Lua-de-mel: Top 6 das coisas mais "desviadas" pelos recém-casados

A lua-de-mel tem um significado muito forte para os recém-casados. É um marco que vai ficar nas suas memórias pelas melhores razões: é um tempo que o casal tem para estar sozinho e usufruir ao máximo da companhia um do outro, de preferência, num cenário paradisíaco e diferente do habitual. Muitas vezes, é na lua-de-mel que se conhecem, biblicamente falando. Sim, porque, ao contrário do que se possa pensar, não eram só as suas avós que casavam virgens. Hoje, há todo um movimento pró-celibato, antes do matrimónio…

Toda esta introdução é para lembrar que a lua-de-mel devia ser conotada com algo de belo e carregado de boas energias, que os noivos deviam “agarrar” para se prepararem para toda uma vida em conjunto.

Foto: MarcoClaro Wedding Photographer

Será que o facto de cometerem um pecado aqui e ali pode estragar o significado da lua-de-mel? Talvez não, até porque os pecados a que nos referimos têm a ver com os “pequenos” desvios de lembranças dos sítios por onde passaram. A gerência dos hotéis já nem se surpreende e até, de certo modo, compreende, desde que sejam coisinhas leves, como pequenos sabonetes ou champô. O pior é quando os “pombinhos” se “atiram” às molduras, pratos, televisões e até aparelhos de ar condicionado…

Pelo sim, pelo não, o melhor é ler o manual de núpcias para as noivas do novo milénio.

Foto: Momento Cativo

Na verdade, os noivos gostam muito de ficar com o …

Roupão e chinelos

Nada bate o prazer de trazer para casa um roupão e uns chinelos com o logótipo do hotel gravado. Para além de darem jeito, são uma recordação do tempo passado pelos enamorados! Sem falar que, quando se entra num quarto, nada dá mais prazer do que trocar os sapatos pelos chinelos e vestir o roupão depois de um duche morno. Afinal, a viagem de avião foi longa! Os chinelos e roupões transmitem aquela sensação imbatível de conforto e acolhimento. Em especial, se estiver frio. Concorda?

Então, que tal uma lua de mel na neve: a magia de um Inverno romântico?

Foto: Adriana Morais

Cortinas e lençóis

Este já é um “roubo” um pouco mais grave. Está bem que os noivos devem ter passado umas noites magníficas debaixo daqueles lençóis e adoraram olhar para a janela, vislumbrando aquelas belas e alegres cortinas, mas será que justifica passarem a vergonha de serem apanhados ou de terem que pagar mais no aeroporto, por levarem extra peso? Sem falar que o ato em si não é lá muito bonito.

Solicite informação sobre João Almeida
João Almeida

Talheres e cinzeiro

Atenção que o problema de peso mencionado em cima também pode ocorrer se encher a sua bagagem com um cinzeiro de ferro maciço e uns talheres de inox. Está bem que têm a marca dos sítios por onde passou e são bem giros, mas será que você mesma não sentirá vergonha pelo seu ato? E olhe que é mais fácil ser apanhada nos restaurantes fora do hotel.

Solicite informação sobre Filipe Santos Fotografia
Foto: Filipe Santos Fotografia

Livros, revistas e pilhas

Sabia que há muitos casais a roubares as pilhas do comando da televisão? “Podia-lhes dar para pior”, pensa você, com ironia. Pois é, roubam isso, prejudicando o próximo casal que ficar com aquele quarto, e ainda levam as revistas e livros que por lá virem. Até dá a sensação que para muitos noivos o importante é levarem qualquer coisa dos hotéis, só para ficarem com uma recordação, seja ela qual for, mesmo que não percebam a língua e não saibam o que vem escrito nesses manuais. Seja como for, se a viagem for longa, podem sempre se entreter a ver as imagens.

Já que não se importa de não perceber a língua do país que visitar, experimente uma lua-de-mel na Croácia com sabor medieval e mediterrâneo

Foto: Shutterstock

Champô e gel de banho

Parece impossível, mas o champô e o gel de banho são surripiados por quase toda a gente! Até parece que já é uma regra de conduta nos hotéis. Só faltava haver uma placa a dizer: “por favor, não se esqueça de afanar os nossos champôs e gel de banho”. A grande vantagem destes produtos é que estão em garrafas pequenas, que não pesam na bagagem. Sem falar que são muito atraentes à vista e envergam a marca do hotel, de forma clara e óbvia. Há lá melhor recordação?!

Solicite informação sobre M'ar De Ar Aqueduto
M’ar De Ar Aqueduto

Fora do hotel  … postais, guias e ímanes

Como resistir à tentação de desviar postais, guias e ímanes, como lembranças da lua-de-mel? Talvez longe de casa seja mais fácil as pessoas sentirem-se acima da lei, sem punição. É por isso que tendem a assumir mais riscos. As lojas de souvenirs, ainda por cima, deixam os seus objetos lá fora. Assim, torna-se complicado resistir! Mas cuidado: mesmo essas lojas têm câmaras. Não se deixe apanhar!

Foto: GlebStock

E você, já se sentiu alguma vez tentada? Diga a verdade! Nós mantemos segredo.

Entretanto, tome nota de 10 opções inconvencionais para uma lua de mel inesquecível e leia este mini-guia para uma lua-de-mel de sonho!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Zi Fernandes
Recém-casados: abrir uma conta bancária conjunta, sim ou não?
Abrir uma conta conjunta depois do casamento é uma decisão que não se deve tomar de ânimo leve. Há algumas questões que deve analisar, inclusivamente você mesma
Nelson Marques Photography
23 canções alternativas para a vossa primeira dança de recém-casados
Se querem sair do padrão dos clássico, estejam atentos a estes temas alternativos para a primeira dança de casados de fresco!!
FarAway
11 Gif's que resumem a vida dos recém-casados
Então? Isto fê-la rir um pouco!

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação