Crie o seu próprio bouquet. Nós explicamos-lhe como fazê-lo crescer no quintal!

Já pensou em criar o seu próprio bouquet de casamento? Há quem possa pensar que esta é uma ideia disparatada e complicada, mas você não tem de ir nessa má “onda”. Até porque, se não tiver um jardim, a sua avó tem um lindo quintal, certo? Então, porque hesita? Há lá maneira melhor de personalizar o seu ramo de flores, do que com as que lhe são mais familiares e cultivando outras no mesmo espaço? Só tem de pensar num ramo com as flores lhe fazem lembrar a sua infância, os dias bem passados com os seus avós, a lanchar rodeada de natureza, e aquelas pelas quais se apaixonou, já em idade adulta. 

Com este artigo, vai perceber que criar o seu bouquet será uma experiência gratificante!

Arte Magna Fotografia
Foto: Arte Magna Fotografia

O importante é que você chegue ao altar com a certeza de que o seu bouquet e até a decoração floral da cerimónia são “a sua cara”. Sem contar que é mais económico e ecológico do que a escolha tradicional.

Siga este guia e comece já a criar o mais lindo bouquet do mundo. E se for no quinal da sua avó, diga-lhe que a vai ajudar com a jardinagem.

1. Mentalize-se e procure aliados

Como o amor e a união que você vai celebrar, terá de tratar e cuidar do jardim que a vai presentear com as mais belas flores. Avançamos já que terá também de ter alguma paciência. Em especial, se plantou algumas flores novas para conjugar com aquelas que cheiram tanto a infância! Se você é uma noiva com muitas ocupações, é vital que peça ajuda, mas não se preocupe! A sua família ficará feliz em ajudá-la a regar as flores quando você não puder estar presente. Aliás, a sua avó já é perita nisso!

Por outro lado, se o seu casamento estiver muito próximo da data, a opção de cultivar o seu bouquet não será a melhor, por isso recomendamos que não se case às pressas. Senão, o melhor é apenas escolher as flores mais bonitas do quintal e pronto! 

Duas Quintas - Torres Vedras
Duas Quintas – Torres Vedras. Créditos: Hugo Coelho

2. Planifique com antecedência

Como já explicámos, o tempo será o seu maior aliado para que consiga criar o bouquet dos seus sonhos. Se você tiver um ano, pelo menos, melhor! A partir daí é só procurar inspiração e pesquisar o nome das suas flores favoritas.

Antes de mais nada, deve ter uma ideia das espécies que vai cultivar. Para isso, inspire-se nestas ideias, pois, de acordo com o seu gosto, a sua decoração de casamento e as suas cores favoritas, deve pré-selecionar várias espécies para fazer um arranjo muito original.

3. Visite um horto perto de casa e selecione as espécies que mais gostou

Antes de escolher outra espécie para incluir no jardim, certifique-se que esta é das que cresce rápido e dá-se bem com o clima predominante no mesmo. Qualquer coisa, o horto pode sempre dar-lhe algumas dicas sobre qual a que melhor que se adapta às suas necessidades (de criar um bouquet em 12 meses). Depois, é só munir-se de amor e mentalizar-se que é bom comunicar com as flores, para que cresçam saudáveis. Sim, leu bem… Deve-se falar com as plantas e flores, porque elas também têm sentimentos! Então, pode pensar em escolher…

Fuente: http://howtodiyweddingflowers.com
Fonte: How To DIY Wedding Flowers

Hortênsias. Estas são algumas das flores favoritas das noivas, porque são muito estilizadas e elegantes. Além disso, são perfeitas para as noivas adeptas do minimalismo. As gardénias também são lindas, graças ao seu estilo clássico e elegante. Sem falar nas sua textura aveludada com uma cor branca intensa. É pela sua beleza, que é uma das mais usadas para fazer bouquets de noiva.

E, claro, as rosas: as grandes protagonistas nos casamentos, pelo seu caráter romântico e a sua variada gama de cores. Não se esqueça de contemplar os Crisântemos, pois a sua força e versatilidade são perfeitas para complementar a composição floral que deseja.

Mas há uma flor que não pode mesmo deixar de lado: a Gypsophila. Mais conhecida por lírio do vale, esta flor é  uma “névoa de pureza” no seu casamento. Sabia que o lírio do vale é sinónimo de felicidade recorrente e de boa sorte?

Nuno Belo Photographer
Nuno Belo Photographer
Nuno Belo Photographer
Nuno Belo Photographer

Você também pode optar por ser prática e cultivar apenas belas flores silvestres, que são muito resistentes a diferentes temperaturas, solos e, portanto, menos exigentes em cuidados. Algumas delas são as Margaridas, os Jacintos, as Gerberas, as já mencionadas Hortênsias, Lírios e Gardénias, as Virgíneas, a Flor do Açafrão e a Anémona. Desta forma, você terá mais hipóteses de se sair bem-sucedida nesta tarefa! Sem falar que o jardim onde cresceu vai ficar ainda mais lindo!

Wendy Creating Moments
Wendy Creating Moments. Foto: Plumeria
Duas Quintas - Torres Vedras. Créditos: Hugo Coelho
Duas Quintas – Torres Vedras. Créditos: Hugo Coelho

4. Leve em consideração o cuidado e a manutenção

Algumas flores exigem cuidados mais delicados, por isso é melhor optar por colocá-las em estufas. No entanto, muitas outras podem apenas requerer alguns cuidados moderados em casa. Seja como for, todas necessitam de nutrientes, compostos, água e humidade. Portanto, não se esqueça de certificar-se se tem tempo e capacidade para cumprir todos os cuidados exigidos para cada espécie, antes de as comprar.

Duas Quintas - Torres Vedras. Créditos: Hugo Coelho
Duas Quintas – Torres Vedras. Créditos: Hugo Coelho

5. Prepare o terreno

É importante que prepare o solo, para que este receba da melhor maneira possível as sementes que lá colocar. Para isso, deve começar por remover resíduos, pedras, ervas daninhas e qualquer outra impureza. Depois, não se esqueça de colocar um composto ou algum substrato absorvente (casca de coco ou arroz) para melhorar os nutrientes, antes de plantar ou transplantar plantas ou flores. Como sabe, num solo fértil, cresce tudo… Incluindo o amor!

Ludgi Fotógrafos
Foto: Ludgi Fotógrafos

Além disso, você deverá preparar as condições, dependendo da espécie que escolher … Se você, afinal, não puder plantar nada no jardim da sua avó, e tiver de se contentar com um telhado ou uma varanda, opte apenas por comprar vasos bonitos. O tamanho destes depende também do tamanho da flor. O ideal seria plantar três flores diferentes para compor o bouquet.

6. Mãos à obra

A partir do momento que já tiver tudo bem planeado e tiver as sementes nas mãos, é hora de começar a trabalhar! Siga as instruções de cada espécie que escolher e faça uma lista dos nutrientes mais convenientes para todas. Tenha um calendário de cultivo, irrigação e alarmes que a ajudem a lembrar-se dos dias de fertilização ou aqueles em que tem de colocar os nutrientes necessários para a terra. No seu mercado ou cidade, você pode encontrar muitos nutrientes específicos para as diferentes fases da planta, a preços muito convidativos. Assim, cria todas as condições necessárias para fortalecer o crescimento, a floração e a resistência de suas plantas/flores a possíveis geadas ou doenças.

Glimpse Fotografia
Foto: Glimpse Fotografia

7. Aproveite o crescimento e a experiência

Lembre-se de que esta será uma atividade de aprendizagem que durará vários meses. Não se preocupe se a qualquer momento achar que não tem mãos para esta tarefa, porque, com a supervisão correta, disciplina e amor ao projeto, tudo sairá bem.

8. O momento de fazer o arranjo do bouquet

A partir do momento em que as flores e plantas que tiver plantado já tiverem crescidinhas, terá de mantê-las lindas e viçosas, até ao Grande Dia. Depois, é só colhê-las e pensar na melhor maneira de as conjugar. Dependendo do estilo que quiser para o seu arranjo ou da inspiração que tiver no momento, você pode montá-lo de forma arredondada, ou de forma mais “despenteada” com a ajuda de fitas coloridas, fios e muitos outros materiais. Ponha de lado tudo o que precisa e bom trabalho! O resultado só poderia ser este…

Ludgi Fotógrafos
Ludgi Fotógrafos

De certeza que agora já se sente mais descansada. Finalmente, vai ter o bouquet dos seus sonhos… E melhor ainda, feito por si. “Assim, tem mais valor, pensa você“. E tem! Tem o valor do seu amor pelo seu noivo, o valor do seu compromisso e o valor da sua criatividade. Vivam os noivos!

Se ainda tem algumas dúvidas, fique com esta galeria com os ramos mais Top. A melhor seleção para o seu grande dia. E clique no play para seguir as nossas dicas e fazer as escolhas certeiras!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Hélder Couto Photo
As músicas mais divertidas e badaladas para atirar o bouquet: a seleção dos experts!
As músicas que completarão um dos grandes momentos do seu casamento casamento: o instante em que atira o bouquet para todas as suas amigas solteiras!
Os novos ramos de noiva usam-se assim...
Os novos ramos de noiva usam-se assim...
Não há ramos nem noivas iguais, mas sabe como se usam os ramos de noiva nesta estação? Nós desvendamos todos os detalhes!
Foto: a pajarita
Bouquets com aro: os mais originais de 2018
Atreva-se a ser diferente e aposte no novo buquet de 2018. Agora vêm com um aro em forma circular. Arrisque!

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação