Já montou a sua árvore de Natal? Pois devia!

Mesmo que não cumpra a tradição, certamente sabe que existe um dia para desmontar a árvore de Natal: a 6 de janeiro, Dia de Reis. E para a montar? Existe alguma data certa?  A verdade é que o seu vizinho tem um Pai Natal na varanda e a árvore na sala a piscar desde o final de novembro e você ainda nem sequer foi buscar as decorações à garagem ou arrecadação. Estará já fora do timing? Ou é o seu vizinho que é precipitado?

Foto: Ricardo Meira

Apesar de não existirem regras rígidas – até se diz que o Natal é quando um homem quiser! (apesar de não ser…) – existem algumas condicionantes que podem determinar uma data para montar a árvore de Natal, nomeadamente históricas, culturais e – claro – religiosas, apesar de a árvore ser um resistente símbolo da celebração pagã do solstício de Inverno, que acabou por ser absorvida pelas tradições católicas.

Nesse sentido, e para quem quiser ser absolutamente rigoroso, só deve montar a árvore de Natal na véspera do dia de Natal (neste caso, ainda iria a tempo!) Com efeito, a celebração oficial do Natal (nascimento de Cristo) começa com a Missa do Galo (na noite de 24 de dezembro) e vai, oficialmente, até o Dia de Reis, pelo que as decorações servem para assinalar o momento.

Foto: Ricardo Meira

Houve tempos, aliás, que esta era uma regra inquestionável, mas a própria Igreja Católica prolongou no tempo as festividades. Por isso, atualmente a árvore de Natal pode acompanhar todo o período do Advento, que corresponde ao tempo de preparação para a celebração do nascimento de Cristo. E aqui, o caso muda de figura!

O dia certo: 3 de dezembro

O Advento começa quatro Domingos antes do dia de Natal. Feita estas contas, então já devia ter feito a árvore de Natal no passado Domingo, dia 3 de dezembro!

Mas não de uma vez só: manda a tradição cristã ir acrescentando enfeites e adereços aos poucos, durante as quatro semanas do Advento, para que esteja bem claro o sentimento que nos estamos a aproximar de uma grande festa.

Photo by Tj Holowaychuk on Unsplash

E o mesmo se deve passar com montagem do presépio, também tradicional do Natal: nos primeiros dias monte apenas a gruta e vá colocando posteriormente os animais e os pastores; já Maria e José devem fazer parte do presépio mais tarde, sendo que o Menino Jesus deve ser colocado apenas na noite de Natal. Em relação aos Reis Magos, no início devem estar longe e ir caminhando até o dia 6 de janeiro, em que chegam ao seu destino. O Dia dos Reis encerra, assim, os festejos natalícios, podendo desmontar a árvore a guardar os enfeites para o próximo ano.

Alternativa: 17 de dezembro

Não fique triste se ainda não montou a sua árvore de Natal! Nós queremos ajudar. Ainda por cima, quando este é o último ano do Natal em família – caso se case em 2018 – ou o primeiro enquanto recém-casados, com o seu agora marido. A verdade é que hoje em dia há novas diferenças no calendário, uma delas fundamentada por um novo compromisso entre tradições católicas natalícias e questões práticas relacionadas com a durabilidade dos pinheiros naturais. Nesse sentido, pode montar a árvore no Domingo da Alegria (Gaudete), ou seja, o terceiro domingo do Advento, pois se montar a sua árvore natural a partir daqui ela conseguirá aguentar a época natalícia completa com todo o vigor.

Imagem Shutterstock

E se quiser praticar o bem, fazendo jus à época Natalícia, opte por adquirir um pinheiro através da iniciativa #PinheiroBombeiro, que, como o próprio nome sugere, tem o objetivo de contribuir para o combate aos incêndios florestais. Mas apresse-se: é até dia 16 de dezembro! Faça a sua reserva aqui. 

Desta forma, vai estar a adquirir um pinheiro (de verdade!) com a garantia de estar a respeitar o ambiente de duas formas: primeiro, porque é uma forma de se aproveitar pinheiros que iriam obrigatoriamente ser cortados em ações de limpeza de matas; segundo, porque, ao serem devolvidos no mesmo local onde foram recolhidos, os pinheiros serão transformados em biomassa, e parte das receitas irá ser doada à Associação Portuguesa de Bombeiros Voluntários, para ser investida em equipamento de combate aos incêndios.

Novas Tradições

De qualquer forma, há outras tradições que se juntam a esta tradição e que baralham um pouco as coisas. É o caso do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, que leva a que os norte-americanos montem a árvore de Natal na sexta-feira a seguir a essa data, que este ano calhou a 23 de novembro.

É por isso que a primeira-dama Melania Trump já conduziu a cerimónia de receber a árvore de Natal oficial da Casa Branca. 

Foto via Twitter Melania Trump
@FLOTUS

Foi através de um vídeo colocado na rede social Twitter e de um comunicado que Melania Trump deu a conhecer a decoração escolhida que, ao contrário do branco do ano passado, tem como protagonista o vermelho, sob o lema American Treasures (Tesouros Americanos).

Foto via Twitter Melania Trump
@FLOTUS
Foto via Twitter Melania Trump @FLOTUS

As decorações festivas de Natal da Casa Branca deste ano incluem mais de 14 mil ornamentos vermelhos pendurados em 29 árvores.

A Árvore de Natal é um abeto na Sala Azul, adornada com mais de 150 metros de fita de veludo azul bordada em ouro, incluindo cada estado e território. Foi selecionada como a árvore de natal oficial da Casa Branca de 2018 pela National Christmas Tree Association e cortada da fazenda de Avery County, na Carolina do Norte.

Foto via Twitter Melania Trump
@FLOTUS

Porquê o pinheiro?

Na tradição da Igreja Católica o pinheiro simboliza o nascimento, a vida e os seus principais valores, tais como a prosperidade, e fertilidade. Isso porque durante o Natal, no Hemisfério Norte, todas as árvores perdem as folhas, com exceção do pinheiro. A vida, aliás, é a própria mensagem do Natal em si. A árvore, as luzes, o presépio… tudo representa a vida que Cristo traz.

Já a estrela no topo da árvore – que não pode faltar! –  simboliza a luz que guiou os Reis Magos até ao menino Jesus. E as luzes piscas-piscas representam a própria luz, que é Jesus.

Photo by Aaron Burden on Unsplash

Se ainda não montou a sua árvore, e apesar de não ser nenhuma data “oficial”, aceite a nossa sugestão: aproveite agora o fim-de-semana para a montar com mais calma. Ainda vai a tempo e, desta forma, aproveita melhor as decorações natalícias onde investe tanto carinho, tempo e dinheiro! E para o ano já sabe: quatro semanas antes é o ideal!

Veja também:

Contacte com as empresas mencionadas neste artigo

Mais informação sobre

Dê-nos a sua opinião

Foto Fräulein Klick Photography
7 Bons Motivos para Casar no Inverno
Além do cenário bonito que se me pespega à cabeça, consigo ver toda uma série de vantagens em casar nesta época menos concorrida.
11 tipos de pessoas que se destacam em todos os eventos de Natal
11 tipos de pessoas que se destacam em todos os eventos de Natal
O Natal é o momento do ano em que a família se reune e algumas cenas mais curiosas e caricatas acontecem! Consegue imaginar o tio, o avô ou o primo que irá protagonizar cada um destes momentos?
Foto: São Paulo Fotografia
Bodas de casamento: o seu nome e significado, pois vale a pena comemorar!
Existe um material representativo para celebrar o aniversário do grande dia desde o primeiro ano de casamento, representando a vontade dos dois continuarem juntos e da perpetuação do amor que os uniu.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação