobre o próprio casal. Para as bodas clássicas, usam-se muito rosas, lírios, gardénias ou tuberosas, em geral, em tons pastel. Nas bodas românticas, recorre-se aos lírios e orquídeas brancas combinadas com folhas verdes, assim como flores silvestres que alongam aquela sensação bucólica. Para as bodas modernas, as orquídeas brancas misturadas com samambaias ficam a matar. Nos casamentos campestres, o melhor é optar por margaridas, anémona, dálias, crisântemos, sinos, violetas e rosas do jardim.

guardar
The Wedding Wonderland

Em alguns destes eventos de dois dias, ambos os dias são celebrados em todo o seu esplendor, alterando temas, estilos e formalidades. Assim, o uso de algumas flores ou outros elementos decorativos, dependendo do estilo do casamento, será vital para diferenciar e criar os contrastes esperados.

Passo 5. E o vestido?

O vestido também faz toda a diferença, neste conceito de celebração duplo. Como um dos dias é mais dedicado à informalidade, nesse dia a noiva deve ir precisamente mais leve e descontraída, mas não menos elegante. Neste caso, a noiva pode optar por um vestido de corte simples, com tecidos finos e leves, em branco cru.

No entanto, se os noivos, em vez de passarem um dia relaxante, preferirem dar destaque à noite, num ambiente mais formal e elegante, a indumentária- clássica e sóbria é mais indicada, já que sugere uma maior sofisticação.

guardarAguiam Wedding Photography
Foto: Aguiam Wedding Photography

O outro dia é diferente (o grande), porque o vestido é um dos protagonistas e é pensado para fazer a diferença. Neste caso, o protocolo habitual para um casamento diz que a noiva deve escolher o vestido que melhor se adapte à sua figura e personalidade. Este pode ser mais ou menos elegante ou casual, mas o importante é que faça a noiva sentir-se única entre os outros convidados.

O melhor é ficar já com uma ideia de como escolher o vestido de noiva em 5 passos.

guardarAguiam Wedding Photography
Foto: Aguiam Wedding Photography

Como vê, não é assim tão complicado organizar um casamento de dois dias. Basta cumprir estes passos, que tudo será mais fácil.

Lembre-se é que tem de esquematizar bem como quer a festa e onde a celebrar. O resto são detalhes… Mas de extrema importância… Até o preço, já que este deverá subir um pouco. Por falar em preço, se pretende uma boda low cost, fique com estes cinco passos.

E já pensou se quer casar pelo civil ou pelo religioso? Ah, é católica? Então, saiba como fazer a entrada e saída da Igreja em 5 passos. Caso contrário, veja o nosso vídeo com as melhores dicas para organizar um casamento civil.

E para ajudá-la na organização

Descarregue o ebook Como organizar o seu casamento“!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Quinta do Avesso Quintas casamentos
Oui Love You Wedding planners
Mywedding Fotógrafos e vídeo
Aguiam Wedding Photography Fotógrafos e vídeo
Ludgi Fotógrafos Fotógrafos e vídeo