Arte de negociar. 7 dicas para chegar a acordo com o seu parceiro

Arte de negociar. 7 dicas para chegar a acordo com o seu parceiro

Viver a dois nem sempre é fácil. O segredo está no saber respeitar e negociar, sempre com muito tacto e diplomacia

  • Vida a Dois
  • Conselhos
  • Noivos
  • Casal

A maior parte das conquistas surgem graças à capacidade que o Homem tem de negociar. Nas relações amorosas acontece o mesmo. É importante que haja diplomacia e tacto no casal. Ou seja, marido e mulher devem saber quando é hora de ceder ou de impor a sua vontade, ou seja, devem saber negociar, mas com conta, peso e medida. Nunca de forma intransigente, sem perceber as necessidades do companheiro. O contrário também tem de ser tido em conta. Nada de se subjugar à vontade constante da sua cara metade, caso contrário a sua relação vai acabar por se desgastar muito rapidamente. Uma pessoa que se deixe anular só ganhará o desrespeito do parceiro.

guardarSolicite informações sobreSolicite informação sobre “Solicite informações sobre”
Foto: Mylittle Sins

Primeiro que tudo, o casal deve perceber que são pessoas diferentes, com gostos, interesses e necessidades também divergentes. O importante é que os dois se respeitem e se preocupem, não só consigo mesmos, mas com o outro. Posto isto, devem tentar chegar a um meio termo, ou tentar satisfazer ambas as partes.  Na negociação, seja flexível e disponibilize-se mentalmente para fazer alguns sacrifícios. Como? Siga as dicas abaixo e faça a sua relação durar.

guardarSolicite informações sobreSolicite informação sobre “Solicite informações sobre”
Foto: 135 milímetros

1. Decida! Quer levar a sua avante ou ser feliz?

Você tem duas opções, quando estiver em desacordo com o seu parceiro: ser feliz ou querer a todo o custo ganhar a “luta”. Tem de ter consciência que numa negociação, não tem de ganhar sempre. Há que respeitar e entender a vontade alheia e, se perceber que até não temos razão, dar a mão à palmatória. Tente arranjar um meio termo. Se ontem você “ganhou” a negociação, hoje é a sua vez de ceder. Não há nada pior que viver com uma pessoa intransigente.

2. Diga “eu” em vez de “tu”

Acredite ou não, funciona. Ao dizer: “tu não fazes nada, por isso, lá estou eu outra vez a lavar os pratos”, está a acusá-lo, levando a que ele fique logo na defensiva e com menos vontade de a perceber. Opte antes por dizer: “Eu sinto que deveria fazer mais coisas em casa, incluindo lavar pratos, o que achas disso?”. Desde que não o diga em tom irónico, ele vai sentir-se mal e perceber que a devia ajudar mais com as lides domésticas.

guardarSolicite informações sobreSolicite informação sobre “Solicite informações sobre”
Paulo Castro Photography

3. Dê para receber

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Numa relação, há que aprender a ceder naquelas coisas que nos afectam, mas que acabam por trazer benefícios à relação. Dê para receber. Noutro dia, será ele a sacrificar-se por si. Este é um dos princípios básicos para uma boa relação.

4. Entenda que numa relação, ambos têm as mesmos deveres e direitos

Não se esqueça que está num relacionamento a dois. Não é só um que tem direito a tudo e o outro a nada. Os dois são iguais, como um só! Tanto tem você direito a ser feliz, como ele. E não se esqueça que se estiverem bem um com o outro, ficarão os dois felizes.

guardarSolicite informações sobreSolicite informação sobre “Solicite informações sobre”
Lourenço Wedding Photography

5. Ceda antes de desistir

Ao negociar com o seu parceiro, seja a primeira a ceder, se vir que a discussão não vai levar a lado nenhum; deixe-se de orgulhos e seja a primeira a reconhecer que nem sempre está certa. Se você tiver essa postura, vai dar abertura para que o seu marido a entenda melhor e, até quem sabe, o resultado da “luta” saia melhor para si do que imaginava.

guardarSolicite informações sobreSolicite informação sobre “Solicite informações sobre”
Foto: Mylittle Sins

6. Evite interpretar pensamentos e sentimentos do seu companheiro

Muitas vezes, em discussões de casal, ouvem-se frases como “eu sei o que estás a pensar”; “eu sei que és-me infiel, eu sinto isso.” Você não é clarividente nem tem nenhuma bola mágica, pois não? É impossível saber-se exactamente o que outra pessoa pensa ou sente, por mais que a conheçamos. Antes de julgar o seu namorado, converse com ele e tente entendê-lo.

guardarSolicite informações sobreSolicite informação sobre “Solicite informações sobre”
Foto: 135 milímetros

7. Estar de acordo nem sempre é necessário

Nem oito nem oitenta. Da mesma maneira que você deve saber ceder e ouvir o lado do seu companheiro, também deve ter consciência que muitas vezes não dá mesmo para estar de acordo com ele. O importante, nestas situações, é que discordem, concordando. Afinal, não temos todos de pensar de igual modo, já que somos seres únicos e diferenciáveis.

guardarSolicite informações sobre
1Love4Ever Photography

Amar e negociar parecem ser palavras incompatíveis, mas na verdade até se complementam mais do que parece à primeira vista. Se discutir, é pouco romântico, imagine o que seria se rompesse a relação por falta de entendimento!

Não vai querer perder os 12 segredos para construir um lar feliz com o seu amor.

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Lourenço Wedding Photography Fotógrafos e vídeo
Paulo Castro Photography Fotógrafos e vídeo
135 milímetros Fotógrafos e vídeo

Dê-nos a sua opinião

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!