Boas notícias: mais casamentos e menos divórcios em Portugal!

Boas notícias: mais casamentos e menos divórcios em Portugal!

O número de casamentos em Portugal aumentou 3,8% em 2017, face ao ano anterior, e o número de divórcios diminuiu 3,4%!

  • Atualidade
  • Impressionantes
  • 2017
  • Portugal

Porque na Zankyou acreditamos no Amor e não desistimos do “felizes para sempre”, ficamos muito felizes por saber que, de acordo com os dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o número de casamentos em Portugal aumentou 3,8% em 2017 face ao ano anterior e o número de divórcios diminuiu 3,4%. 

guardar
Prenúncio de Festa – Wedding Planners

De acordo com as estatísticas demográficas divulgadas, durante o ano passado realizaram-se em Portugal 33 mil e 634 casamentos, dos quais 523 entre pessoas do mesmo sexo.

Assim, o número total de casamentos aumentou 1.235 relativamente a 2016 (32.399), em resultado do acréscimo da nupcialidade quer entre pessoas do sexo oposto (mais 1.134 casamento) quer entre pessoas do mesmo sexo (mais 101).

guardar
Foto Visual Daniel
guardar
Foto Visual Daniel

Já o valor da taxa bruta de nupcialidade aumentou para 3,3 casamentos por mil habitantes (3,1 em 2016).

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

Segundo as estatísticas, o adiamento da idade do casamento é uma tendência que se tem mantido ao longo das últimas décadas e para ambos os sexos. Assim, a idade média do primeiro casamento em 2017 situou-se em 33,2 anos para os homens e 31,6 anos para as mulheres, o que compara com 32,8 anos e 31,3 anos, respetivamente, em 2016.

guardar
Diana Nobre Fotografia
guardar
Diana Nobre Fotografia

Relativamente aos divórcios, as estatísticas demográficas do INE indicam que em 2017 foram decretadas 21 mil e 930 dissoluções de casamentos, menos 719 do que em 2016.

Ainda segundo o INE, 21 mil e 577 divórcios dizem respeito a casais residentes em território nacional (22 mil e 340 em 2016) e 353 (309 em 2016) a residentes no estrangeiro.

O aumento do número de divórcios de casais residentes em território nacional, que se vinha a verificar desde 2006, foi interrompido a partir de 2011, passando a uma diminuição em 2014. Em 2015, de acordo com o INE, registou um aumento, para voltar a descer e 2016 e 2017. A maior redução foi verificada em 2013, com menos 2 mil e 855 divórcios decretados em relação ao ano anterior e em 2017 o decréscimo foi de 763.

guardar
José D’Oliveira – Happiness Happens
guardar
José D’Oliveira – Happiness Happens

Para além de terem diminuído, verificou-se que as pessoas se divorciam cada vez mais tarde, sendo que a idade média para o divórcio foi de 45,6 anos para ambos os sexos, superior à verificada no ano anterior, que se situou nos 44,9 anos. No que diz respeito às diferenças entre sexos, as mulheres divorciaram-se em média aos 44,5 anos e os homens aos 46,7 anos.

guardar
Diana Nobre Fotografia

As más notícias vão para o número de bebés nascidos em 2017: ao contrário da subida de nascimentos registada em 2016, o número voltou a descer no ano passado. Nasceram 86.154 bebés, menos 972 do que no ano anterior. Esse é um número já distante dos quase 90 mil nascimentos de 2012, registados ainda no início da crise económica e financeira que teve um impacto direto na demografia.

Do ponto de vista global, o panorama também não é sorridente: a população residente em Portugal continua a diminuir e está cada vez mais próxima de passar para baixo da barreira dos 10 milhões de habitantes.

Talvez também lhe interesse:

Dê-nos a sua opinião

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!