Como conviver em casal: 5 passos para acertar no caminho para a felicidade

O namoro é uma aventura incrível, mas traz consigo um extra: a idealização. E isso, muitas vezes, impede que muitos casais ultrapassem a “fase beta”. Noutros casos, contudo, não só essa fase é superada, como se transforma num projeto viável e maravilhoso – na verdadeira aventura da vida! E aqui, podem acontecer duas situações, que em tudo têm a ver com a forma como a convivência em casal é conduzida: ou se solidificam os alicerces do relacionamento ou, pelo contrário, a “má condução” impede a continuação do mesmo. Por isso, há casais que optam por “juntar os trapinhos” antes do casamento, decididos a verificar se passam no teste; outros são mais “corajosos” e esperam pelo “Sim, aceito” para viverem juntos.

Em ambos os casos, coloca-se a grande pergunta: o que pode ser feito para que corra tudo bem e sejam felizes? E cá estamos nós, para ajudar. Aqui ficam os 5 passos certeiros para ter sucesso na convivência em casal do dia-a-dia.

Passo 1. Trabalhar a plena confiança

Sem confiança, não só se torna impossível uma boa convivência, como nem sequer existe relacionamento. E ela deve ser sentida em duas direções.

Foto: Arte Magna Fotografia

Em primeiro lugar, deve existir confiança entre o casal para contarem tudo um ao outro, nomeadamente o que os assusta, segredos que possam ter ou tabus e outros assuntos pessoais. Com efeito, e embora saibamos que é saudável manter algum “mistério” nos relacionamentos, as questões relevantes devem ser tratadas em profundidade, para motivar a comunicação e criar um grau de intimidade único e poderoso .

Em segundo lugar, é importante manter a confiança na outra pessoa. Se a conhece a 100% e continua bem com ela, não terá nenhum problema na construção de uma confiança sólida. No entanto,  quando isso não acontece, a ausência da mesma motiva uma das piores doenças que um casal pode sofrer: os ciúmes. Isso dá lugar a zangas, mal-entendidos e uma perda cada vez maior da confiança inicial que existia entre o casal.

Concluindo: na base de qualquer convivência está a confiança, cuja existência é fundamental para a viabilidade de qualquer relacionamento.

Foto: Arte Magna Fotografia

Passo 2. Ser uma pessoa aberta e ceder

O orgulho e a teimosia não têm lugar numa relação saudável. Sim, porque se estão bem um com o outro e o estarem juntos, enquanto casal, é tudo para vocês, de que serve ser orgulhosa(o)? Num bom relacionamento, não há necessidade de esconder defeitos, porque conhecê-los, aceitá-los e aprender a lidar com eles ajuda a melhorar a intimidade. Por isso, quando errar – sim, porque todos nós erramos! – não pense no enfraquecimento da sua imagem, pois tal não fará sentido numa relação de amor. Ao contrário, reconheça os seus erros, porque “herrar é humano” e a sua outra metade tem (ou deve ter) consciência disso.

Foto: Instante Fotografia

Seja também aberta(o) em relação a situações que surgem na convivência. Tente não levar as suas ideias até ao fim, caso seja possível obter um acordo. Seja fiel a si mesma(o), mas tenha em mente que o consenso certamente a(o) tornará melhor. Não há nada como o equilíbrio num casal, em que tudo o que é decidido e construído esteja encharcado pelas essências da vossa comunhão.

E, claro, aprenda a dar o braço para torcer. A teimosia só causa mais zangas, menos planos e decisões mais pobres. Num casal, existem gostos em comum, mas achar que todos têm os mesmos interesses e hobbies não é mais do que uma utopia. Por isso, aprenda com o seu parceiro, conheça os seus gostos e ceda de vez em quando.

Veja também: Os 10 erros a evitar numa relação

Foto: Instante Fotografia

3. Manter a sua independência

Esta é uma linha mestra dentro dos relacionamentos. Sim, porque, apesar da epígrafe e da aparente contradição, a independência ajuda a fortalecer a vida em comum. Com efeito, é essencial ter uma vida para além da vida em casal. Embora habitem e partilhem a mesma casa, tal não poderá impedir que cada um cultive os seus hobbies de forma independente, que tenha o seu próprio grupo de amigos ou que passe tempo sozinha(o), a cuidar de si própria(o),  fortalecendo o relacionamento consigo mesma(o).

Foto: Diana Nobre

Um excesso de dependência converte pessoas em seres automáticos, sem personalidade. E num casal, mostrar esse sintoma pode levar a dois problemas: por um lado, é possível que um dos elementos do casal não sinta o mesmo grau de dependência, conduzindo à saturação, um sentimento complexo que pode acabar muito mal; por outro, se ambos partilharem essa dependência, podem acabar por se fechar excessivamente na sua própria convivência, limitando os seus círculos de amizade, diminuindo as suas habilidades sociais e esquecendo-se da sua personalidade original.

Veja também: Como cuidar da auto-estima em casal: 7 passos para o conseguir

Foto: Diana Nobre

4. Não deixar de ser carinhoso e apaixonada(o)

O carinho dentro de um relacionamento é fundamental para manter a chama e contribuir para uma boa convivência. Embora não seja positivo forçar uma situação, é sempre aconselhável mostrar os sentimentos com palavras e atos físicos, como tocar, acariciar, abraçar e beijar. Estes pequenos detalhes engrandecem o dia-a-dia e proporcionam ar fresco à rotina.

Foto: Memories Fotografia

O sexo também é fundamental e não deve faltar para que haja uma convivência saudável. Aproveite os momentos de paixão para não se esquecer da atração e do amor que sentem um pelo outro, sem relegá-lo para os fins de semana, como muitos casais fazem. Qualquer momento é válido, pois ajuda a destressar e a sair da rotina que tantas e tanta vezes se instaura em muitos casais. Não transforme o sexo em algo mecânico, continue a encará-lo como algo necessário para demonstrar o vosso carinho, amor e atração física. E, para isso, a espontaneidade é fundamental.

Foto: Adriana Morais

5. Apaixonar-se todos os dias

Cada dia deveria ser uma aventura. Claro que isto soa a puro palavreado e, a verdade, é que é difícil consegui-lo. E, não, não a(o) vamos enganar: é praticamente impossível que todos os dias sejam especiais. Mas isso não quer dizer que não viva esses momentos com alguma frequência. De facto, será importante procurar transformar o mais possível a rotina em situações emocionantes, para que a centelha entre vocês também permaneça o máximo possível de tempo intacta.

Foto: Estúdios Santa Cruz

Para isso, surpreenda. E não apenas quando faz anos de casado, num aniversário ou Dia dos Namorados. O seu relacionamento merece grandes sucessos fora dos momentos estabelecidos pela sociedade. Vocês são únicos e devem demonstrá-lo um ao outro o máximo de tempo possível. E morar juntos é o melhor cenário para colocar essa grande experiência em prática. Saiam para jantar, durmam fora, façam viagens de improviso, ofereçam presentes, organizem jogos, convidem os vossos amigos e organizem festas.

Foto: Estúdios Santa Cruz

Estes detalhes irão ajudá-los a apaixonarem-se todos os dias. E não apenas pela pessoa que têm ao vosso lado, mas por todas as maravilhosas versões de vocês mesmas, que ficarão a conhecer com o passar do tempo.

Vejam também o nosso vídeo com os melhores conselhos para uma relação saudável e feliz.

E se passarem à fase seguinte, já sabem que podem contar com a Zankyou para toda a organização:

Descarreguem o nosso ebook

 

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Dê-nos a sua opinião

Pajarita
Alegria, cumplicidade, felicidade e família: Já cheira a Natal!
O Natal é uma das quadras mais bonitas do ano. As ruas enchem-se de luzes, decorações encantadoras invadem as casas e um espírito de alegria alimenta as pessoas e as suas respectivas famílias!
Foto: AhHA! Photos
Ikigai: A receita japonesa para a felicidade
Ikigai é a procura do que nos motiva e do que nos faz feliz. Os habitantes centenários da vila de Ogimi, descobriram o verdadeiro sentido da vida. Para os japoneses, todos nós temos o nosso próprio Ikigai.
Foto: Adriana Morais
6 atitudes que revelam maior intimidade num casal que o sexo: venham conhecê-las!
A vida a par tem tantos momentos que merecem ser lembrados... Por sabermos isso, não resistimos: revelamos-lhe, hoje, 6 atitudes que revelam maior intimidade num casal que o sexo!.. Vamos a elas?

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação