Fazer "maratonas" a ver séries de TV afeta a memória, garante a ciência

Fazer "maratonas" a ver séries de TV afeta a memória, garante a ciência

Um estudo afirma que ver séries de TV em maratonas afeta a forma com retemos a informação. Descubra o que dizem os especialistas sobre a "curva do esquecimento".

  • Vida a Dois
  • Conselhos
  • Saúde

Já alguma vez reparou que tem dificuldade em se lembrar do nome de uma personagem daquela série que você não consegue parar de assistir? Saiba que isso não acontece aleatoriamente. Na verdade, até há uma explicação para esse fenómeno, de acordo com a ciência. É que ver séries atrás de séries de televisão afeta a memória, garante um estudo publicado pela Universidade de Melbourne, na Austrália.

guardarFoto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

Este estudo indica que é comum as pessoas ficarem com falta de memória, devido à forma como estão a consumir e a assimilar a informação televisiva. Para provar a sua teoria, os investigadores criaram três grupos de participantes, que se propuseram a ver uma série, mas de formas diferentes.

O primeiro grupo dedicou-se a ver várias temporadas, de forma contínua, tipo maratona, durante apenas alguns dias. O segundo grupo viu um episódio por dia e o terceiro apenas um episódio por semana. Depois de cumprirem esta tarefa, foram-lhes feitas perguntas sobre a série em questão. O primeiro grupo respondeu logo a todas as perguntas. No entanto, 140 dias depois, foi o terceiro grupo (um capítulo por semana) que conseguiu responder a mais perguntas.

guardarFoto: Zankyou Co
Foto: Zankyou Co

Esse efeito, denominado pela ciência como “a curva do esquecimento”, deve-se ao facto de a nossa memória se deteriorar à medida que o tempo avança, se não for reforçada. É por isso que, se a informação for assimilada em diferentes períodos de tempo e com uma ampla margem, o nosso cérebro recebe-a claramente. Além disso, consegue mantê-la por mais tempo.

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

A facilidade imediata oferecida por plataformas como a Netflix ou a HBO, entre outras, faz com que sejamos bombardeados com muita informação, levando a que não consigamos conservar todos os dados sobre o que vemos, durante muito tempo. Isso, por sua vez, faz com que recorramos cada vez mais à Internet, para procurar as informações perdidas. Este fenómeno é o que os especialistas chamam de memória de reconhecimento.

guardarFoto: Eugenio Marongiu
Foto: Eugenio Marongiu

Depois de ler este texto, o que pensa fazer? Vai continuar a fazer autênticas maratonas a ver a sua série favorita? Ou ficou em choque com estes resultados e agora prefere distribuir o tempo entre alguns capítulos e atividades que exigem outros espaços e cenários, na companhia do seu parceiro? Talvez alguma diversão extra com a sua família e amigos não fosse má ideia. Que tal um fim de semana íntimo e romântico com a sua cara-metade?

Agora, cuidado é com o Phubbing: o comportamento que destrói relacionamentos. Tem a ver com a utilização excessiva do telemóvel e com o mal que esse comportamento faz às relações amorosas. Já agora, saiba por que o Facebook arruína o amor (e o relacionamento em geral).

O melhor é ficar agarradinho ao seu amor a ver estes seis filmes de terror e românticos. Mas, já sabe, nada de os ver todos de uma vez!

Dê-nos a sua opinião

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!