Poupar no casamento: Gastar pouco = gastar bem

Ai a crise, a crise… Só de ouvir falar em cortes orçamentais as noivas portuguesas começam logo a tremer. “Lá se vai o meu casamento!” Nós estamos aqui para vos tranquilizar. Gastar pouco não significa ter menos, ou ter “menos bom”. Significa gastar bem, planear com antecedência, não desperdiçar e usar a imaginação. É uma das tendências para 2013! Vai ver que até acaba por se divertir mais ainda durante a organização do seu casamento – e de graça!

Tendências Casamentos 2011 - Gastar pouco = gastar bem

Vamos por partes:

Ponha os pontos nos is. Ou melhor, os traços nos €s. Poupança sem orçamento não existe. por isso, defina exactamente qual o valor que pode gastar. Nem mais um cêntimo!

Depois de saber quanto pode gastar, falta apurar em quê. Nesta fase os noivos devem juntar-se, muito sossegadinhos, sem ninguém à volta a dar opiniões, e fazer alguns exercícios. Por exemplo: cada um deve escrever num papel como imagina o seu casamento em apenas cinco linhas. Quando trocarem os papéis, de certeza que vão ficar surpreendidos com a simplicidade das coisas que vos farão verdadeiramente felizes no vosso dia.

Comece a planear o seu casamento com uma antecedência confortável. Não, não são umas semanas. O ideal seria um ano! É verdade. Assim terá tempo suficiente para fazer muitas pesquisas, ler os artigos todos da Zankyou de fio a pavio, e seleccionar os contactos que vale mesmo a pena fazer. Verá que consegue melhores preços por encomendar produtos ou reservar serviços mais cedo – e não se esqueça dos saldos!

– Regatear é uma arte e nem toda a gente a domina, mas a causa é nobre, por isso, vamos lá a esgrimir bem esses argumentos! Use a antecedência, o modo de pagamento, o número de convidados, os preços da concorrência… e recolha os frutos da sua justa batalha.

-Não deixe nenhum pormenor de fora. Poupar, aliás, é uma arte que se esconde precisamente nos pormenores: saiba como poupar nos convites, na decoração, na lua-de-mel, na animação do copo de água, nos sapatos de noiva e até no vestido!

– Recorra às tecnologias! Comece por se inscrever na Lista de Casamento Zankyou e não pense mais em prendas. Depois aproveite as funcionalidades deste serviço e resolva a questão dos convites e das confirmações num abrir e fechar de olhos, sem gastar um tostão.  E ainda lhe resta o site do seu casamento, onde poderá ir contando as peripécias dos preparativos e recrutando ajudas para as faltas.

– Se chegar a meio e o orçamento já for a três quartos, tem dois remédios: um é cortar naqueles pormenores de que já não se vai lembrar daqui a vinte anos, como as argolas de guardanapo personalizadas. E outro é pôr mãos à obra e fazer dos seus serões magníficos convívios de trabalhos manuais com todos os amigos e familiares de que se consiga lembrar.

Angarie patrocinadores! Pode pedir à tia Susana para a pentear, à namorada do João para a maquilhar, à sua sogra para fazer umas quantas sobremesas e ao seu pai para aplicar todos os seus conhecimentos de logística na organização das mesas. Para lhes agradecer, faça uns crachás divertidos com cartolina e alfinetes-de-ama a dizer “Eu patrocinei este casamento com…”.

– Para situações drásticas, medidas drásticas: transforme o copo-de-água num “chá dançante” e proporcione uma tarde divertida e saborosa a todos, sem gastar rios de dinheiro em comida. Então se cada um levar qualquer coisa para acrescentar à ementa… perfeito!

– Em caso de angústia, lembre-se sempre do verdadeiro motivo por que se vai casar. Foque-se no que é verdadeiramente importante e pense que, daqui a 50 anos, vão rir à gargalhada com os netos a contar-lhes como é que convenceram os convidados a levar a própria cadeira para a festa!

E para aqueles noivos mais audazes e muitos persistentes, e com muito tempo e paciência, existe sempre a hipótese de optar por um casamento patrocinado !

Mais tranquila? Vai ver que será possível encaixar o seu casamento de sonho no seu orçamento real, e ser igualmente feliz para sempre! Veja mais dicas de como poupar no nosso artigo 8 dicas para um casamento low-cost.

Agora que já lhe contámos alguns dos nossos truques, conte-nos também os seus 🙂

Gostou deste artigo? Partilhe

Comentários (5)

Catiuska
11 de October de 2010

Olá

vou casar numa sexta-feira e não a um sábado, porque sai mais barato. Fica aqui a dica! Felicidades a todas as noivas.

Responder
CCC
12 de November de 2010

Podemos sempre optar por não casar…

Fica de borla, e evita-se um mais que provável divórcio, tão ou mais caro que o casamento, passado alguns meses/anos…

Se é grátis, é de aproveitar!!!

Responder
Elsa_Rap
17 de January de 2011

que pessimista! LOL

climerio
5 de April de 2011

Joana eu também vou casar em junho de 2012 dia 23 pra ser exata.
Já contratei, dj, lugar, carro para me levar… fiz por ansiedade né, já fui até ver preços dos vestidos… mas temos q ir com calma… ainda dá tempo, vou tentar não ficar ansiosa e olhar a decoração, igreja e vestido a partir de junho… rs
Mas nada impede de ficar babando nos sites vendo as fotos dos vestidos de noiva….rsrs
Felicidades e bons preparativos…

Responder
Vestido de noiva
28 de May de 2011

Patrocino sua festa!!! http://www.vestidodenoiva.in

Responder

Dê-nos a sua opinião

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

Trabalha no mundo dos casamentos?
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional, Zankyou ofrece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em mais de 19 países. Mais informação