Uma aventura a dois pela Tailândia: conheça as dicas da nossa "enviada" especial!

A lua-de-mel corresponde a uma das decisões que o casal tem de tomar que requer alguma ponderação, uma vez que deve ir sempre ao encontro dos gostos dos noivos – alguns preferem conhecer cidades, assim como a sua cultura, os cheiros que caracterizam as suas ruas; enquanto outros preferem uma experiência repleta de aventura e adrenalina. Muitos gostam de visitar templos e locais históricos, em oposição a tantos outros casais que optam por ficar de “papo para o ar” numa praia paradisíaca, ao mesmo tempo que desfrutam de um cocktail típico do país em que se encontram.

Pela minha experiência, a Tailândia corresponde a um país para todos os gostos. Na minha última viagem, tive a oportunidade de fazer um pouco de tudo: andar de tuk tuk ou de barco, visitar locais históricos, fazer trecking na floresta e até mesmo relaxar numa praia maravilhosa. Assim, hoje apresento-vos a Tailândia como um paraíso para os recém-casados.

Andreia Amaro

A Taiândia é um país que fica no continente asiático e é, ainda, considerado subdesenvolvido. A moeda é o bath e devido à sua pouca valorização, para nós ocidentais, aqui tudo é mais barato.

Bangkok

Bangkok é a capital da Tailândia. Aqui os cheiros predominam em praticamente todas as ruas e recantos. É uma cidade muito abafada, mas ao mesmo tempo encantadora. Nem todas as pessoas que passam por Bangkok gostam da cidade, pois é invadida por uma grande confusão de trânsito, de pessoas, de cheiros… No entanto, os locals são bastante simpáticos e acolhedores.

Aconselho os recém-casados a apanharem um dos muitos tuktuk que se vêem na cidade, assim como, a dar um passeio de barco no rio. Aqui, podemos vislumbrar todo o panorama que rodeia a cidade e render-nos à atmosfera que predomina.

Andreia Amaro
Andreia Amaro

Ao longo das ruas que constituem esta cidade acelerada, podemos deparar-nos com vendedores ambulantes de comida e recomendo vivamente: comer na rua é, de facto, uma experiência maravilhosa e, simultâneamente, faz-nos sentir como se realmente pertencêssemos a esta cultura. Opções não faltam, por isso não podem mesmo deixar de experienciar isto. À noite, deixem-se impressionar  com as maravilhosas vistas com que os demais rooftops os brindam.

Paralelamente, Bangkok tem, também, uma vertente cultural fortíssima. Templos maravilhosos como o Wat Phra Kaew ou o Palácio Real são alguns dos mais famosos e correspondem a locais onde a religião – Budismo – predomina. Os templos estão ornados com imensos budas e apontamentos desta religião. Atenção: sempre que queiram visitar um templo não devem ir com as pernas nem os ombros à mostra.

Andreia Amaro
Andreia Amaro
Andreia Amaro

Kanchanaburi

Kanchanaburi fica a duas horas de Bangkok. É uma cidade calma e tranquila, onde fica a famosa ponte do rio Kwai, construída durante a Segunda Guerra Mundial. São várias as actividades que podem fazer em Kanchanaburi, como andar de bicicleta ou levar um “tareão” num dos muitos locais onde fazem as famosas massagens Tailandesas – sim, isto é para os fortes! Eu fiz duas e saímos de lá a sentirmo-nos bastante bem, mas o processo dói (mas dói mesmo  muito). No entanto, a minha recomendação vai para as massagens a óleo que são as mais relaxantes.

Andreia Amaro
Andreia Amaro

Em Kanchanaburi encontra-se, também, o Elephant’s World. É uma reserva de elefantes que permite realizar muitas actividades  com estes animais encantadores. Optámos por passar a noite na reserva, numa das suas cabanas (em excelentes condições) e fazer actividades com os elefantes durante dois dias!  Estas, por sua vez, são maravilhosas: dar comida aos elefantes, dar-lhes banho, preparar a sua comida, levá-los até à floresta para dormirem, etc. Mas a melhor e ao mesmo tempo a mais estranha parte foi quando descemos o rio Kwai, completamente vestidas e com um colete salva-vidas… nas pernas!!! Foi espectacular, uma experiência inexplicável e sem dúvida uma das melhores da minha vida.

Andreia Amaro
Andreia Amaro
Andreia Amaro

Chiang Mai

Chiang Mai é uma cidade no norte da Tailândia e, de todas as zonas que visitei, é sem dúvida a mais turística. Aqui já podemos encontrar influências ocidentais em diversos espaços como bares, restaurantes, lojas, etc. O que eu mais gostei em Chiang Mai foi, decididamente, o mercado nocturno – um espaço repleto de bancas, onde podemos comprar os mais variados produtos: malas, relógios de marca, roupa, cinzeiros, isqueiros, calçado, artesanato… tudo! São imensos os turistas que passeiam por este mercado conhecido como o “The Bazar Night”.

Em Chiang Mai, também,  se pode encontrar e visitar alguns templos. Para além disso, na rua existem imensos “taxistas” a quem pagam 600 baths para vos levarem à maior parte dos templos desta cidade.

Andreia Amaro
Andreia Amaro
Andreia Amaro

Khao Sok

Um dos locais por onde passámos foi pelo Parque Nacional de Khao Sok. Aquí, a natureza predomina e é de cortar a respiração. Fiquei alojada numa “casa da árvore”, em Khao Sok,  onde precisámos de ter especial atenção com os mosquitos. Estivemos 100%  em contacto com a natureza.

Andreia Amaro
Andreia Amaro

Neste local é possível mergulhar no rio e, quando o sol se põe, é o local mais romântico do mundo. No hotel, deram-nos a indicação de termos especial atenção com os macacos, que podiam entrar para dentro da nossa cabana. No dia a seguir, acordámos com o barulho dos macacos (maravilhoso). Recomendo tirarem um dos dias para visitar o Parque Nacional, que ainda fica a 1h da cidade. Lá a paisagem virgem é mesmo fantástica e inacreditável, capaz de nos deixar completamente em êxtase. A aventura inicia-se com um passeio de barco, depois com um almoço e com um trecking na floresta e visita a uma gruta. No fim, ainda é possível nadar no maravilhoso lago de água morna. O que achei mais incrível foi visitarmos uma gruta enorme, onde a água nos dava quase pelo peito. Tínhamos só um frontal na testa e um bikini vestido. Havia momentos em que, apenas com a força dos braços, tínhamos de trepar paredes. Numa só palavra? Life Changing!

Andreia Amaro
Andreia Amaro

Neste artigo procurei transmitir, de uma forma muito breve, um bocadinho de alguns dos locais por onde passei. Se tiverem alguma dúvida ou precisarem de alguma recomendação quanto a transportes ou hotéis, podem entrar em contacto comigo!

Instagram Andreia Amaro

Dê-nos a sua opinião

Fotomiraflores
A jóia especial para o dia especial: saiba como fazer a escolha certa!
Conheça a melhor forma de combinar as suas jóias com o seu outfit, de forma a ser a noiva com que sempre sonhou!
Gio Rodrigues
As 13 melhores lojas de vestidos de noiva em Lisboa: descubram a nossa selecção!
Solicite informação grátis e sem compromisso!
Oásis de Huacachina | Foto: J. D. Benthien
Lua-de-mel no Peru: um roteiro imperdível para casais românticos e aventureiros
Já imaginou passar a sua lua-de-mel num lugar fascinante, onde está uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno? Faça as suas malas, pois o seu destino é o Peru!

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação