Com o orçamento do casamento em mãos: 4 erros que não podem cometer!

Quando se trata de planear um evento tão importante quanto o casamento, as ideias, nós sabemos, não têm limites. Até que nos lembramos, claro, de quanto dinheiro podemos dispor, e até que assim, pousamos os pés no chão.

Ao longo do tempo, este tipo de investimento, tornou-se cada vez mais exigente, quer a nível pessoal, quer a nível financeiro, e neste último os considerandos são tantos que é impossível sermos realistas com os custos – desde o espaço para a celebração, à comida, passando pelo vestido de noiva e por outros tantos “detalhes” – se não encararmos a realidade da nossa situação financeira.

Foto: InWeddings Photography

Sem algum cuidado, qualquer casal, pode, facilmente, acabar por gastar mais do que deveria, comprometendo assim, o seu início de vida conjunto. Uma das formas de evitar um percalço do género, é, antes, considerar que há uma linha que não pode ser ultrapassada e atribuir, já com alguma informação prévia, parcelas monetárias, razoáveis no vosso entendimento, a cada um dos serviços que quererão para o vosso dia de casamento.

Foto: InWeddings Photography

Aqui, na Zankyou Magazine, nunca poderíamos não falar deste tema e por isso hoje, e a propósito, deixamos-vos com 4 erros que não podem cometer quando têm o orçamento do casamento em mãos!

1. Definir um orçamento muito baixo não é solução

O medo de muitos casais em gastar mais do que lhes é possível, leva-os a abdicar, muitas vezes, de detalhes essenciais para o espírito do casamento ou a abdicar, em última instância de um nível de qualidade necessário, para que tudo seja perfeito. Escolher um mau profissional é perigoso – e podem ler um relato na primeira pessoa aqui – por isso, é preferível que conversem, enquanto casal – e que conversem muito! – e que sejam realistas naquilo que podem ou devem sacrificar. E se, ao considerarem os serviços que pretendem para o vosso casamento, o resultado for um valor com o qual ainda não se sentem confortáveis, revejam todo o planeamento: inevitavelmente acabarão por chegar a uma solução ótima!

Leiam também aqui como calcular o orçamento do meu casamento: 5 passos imprescindíveis

Foto: Efeito Espontâneo

2. Uma rutura emocional a determinado momento, é normal!

E essa não é uma boa altura para “discutirem” detalhes do planeamento ou do orçamento!

Ao longo da jornada de preparativos para o casamento, é normal que qualquer noiva ou noivo se sinta emocionalmente desgastado: trata-se de um grande passo enquanto casal e, a par disso, lidar com os sentimentos de terceiros, com alguns atrasos – em respostas e entregas – e ainda com toda uma linha financeira para seguir, não torna a “tarefa” mais simples.

Nessa altura – ou em qualquer altura em que se sintam necessitados de ar livre do tema casamento – optem por perder tempo um com o outro: vão ao cinema, a um spa… Façam uma massagem… Namorem muito, simplesmente! Sentir-se-ão mais calmos e por isso, mais tarde, mais aptos para continuar o longo caminho que, por certo, ainda têm pela frente.

Foto: Efeito Espontâneo

3. O menos é sempre mais!

E pequenas despesas, podendo parecer que não, aqui e ali, resultam sempre numa enorme conta final, para pagar!

Abdiquem, assim, daquilo que não é estritamente essencial. Sentem-se, conversem, planeiem, orçamentem, aliás, como já vos dissemos inicialmente. Se não puderem oferecer uma lembrança por convidado ou se não estiverem em condições de oferecerem, por exemplo, o vestido a cada uma das damas de honor, não o façam! Quem preza a vossa amizade, quem preza a vossa felicidade, vai entender: ofereçam, por exemplo, uma lembrança familiar e estejam abertos às sugestões que quem vos rodeia pode ter para vos dar. O Pinterest, a rede social do momento, está cheia de boas ideias DIY que vos podem ser úteis! Sabiam que existem 13 coisas que o Pinterest pode fazer pelo vosso casamento?

Sejam transparentes, honestos e fiéis às vossas escolhas e à vossa realidade financeira: afinal, são vocês que terão de lidar com tudo isso, para o bem e para o mal, para toda a vida!

Foto: Rui Teixeira Wedding Photography

4. A aparência não é tudo

Muitos casais, contam com a ajuda da família para dividir os custos inerentes ao casamento. Outros não, e contam apenas com eles mesmos! Todas as opções são válidas e não interessa quem paga o quê ou quem paga o quê e porquê!

No entanto, ainda que tenham a facilidade de contar com alguma ajuda financeira, não centrem as vossas escolhas apenas na aparência. O “menos é sempre mais” – já o dissemos e repetimos! Por isso, reconsiderem as que fizerem, que assentem, única e exclusivamente no pressuposto “vai fazer um vistão perante os nossos convidados”! Importará realmente, investir uma pequena fortuna, por exemplo, no vestido de noiva ou nos centros de mesa, quando, infelizmente, o dia de casamento durará tão pouco quanto um piscar de olhos? Valerá a pena? Essa é a pergunta que devem fazer sempre que duvidem da utilidade ou da importância de determinado serviço ou determinado item para o vosso casamento.

Foto: André Tavares Fotografia

E então? Sentem-se, agora, preparados para conversarem sobre o casamento e sobre o investimento que farão?

Para vos dar ainda uma ajuda maior, fizemos um vídeo só a pensar na difícil tarefa que pode ser elaborar um orçamento, sobretudo quando se trata de um dia tão especial, para o qual desejamos tudo do melhor!

Falem-nos, também, da vossa experiência: se casassem hoje, voltariam o vosso orçamento para outras escolhas que não as que fizeram?

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Os 3 grandes erros que não deve cometer no casamento da sua melhor amiga
Os 3 grandes erros que não deve cometer no casamento da sua melhor amiga
"O dia de casamento tem de ser perfeito", pensam os noivos e familiares. O papel dos amigos é certificarem-se disso, de forma subtil, e cumprindo alguns requisitos básicos. São só três os erros que não pode cometer.
Foto: Diana Nobre Fotografia
A tradição já não é o que era... mas há 8 coisas que não podem faltar ao seu casamento!
Os casais começam a optar por festas simples e criativas, afastando-se um pouco da ideia de casamento tradicional
Foto: Rui Teixeira Wedding Photography
9 em cada 10 casais cometem estes erros na organização do casamento: venham conhecê-los!
Há uma coisa que queremos partilhar convosco... Ou melhor, 9 coisas... 9 erros que 9 em cada 10 casais cometem enquanto organizam o dia perfeito... Querem conhecê-los? Então, vamos a eles!

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação