Eis os oito passos para superar uma ruptura amorosa

É natural que tenha sonhado com uma vida tipo contos de fada! Só que, mal entra na idade adulta e começa a ganhar algumas responsabilidades, apercebe-se que a vida é muito mais que um sonho de infância. Tem momentos bons, agruras, divertimentos e desilusões. É a maturidade e a experiência de vida que lhe vai dar a capacidade de ultrapassar os obstáculos, onde se incluem os dissabores amorosos, tão difíceis de viver.

Se está a ser muito difícil para si ultrapassar esse desgosto, tome nota dos oito passos para superar uma ruptura.

Vai ver que logo, logo voltará a sorrir. Dê tempo ao tempo!|

Ideias Vintage Fotografia

1. Permita-se a ficar triste

À primeira impressão, a tristeza não faz bem a ninguém, mas é absolutamente necessário passar por esse estágio para conseguir avançar. Afinal, a ruptura de uma relação é uma perda, não só do casal, mas também de um estilo de vida. É, por isso, importante que você se permita a sentir e a aceitar essa perda. Tal como quando morre um ente querido, devemos sofrer o luto para discernir os nossos sentimentos. Reprimir as emoções e fazer de tudo para ficar bem, pode causar maior exaustão emocional, impedindo que processe tudo o que lhe aconteceu. Se você não passar por este processo, como se deve de ser, mais tarde ou mais cedo, vai “explodir”.

Wayne0216
Foto via Shutterstock: Wayne0216

2. Mantenha-se activo

Apesar de ser imperativo passar pelo estágio da tristeza, também não deve abusar e deixar-se andar indefinidamente de cabeça baixa, sem reagir. É importante que se mantenha ocupado e activo, sem negligenciar as suas obrigações e hobbies. Ter pena de si próprio pode levar a uma espiral de autodestruição, da qual tem de se libertar o quanto antes. Reaja!

3. Não se isole

Os seus sentimentos não podem impedi-lo de continuar a viver, combinando coisas com os seus familiares e amigos ou até mesmo de conhecer novas pessoas. Saia, divirta-se, não se preocupe, distraia-se! Faça tudo o que for necessário para sair dessa bolha de lamentos em que está inserido. Pode sempre desabafar com amigos sobre o seu estado de alma, mas sem abusar. Não deixe que a sua desilusão amorosa monopolize a conversa. Pergunte também por eles e se estão bem.

Liderina
Foto via Shutterstock: Liderina

4. Evite fomentar o ódio e o amor pelo outro

Quando um relacionamento termina, o elemento mais fragilizado, geralmente lamenta o problema, lembrando-se dos melhores momentos e das grandes virtudes do outro. É normal que isso aconteça, mas não é positivo estar constantemente a idolatrar o ex-parceiro, já que a tendência é para se auto-punir. De certeza que houve razões para justificar o fim do relacionamento. Por isso, o melhor é fazer uma análise ao que se passou para a relação não ter funcionado e não se martirizar! Também não insista em dizer que o(a) seu ex é o culpado. Evite fomentar os sentimentos de ódio em relação a ele(a). Isso, só o fará sentir-se mal. Tente pensar mais sobre o seu bem-estar do que sobre o seu desconforto.

5. Pense em si

Pense em si e em todos os planos que tinha em mente, mesmo que o seu ex-parceiro estivesse incluído neles. Certamente que também tinha projectos só seus. Foque-se neles. Ao manter-se ocupado, estabelecendo metas, conseguirá passar melhor por todo este mau bocado. E, o melhor de tudo, é que você crescerá pessoal e profissionalmente. Nada como o amadurecimento para dar uma nova perspectiva da vida!

Uber Images
Foto via Shutterstock: Uber Images

6. Aceite o posicionamento de algumas pessoas e fique longe de outras, se necessário

Haverá sempre aqueles que estão do seu lado e os que acham que o seu namorado é que tinha razão. Tente não dar muita importância a isso. E lembre-se que o seu (antigo) amor também deverá estar a sofrer e a precisar de apoio. Compreenda que os amigos dele também não queiram falar consigo, durante um tempo. É que há pessoas que “tomam as dores” dos outros como suas e sofrem também.

Se, por outro lado, for você a não conseguir avançar com a sua vida, mantendo-se em contacto com os conhecido dele ou em comum, afaste-se. É que se eles insistirem em falar do Manel consigo, será muito mais difícil superar a “perda”.

7. Nada de redes sociais

No século XXI, é muito mais difícil se libertar da pessoa que lhe provocou tanta dor, por causa das redes sociais. Graças a estas plataformas, estará sempre em contacto com os outros, mesmo que não queira. O pior é que se vir que o seu antigo parceiro está feliz e que já tem outra relação, ainda sofre mais. A sua imaginação começa logo a fervilhar, imaginando como ele estará e a pensar como seria se tivessem continuado juntos. O melhor é largar o Facebook e o Instagram por uns tempos… Se conseguir!

Rawpixel.com
Foto via Shutterstock: Rawpixel.com

8. Deixe-se de dramas

Dramatizar não adianta nada. Os dramas só servem para empolar o que está a sentir (de negativo) e para se sentir ainda pior. Seja como for, é normal que tenha a tendência para ver tudo mais negativo, para chorar mais e para sentir cada vez mais pena de si próprio. Veja esta experiência, como uma oportunidade de crescimento. E lembre-se esta é apenas a primeira de muitas desilusões amorosas. A próxima vai ser mais fácil de superar. Vai ver!

Faraway
Faraway

Não é fácil passar por uma desilusão de amor, mas com elas vai amadurecer, crescer e conhecer-se melhor. Aproveite esta experiência para tirar daí uma lição. Fique-se já com 7 lições de amor que só quem já chegou aos 30 anos percebe. Já agora, conheça as 12 grandes diferenças entre o eterno namorado e o futuro marido!

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Miguel Matos Fotografia
Como ser um casal feliz? 6 Conselhos para que a paixão fale por si!
Esqueça as utopias e centre-se em objectivos reais, daqueles são verdadeiramente alcançáveis. Como cuidar da sua relação, por exemplo!
Moisés Soares
7 passos fundamentais para superar o medo do compromisso
Existem muitas pessoas que têm claramente medo do compromisso. Se é o seu caso ou acha que a sua cara-metade sofre deste “mal”, vamos ajudar a superá-lo!
Faraway
Tome nota destes 12 conselhos de um divorciado para evitar erros no seu matrimónio
Porque a experiência dos outros pode ajudar a manter viva a sua relação, fique atento aos conselhos de alguém que se divorciou e se arrependeu de não ter feito de outra forma...

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação