Onde se encontram os melhores mercados de Natal?

Quando o Natal chega, ele faz-se acompanhar pela alegria, fantasia e uma certa confusão. Chega, também, a altura de fazer as compras para a decoração antes do dia 24 de Dezembro. Ainda não montou a árvore de Natal? Está ansiosa/o por dar uma grande dentada nos deliciosos doces de Natal? Procura desconectar-se durante um fim-de-semana antes desta quadra familiar? É apaixonada/o pelos longos passeios a vislumbrar as luzes e cores natalícias? Quer ter uma casa mais bonita e mágica? Talvez precise de visitar um dos grandes mercados de Natal, criados para que tenha uma quadra completa e especialmente alegre em todos os sentidos.

Munique – Alemanha

O mercado de Marienplatz não é único, no entanto é o maior e mais antigo da Alemanha, razão pela qual se projecta como sendo um dos mais importantes na Europa. Nas suas varandas podem avistar-se alegres e coloridas cores nas casas que se encontram na praça principal. Os primeiros documentos referentes a este mercado remontam a 1642 e a sua origem ao século XIV, que se alimentam da tradição das festas de São Nicolau. Com um estilo tipicamente invernal, muito natalício e com um espírito fantástico com a presença incondicional de uma estrela: a sua árvore de Natal natural de 30 metros e as suas 2500 velas que brilham harmoniosamente com o vento. 

Jaromir Chalabala
Foto vía Shutterstock: Jaromir Chalabala

Tallinn – Estónia

Tallinn é uma cidade que parece que foi retirada de um verdadeiro conto. Durante o Natal com o seu esplêndido mercado, Tallinna jõuluturg, perto do antiga Câmara Municipal e sempre acompanhada por uma camada de neve, constitui um dos mercados dignos de serem mencionados, devido à magia que aqui se vive. O seu aspecto medieval é uma grande inspiração para as histórias de fantasia, os secretos escondidos por debaixo do encantador abrigo de inverno e oferece asas à nossa imaginação para o Natal. De facto, a primeira árvore de Natal pertence a Tallinn e esta cidade continua a ser uma das grandes protagonistas. Aqui, a gastronomia e o artesanato reflectem algumas das virtudes do país e os coros conferem um ritmo inegável com os seus cânticos de Natal.

mdf84
Foto vía Shutterstock: mdf84

Montreux – Suiça

O lago Léman (Lago de Genébra) e os Alpes cobertos de neve são testemunhas privilegiados deste espectáculo de onde é possível extrair o sentimento natalício mais autêntico e puro. Montreux Nöel encontra-se na Suiça francesa e um dos lugares mais magníficos para visitar nesta quadra natalícia, pisado por grandes artistas como Tolstoi, Tolstoi, Dostoievsky, Tchaikovsky, Dickens, Hemingway ou Freddie Mercury. Todos estes aspectos aliciantes convertem este local como um cenário de excelência e um lugar ideal para se expor cerca de 120 bancas (casas amorosas e encantadoras de madeiras), onde se podem encontrar doces, peças de artesanato, atracções e acessórios natalícios com uma elegância e beleza sem igual. 

Estrasburgo – França 

Célebre para alguns e desconhecida para outros, esta cidade Francesa que faz fronteira com a Alemanha permanece como um tesouro por descobrir. Talvez seja por isso que é tão especial. Christkindelsmarik é o mercado de Natal que traz a fantasia a esta localidade francesa desde 1570. Hoje, coloca cerca de 300 postos nos seus 11 centros, todos eles abastecidos com delícias típicas da região, sabores insólitos e novas experiências. O mercado é como uma tocha de Natal francesa, uma combinação de aromas (canela e vinho quente) e um espaço em que é possível sentir-se o conforto. Cânticos natalícios que se fazem ouvir nas suas igrejas, iluminações que dão vida às casas e a folia dos mais pequenos que ajudam a mantar o verdadeiro espírito de Natal.

Radu Razvan
Foto vía Shutterstock: Radu Razvan

Praga – República Checa

Uma cidade medieval desenhada com o talento dos mais antigos génios. Entre a sua beleza arquitectónica e o seu espírito europeu até aos seus quatro mercados de Natal que se repartem ao longo dos principais centros desta cidade que se assemelha a um autêntico conto de fadas: Praça da Cidade Velha, Praça de Wenceslao, Praça da República e Vinohrady. Os artigos natalícios reinam por toda a parte, onde as suas cores e alegria primam. Também se colocam à venda algumas pérolas do país, nomeadamente as marionetas. Para além disso, os coros apoderam-se da cidade e trzem consigo toda a essência que caracteriza esta quadra.

Ekaterina Kondratova
Foto vía Shutterstock: Ekaterina Kondratova

Nuremberg e Rothenburg – Alemanha

Ambas são duas localidades encantadoras e que estão a uma hora de distância. Numa só viagem, os dois mercados de natal são duas opções para visitar e para se conectar com o melhor que esta época tem para lhe oferecer. A antiga cidade de Nuremberg recebe uma das grandes jóias natalícias alemãs, o Mercado do Menino de Jesus que estabelece uma ligação com o Mercado dos Meninos (Pai de Natal, as suas renas e histórias que são os grandes protagonistas) e oferece às suas ruas luzes, um atmosfera de Inverno e um espírito Natalício.

Da mesma forma, o mercado de Rothenburg ob der Tauber, um dos maiores segredos ocultos do país, brinda a cidade com motivação e inspiração para o Natal. Desde o século XV, este centro oferece aos seus visitantes vinho aromático quente, bolas de neve, salsichas grelhadas e, ainda, a chegada da famosa personagem Rothenburger Reiterle. 

Sean Nel
Foto vía Shutterstock: Sean Nel

Copenhaga – Dinamarca

A sua localização é um privilégio, pois encontra-se no parque de atracções dos Jardins de Tivoli. Aqui, podemos deparar-nos com diferentes formas de lazer, mas durante o  Natal, os postos cheios de prendas e objectos para decorar as casas e jardins destacam-se. Incluem, ainda, aldeias em miniatura e uma pista de patinagem dispostos ao longo de um bosque repleto de luzes e encanto tipicamente natalício. O fogo de artifício é um dos grandes aspectos positivos deste mercado, combinando o espírito natalício e a fantasia com a verdadeira essência europeia que está impregnada na cidade. 

Viena – Áustria 

A cidade austríaca enche-se com o Natal tal como os cânticos o expressam e o mercado de Natal (Wiener Adventzauber) é um dos maiores protagonistas desta quadra. O pão de gengibre, as amêndoas e o mel formam o trio perfeito de aromas que devem estar presentes nesta época e a árvore de corações, o teatro de fantoches e o carrossel de Viena são as suas grandes atracções. A cidade deposita a sua confiança no mercado como sendo um dos aspectos mais aliciantes do natal, onde tanto crianças, que se entusiasmam euforicamente com os fantoches, como os adultos que se encontram num estado de felicidade plena entre as árvores de Natal enfeitam as ruas, respiram um espírito europeu e festivo que apelam aos pequenos detalhes e prazeres da vida.

Karel Gallas
Foto vía Shutterstock: Karel Gallas

Barcelona – Espanha 

Barcelona actua como um dos principais centros de arte, modernidade e estilo em Espanha. Por esta razão, as suas principais apostas para o prazer têm sempre um toque especial. O mercado de Natal de Santa Lucía aproveita a excelência do Bairro Gótico de Barcelona para construir um cenário natalício. Exactamente na Praça Nova, em frente à famosa catedral da cidade, este mercado é um lugar perfeito para um encontro de todas as pessoas que procuram enriquecer as suas casas com os melhores objectos decorativos, artesanato e doces típicos da região. Em Espanha, a tradição do presépio suscita as tendas ou casinhas com muitos acessórios para este efeito, desde figuras em miniatura, edifícios, sistemas de iluminação…).

Nova Iorque

Cada vez que pensamos no Natal, a nossa mente viaja imediatamente para a grande árvore de Natal e pista de patinagem de Rockefeller Center, na Times Square com mais luzes do que é habitual e a Quinta Avenida vestida com a elegância que caracteriza o Natal novaiorquino. Também nos vem à cabeça todos os filmes de Natal que se encontram localizados em lojas de brinquedos e ruas caóticas. A verdade é que Nova Iorque conta com uma célebre e encantadora tradição natalícia com muitos mercados, mas queremos destacar: o Columbus Circle Holiday Market e o mercado de Bryant Park. O primeiro situa-se na entrada do Central Park, onde se destacam as delícias gastronómias e o bom ambiente; por sua vez, o segundo, a elegância de Bryant Park ganha uma magia e brilho especial, assim como os vendedores mais originais da cidade, assim como, a presença da pista de patinagem que faz companhia ao parque.

Kichigin
Foto vía Shutterstock: Kichigin

Estocolmo – Suécia

Suécia hospeda esta cidade de valor incalculável no seu interior, caracterizando-se como uma das grandes cidades europeias. A magia de um conto de fadas circula pelas suas ruas durante todo o ano, mas no Natal adquire um cheiro especial, potenciado pelo seu esplendor de luzes e as cores que invadem as grinaldas. A Cidade Velha em Stortoget, é um mercado de Natal com as maravilhas artesanais suecas (jogos, decorações, comida…). Desde 1914, o  centro da cidade escandinava enche-se de alegria que em conjuntos com a camada anual de neve, simbolizam o Pólo Norte, a casa de uma das figuras mais queridas das crianças de todo o mundo.

Mikael Damkier
Foto vía Shutterstock: Mikael Damkier

Assim se caracteriza o grande espírito natalício que enche as cidades de todo o mundo. Os seus costumes, tradições e culturas moldam o Natal e fazem questão de o mostrar globalmente. Se lhe apetece ter uma escapadinha durante um fim-de-semana, todos estes mercados encontram-se de portas abertas para o/a receber. Visitá-los é um autêntico luxo – um luxo muito reconfortante.

Inspire-se aqui para decorar a sua de uma forma mágica e alegre nesta quadra natalícia!

Dê-nos a sua opinião

Quinta d’Azenha, onde o amor é possível!
Quinta d’Azenha, onde o amor é possível!
Do charme bucólico de uma antiga casa agrícola com uma carismática azenha deixada às margens do Rio Ave nasceu um dos mais bonitos espaços para casamentos de Portugal. Fica em Guidões, Trofa, embrenhado na natureza mas a poucos minutos do rebuliço citadino do Porto, e nas últimas duas décadas tem sido palco de um sem fim de histórias de amor. A Zankyou esteve na Quinta d’Azenha. E recomenda! Aqui, vai ser feliz!
Baby shower: o que é, quem faz, onde e quando é feito e porque você também tem de fazer um!
Baby shower: o que é, quem faz, onde e quando é feito e porque você também tem de fazer um!
Muito popular no Brasil, Estados Unidos e uma mãe cheia de países europeus, o baby shower só agora começa a tornar-se um fenómeno em Portugal. A ideia é celebrar o bebé e encher a mãe de mimos e prendas. E há lá melhor coisa para se celebrar?
E-sessions e sessões de namoro: os locais onde os fotógrafos mais gostam de fotografar
E-sessions e sessões de namoro: os locais onde os fotógrafos mais gostam de fotografar
O amor é o melhor lugar do mundo. O mais bonito, o mais completo, o mais verdadeiro. Felizmente, também há no mundo locais, lugares, sítios menos abstractos e mais “reais” que lhe fazem justiça.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação