Publicidade
Organizar um casamento a dois perfeito: Elopement Wedding é já uma tendência entre casais no mundo inteiro!

Organizar um casamento a dois perfeito: Elopement Wedding é já uma tendência entre casais no mundo inteiro!

Sabia que o Elopement Wedding é já uma tendência entre casais no mundo inteiro? Então, por que não casar só com a companhia do seu noivo... E, já agora, do celebrante?

  • Planear o Casamento
  • Conselhos
  • Amor
  • Felicidade
  • Casal

Já aqui introduzimos o conceito de Elopement Wedding, um estilo de casamento perfeito para quem não pretende gastar muito dinheiro, mas não dispensa fazer uma celebração ou, simplesmente, para os casais que sonham com um momento só deles. Partilhámos, inclusivamente, um apaixonante Destination Wedding em Sintrade um casal que escolheu o nosso país para o cenário do seu momento vivido a dois, cheio de significado! Mas hoje vamos mais longe: vamos dar-lhe algumas dicas para fazer o seu Elopement Wedding, caso esteja a pensar nisso. Sim, porque apesar de aliviar um pouco as responsabilidades inerentes à organização de um casamento de maiores dimensões, há sempre detalhes que devem ser tidos em conta. Ora vamos lá então!

guardarThrall Photography
Thrall Photography
Publicidade

Antes, voltemos novamente ao conceito. O que é, ao certo, um Elopement Wedding? Decerto já viu um filme em que dois personagens ficam perdidamente apaixonados (ou bem doidos) e correm para Las Vegas completamente inebriados (ou embriagados!) e quando caem em si, no dia seguinte, percebem que estão irremediavelmente… CASADOS?! Pois bem, esta pode ser uma definição de Elopement Wedding, mas o casamento a dois também pode ser tranquilamente colocado em prática por casais em perfeita consciência, que o fazem apenas por uma questão de tempo, dinheiro, gosto pessoal, modo de vida incompatível com festas tradicionais ou até mesmo por falta de paciência para organizar uma grande festa. Ou, como já o referimos, por aqueles que apenas querem viver o momento com maior intensidade e intimidade.

Descubra as 6 atitudes que revelam maior intimidade num casal que o sexo: venham conhecê-las!

guardarEstúdios Santa CruzSolicite informação sobre “Estúdios Santa Cruz”
Estúdios Santa Cruz

Apesar de parecer mais simples de organizar, vamos então abordar alguns dos aspetos essenciais para que nada estrague este momento de comunhão exclusiva entre si e o seu amor.

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

guardarFotoclickSolicite informação sobre “Fotoclick”
Fotoclick

1. Não, os seus amigos e a sua família não vão gostar da ideia!

Bem, já adivinhava que isto podia acontecer, não? A verdade é que, ao princípio, só os noivos acham esta ideia fantástica. Por isso, quando revelar a sua decisão à sua família e aos seus amigos, é provável que a sua mãe vá educadamente chorar para um canto, que a expressão do seu pai de repente fique sisuda, que a sua avó se agarre ao coração acelerado e que a sua melhor amiga a bloqueie no Facebook! Por isso, é fundamental conversar com todos pessoalmente, ANTES do casamento. Jamais, em tempo algum, deixe de os avisar que irá optar por um casamento a dois. Mesmo que saiba que, para além de inevitavelmente tristes, poderão sentir-se frustrados por não estarem a ser convidados para participar num momento tão importante da sua vida, pior será se os surpreender com um anúncio a posteriori com um simples “Casámos!”. Se preferir, pode sempre incluir os seus pais e irmãos (ou melhor amigo/a) na “fuga”.

Descubra também tudo o que precisa saber sobre a família dele antes do casamento.

guardarRicardo MeiraSolicite informação sobre “Ricardo Meira”
Ricardo Meira

2. Burocracia? Não há como escapar!

Bem, se chegou até à fase da burocracia, já ninguém vos pode convencer a desistir. Informe-se sobre o que necessita para casar e, se quiser trocar juras de amor com o seu amado no estrangeiro, veja se tem a documentação toda em dia e se o país para onde quer ir exige alguma documentação específica, bem como o período de espera, o número de testemunhas necessário e todos estes trâmites que o mundo burocrático nos proporciona. Siga também aqui as nossas dicas. 

3. Estabeleça um orçamento e escolha o local

Quando se fala em “elopement wedding” provavelmente vem logo à ideia a imagem do casal perante um celebrante com os pés na areia ou nas águas azul-turquesa da Ilha Maurícia, mas se tiver um orçamento reduzido pode celebrar o seu casamento no cartório da sua zona de residência, na sua praia favorita, no seu resort de sonho ou em qualquer outro lugar próximo que tenha um significado especial para vocês. Bom, e claro, podem sempre contratar um celebrante na Ilha Maurícia e casar lá, aproveitando para fazer a lua-de-mel. É preciso ter a noção de que se optar por fazer um casamento a dois, muitas das coisas que anteriormente lhe pareciam impossíveis de se concretizar, tornam-se muito mais acessíveis. Mas também não se esqueça que aqui, em Portugal, temos destinos incríveis!

Veja também 80 espaços, 80 casamentos de sonho: casar em Portugal é do melhor que há!

guardarVanessa & Ivo
Vanessa & Ivo

4. Celebrante especializado neste tipo de casamento

Sim, há celebrantes especializados em Elopement Weddings, portanto, como pode ver, nele terá todo o apoio e certeza de que o seu casamento (celebrado a dois… Ou três, já que o celebrante também estará presente) terá tudo para ser  maravilhoso, tanto ou mais do que os ditos tradicionais. O Celebrante Mariano Salvatore Sarno é um grande adepto deste tipo de casamento e tem vindo a especializar-se cada vez mais para que os noivos terminem a cerimónia completamente satisfeitos com a sua decisão… E até superando-lhes a expectativa. Tal como o próprio admite este tipo de boda requer uma celebração muito própria e especial, quase sempre acompanhada por especiais ritos simbólicos. “Como celebrante, a minha tarefa é dar ao casal o máximo das emoções, para que possa viver um momento absolutamente inesquecível e para que possa ter aquela sensação do prazer de serem só os dois, mas não aquela da solidão e da falta de familiares e amigos.”

Mariano Salvatore Sarno, tem vindo cada vez mais a celebrar elopement wedding, cada um com caraterísticas bem marcadas. É o caso do casamento a surpresa (normalmente é o noivo que organiza a cerimónia para fazer uma surpresa à noiva); casais que casam sem o apoio ou a aprovação das famílias; casais estrangeiros (sobretudo brasileiros) que querem simplesmente um casamento muito romântico numa praia ou num hotel muito especial. “Todos estes casais optam pela cerimónia simbólica, à procura de um casamento personalizado super íntimo e romântico”, esclarece Mariano.

guardarCelebrante Mariano Salvatore SarnoSolicite informação sobre “Celebrante Mariano Salvatore Sarno”
Celebrante Mariano Salvatore Sarno
guardarCelebrante Mariano Salvatore SarnoSolicite informação sobre “Celebrante Mariano Salvatore Sarno”
Celebrante Mariano Salvatore Sarno
guardarCelebrante Mariano Salvatore SarnoSolicite informação sobre “Celebrante Mariano Salvatore Sarno”
Celebrante Mariano Salvatore Sarno

5. Wedding Planner, fotógrafo e profissional de vídeo especializados

Estes três profissionais poderão ser indispensáveis para que não se arrependa nem durante, nem depois do seu casamento. Por mais que este estilo de casamento seja mais “despreocupado”, um wedding planner ao seu lado vai evitar que se aborreça com os horários de chegada de fornecedores e do celebrante, ou até mesmo reservas de mesa ou qualquer outra ideia que tenha tido para a sua cerimónia. Além disso, se for casar no estrangeiro e tiver uma assessoria no local poderá sugerir-lhe lugares especiais que jamais um turista teria acesso. Depois, o fotógrafo e o profissional de vídeo são, obviamente, fundamentais para que registe o momento para sempre e para que possa partilhar o momento do “Sim, aceito” com os amigos e familiares que não estavam lá com vocês.

Com os AhHA! Photos de certeza que o seu casamento se tornará completamente mágico, porque vai poder contar com as mais belas e sinceras fotos, vistas pelo prisma de dois fotógrafos, a Ana e o Rui. São sempre os dois no vosso casamento, desde o Making-of, com a Ana na casa da noiva e o Rui na casa do noivo, até os mandarem embora.

“Gostamos da dinâmica dois fotógrafos, duas visões, dois olhares, duas técnicas, não nos sobrepomos, completamo-nos. Enriquece o resultado final e facilita o trabalho no local. Damo-nos bem, somos bem-dispostos, gostamos de bons amigos, boas gargalhadas e de aproveitar a vida!”, confessam à Zankyou.

Estes fotógrafos recorrem ao estilo da fotorreportagem para retratar todas as emoções e levar a quem não esteve presente a sensação de ter estado. Basta olhar para uma das fotos deles para perceber que adoram o que fazem. “Gostamos de pormenores, lágrimas e risos, sapatos, relógios, o cão e o gato, a mãe apressada, o pai nervoso a fingir que não está, as amigas lindas e mais nervosas do que a noiva, os amigos a gargalhar…”, finalizam.

Ainda há dúvidas?!

guardarAhHA! Photos Marque já uma reunião com AhHA! Photos
AhHA! Photos
guardarAhHA! Photos Marque já uma reunião com AhHA! Photos
AhHA! Photos

6. Economizar? SIM, consegue!

A duração de um Elopement Wedding é muito  – mas muito! – Mais curta do que um casamento convencional. Por isso, se marcar a data num dia da semana e horário fora dos momentos considerados “de pico” pelos profissionais mencionados, de certeza que irá conseguir boas negociações.

Veja também Serão as pessoas casadas mais felizes? Descubra o que diz a ciência.

guardarVítor Neves - FotógrafosSolicite informação sobre “Vítor Neves - Fotógrafos”
Vítor Neves – Fotógrafos

7. A dois sim, mas como todo glamour!

Alguns casais levam o casamento a dois ao extremo da despreocupação e acabam por não planear nada de especial. Não caia no mesmo erro. É o seu casamento! Preocupe-se da mesma forma com o seu vestido de noiva. Pode ser algo mais simples e casual, apropriado a um casamento civil, mas arrase! Escolha um bonito bouquet e faça um fantástico penteado, que a faça brilhar como nunca neste grande dia. Reserve uma mesa no seu restaurante preferido (ou o restaurante do hotel) e prepare-a com todo o requinte, com um centro de mesa de sonho, loiça requintada, etc. Acompanhe o jantar a dois com uma garrafa de champanhe e todo o romantismo que a ocasião exige. Não esqueça que é um dia MUITO especial!

Veja também Como organizar um encontro inesquecível!ç

guardarMomento Cativo
Momento Cativo
guardarMomento Cativo
Momento Cativo

8. Faça (ou não) uma festa pós casamento

Tendo por objetivo incluir os pais e amigos na celebração (ou amenizar alguma mágoa que tenha restado da decisão anterior), alguns casais optam por fazer uma festa de casamento tradicional quando regressam a casa. A noiva veste o seu vestido novamente, juntam-se todos à refeição, o casal dança, corta um bolo e cria um registo de casamento rodeado pelas pessoas mais íntimas. Tenha apenas em atenção que, neste caso, o timming é muito importante: a festa deve acontecer numa semana muito próxima à da cerimónia. Qualquer data mais tarde será considerada de mau gosto, sobretudo se tiver uma lista de casamento ou estiver à espera de presentes em dinheiro.

Veja também Mini-weddings: 8 razões para que o vosso seja um!

guardarRui Cardoso PhotograhpySolicite informação sobre “Rui Cardoso Photograhpy”
Rui Cardoso Photograhpy

Todos os caminhos levam ao “Sim”, mas alguns são mais longos e tortuosos. Este pode parecer um bom atalho, desde que combine consigo! Se ainda não se decidiu, veja como definir o estilo do seu casamento segundo as dicas dos especialistas.

Veja também as nossas dicas para organizar o casamento com que sempre sonhou.

Talvez também lhe interesse:

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Momento Cativo Fotógrafos e vídeo
Estúdios Santa Cruz Fotógrafos e vídeo
Rui Cardoso Photography Fotógrafos e vídeo
AhHA! Photos Fotógrafos e vídeo
Thrall Photography Fotógrafos e vídeo
Vanessa & Ivo Vídeo para casamentos
Ricardo Meira Fotógrafos e vídeo
Fotoclick Fotógrafos e vídeo
Vitor Neves - Fotógrafos Fotógrafos e vídeo
Publicidade

Dê-nos a sua opinião