Já montou a sua árvore de Natal? Pois devia!

Já montou a sua árvore de Natal? Pois devia!

Mesmo que não cumpra a tradição, sabe que a árvore de Natal se desmonta no Dia de Reis. E para a montar? Existe alguma data certa? Nós contamos-lhe tudo!

  • Vida a Dois
  • Recomendações
  • Inverno

Mesmo que não cumpra a tradição, certamente sabe que existe um dia para desmontar a árvore de Natal: a 6 de janeiro, Dia de Reis. E para a montar? Existe alguma data certa?  A verdade é que o seu vizinho tem um Pai Natal na varanda e a árvore na sala a piscar desde o final de novembro e você ainda nem sequer foi buscar as decorações à garagem ou arrecadação. Estará já fora do timing? Ou é o seu vizinho que é precipitado?

guardar
Foto: Ricardo Meira

Apesar de não existirem regras rígidas – até se diz que o Natal é quando um homem quiser! (apesar de não ser…) – existem algumas condicionantes que podem determinar uma data para montar a árvore de Natal, nomeadamente históricas, culturais e – claro – religiosas, apesar de a árvore ser um resistente símbolo da celebração pagã do solstício de Inverno, que acabou por ser absorvida pelas tradições católicas.

Nesse sentido, e para quem quiser ser absolutamente rigoroso, só deve montar a árvore de Natal na véspera do dia de Natal (neste caso, ainda iria a tempo!) Com efeito, a celebração oficial do Natal (nascimento de Cristo) começa com a Missa do Galo (na noite de 24 de dezembro) e vai, oficialmente, até o Dia de Reis, pelo que as decorações servem para assinalar o momento.

guardar
Foto: Ricardo Meira

Houve tempos, aliás, que esta era uma regra inquestionável, mas a própria Igreja Católica prolongou no tempo as festividades. Por isso, atualmente a árvore de Natal pode acompanhar todo o período do Advento, que corresponde ao tempo de preparação para a celebração do nascimento de Cristo. E aqui, o caso muda de figura!

Não quer perder as últimas novidades para o seu casamento?

Subscreva a nossa newsletter

O dia certo: 3 de dezembro

O Advento começa quatro Domingos antes do dia de Natal. Feita estas contas, então já devia ter feito a árvore de Natal no passado Domingo, dia 3 de dezembro!

Mas não de uma vez só: manda a tradição cristã ir acrescentando enfeites e adereços aos poucos, durante as quatro semanas do Advento, para que esteja bem claro o sentimento que nos estamos a aproximar de uma grande festa.

guardar
Photo by Tj Holowaychuk on Unsplash

E o mesmo se deve passar com montagem do presépio, também tradicional do Natal: nos primeiros dias monte apenas a gruta e vá colocando posteriormente os animais e os pastores; já Maria e José devem fazer parte do presépio mais tarde, sendo que o Menino Jesus deve ser colocado apenas na noite de Natal. Em relação aos Reis Magos, no início devem estar longe e ir caminhando até o dia 6 de janeiro, em que chegam ao seu destino. O Dia dos Reis encerra, assim, os festejos natalícios, podendo desmontar a árvore a guardar os enfeites para o próximo ano.

Alternativa: 17 de dezembro

Não fique triste se ainda não montou a sua árvore de Natal! Nós queremos ajudar. Ainda por cima, quando este é o último ano do Natal em família – caso se case em 2018 – ou o primeiro enquanto recém-casados, com o seu agora marido. A verdade é que hoje em dia há novas diferenças no calendário, uma delas fundamentada por um novo compromisso entre tradições católicas natalícias e questões práticas relacionadas com a durabilidade dos pinheiros naturais. Nesse sentido, pode montar a árvore no Domingo da Alegria (Gaudete), ou seja, o terceiro domingo do Advento, pois se montar a sua árvore natural a partir daqui ela conseguirá aguentar a época natalícia completa com todo o vigor.

guardar
Imagem Shutterstock

E se quiser praticar o bem, fazendo jus à época Natalícia, opte por adquirir um pinheiro através da iniciativa #PinheiroBombeiro, que, como o próprio nome sugere, tem o objetivo de contribuir para o combate aos incêndios florestais. Mas apresse-se: é até dia 16 de dezembro! Faça a sua reserva aqui. 

Desta forma, vai estar a adquirir um pinheiro (de verdade!) com a garantia de estar a respeitar o ambiente de duas formas: primeiro, porque é uma forma de se aproveitar pinheiros que iriam obrigatoriamente ser cortados em ações de limpeza de matas; segundo, porque, ao serem devolvidos no mesmo local onde foram recolhidos, os pinheiros serão transformados em biomassa, e parte das receitas irá ser doada à Associação Portuguesa de Bombeiros Voluntários, para ser investida em equipamento de combate aos incêndios.

Novas Tradições

De qualquer forma, há outras tradições que se juntam a esta tradição e que baralham um pouco as coisas. É o caso do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, que leva a que os norte-americanos montem a árvore de Natal na sexta-feira a seguir a essa data, que este ano calhou a 23 de novembro.

É por isso que a primeira-dama Melania Trump já conduziu a cerimónia de receber a árvore de Natal oficial da Casa Branca. 

guardar
Foto via Twitter Melania Trump
@FLOTUS

Foi através de um vídeo colocado na rede social Twitter e de um comunicado que Melania Trump deu a conhecer a decoração escolhida que, ao contrário do branco do ano passado, tem como protagonista o vermelho, sob o lema American Treasures (Tesouros Americanos).

guardar
Foto via Twitter Melania Trump
@FLOTUS
guardar
Foto via Twitter Melania Trump @FLOTUS

As decorações festivas de Natal da Casa Branca deste ano incluem mais de 14 mil ornamentos vermelhos pendurados em 29 árvores.

A Árvore de Natal é um abeto na Sala Azul, adornada com mais de 150 metros de fita de veludo azul bordada em ouro, incluindo cada estado e território. Foi selecionada como a árvore de natal oficial da Casa Branca de 2018 pela National Christmas Tree Association e cortada da fazenda de Avery County, na Carolina do Norte.

guardar
Foto via Twitter Melania Trump
@FLOTUS

Porquê o pinheiro?

Na tradição da Igreja Católica o pinheiro simboliza o nascimento, a vida e os seus principais valores, tais como a prosperidade, e fertilidade. Isso porque durante o Natal, no Hemisfério Norte, todas as árvores perdem as folhas, com exceção do pinheiro. A vida, aliás, é a própria mensagem do Natal em si. A árvore, as luzes, o presépio… tudo representa a vida que Cristo traz.

Já a estrela no topo da árvore – que não pode faltar! –  simboliza a luz que guiou os Reis Magos até ao menino Jesus. E as luzes piscas-piscas representam a própria luz, que é Jesus.

guardar
Photo by Aaron Burden on Unsplash

Se ainda não montou a sua árvore, e apesar de não ser nenhuma data “oficial”, aceite a nossa sugestão: aproveite agora o fim-de-semana para a montar com mais calma. Ainda vai a tempo e, desta forma, aproveita melhor as decorações natalícias onde investe tanto carinho, tempo e dinheiro! E para o ano já sabe: quatro semanas antes é o ideal!

Veja também:

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Ricardo Meira Fotógrafos e vídeo

Dê-nos a sua opinião

Lista de casamentos Zankyou. Receba 100% dos seus presentes em dinheiro!