Quantos anos tem? Sabia que a idade condiciona a escolha dos parceiros?

Na Zankyou não estamos, de todo, a favor da generalização. No entanto, existem pontos que são difíceis de não generalizar, sobretudo se a maioria se comporta de uma determinada forma. Assim, sendo conscientes das exceções (sabemos que nem toda a gente é como explicaremos a seguir), delineámos uma série de considerações que se verificam em alguns comportamentos, seja em homens ou mulheres.

Como gostaríamos que fossem os nossos potenciais parceiros? No que é que nos fixamos mais? Em geral, os casais costumam ter idades próxima, mas os gostos não têm de seguir essa dinâmica. A idade de ambos os sujeitos tem peso nas escolhas – e agora vai saber porquê.

4 PM production
Foto vía Shutterstock: 4 PM production

Se tem entre 20 e 30 anos

No início dos 20 anos, o crescimento de muitos jovens é condicionado pela ebulição das hormonas. Assim, no período universitário e de experimentação, muitos e muitas jovens acabam por ter uma relação com pessoas mais velhas do que elas, quer sejam 5, 10 ou 15 anos a mais. Claro que isto não se trata de uma norma geral, mas acontece com alguma frequência (pense naquele amiga ou amigo que, nessa altura, deu aquele enorme desgosto aos pais…). Quererão colmatar necessidades que surgiram durante a adolescência? Talvez… aquele professor de Arte Contemporânea II, aquele diretor da agência X que olhou para eles ou elas na rua… Mas atenção: nesta faixa etária também há muita gente que se envolve com pessoas do seu ambiente, pelo que os gostos variam dependendo do sujeito em questão.

Já entre os 25 e os 30 anos, as pessoas costumam preferir alguém da sua idade para planear o futuro. Os affaires e histórias curtas entre mais velhos e mais jovens também existem, mas na hora de planear coisas mais sérias, esta faixa de idades prefere partilhar gerações, gostos e perspetivas de vida. Neste sentido, apoiamo-nos em dados: segundo The Atlantic, a diferença de idade de 5 anos aumenta, em 18%, as probabilidades de divórcio.

Entretanto, nestas faixas etárias, os homens continuam a ser mais imaturos do que as mulheres, embora essa inocência seja bem vista por ambas as partes. Parece-lhes lindo! (mais tarde é que nem por isso…). Mas, por sorte, os tempos estão a igualar as pessoas e tanto homens como mulheres costumam estar ao mesmo nível, quer seja em termos de imaturidade, inocência, independência ou vontade de se comprometer. Hoje em dia, os preconceitos foram ultrapassados e elas também atrasam os compromissos enquanto se divertem como querem e quando querem (até ao ponto de não se comprometerem para a vida, se for esse o seu desejo).

Pressmaster
Foto vía Shutterstock: Pressmaster

Se tem entre 30 e 40 anos

O assunto aqui fica mais sério e há comportamentos que não se aceitam tão bem. Os gostos também evoluem e os trintões procuram outros protótipos. No entanto, em relações heterossexuais existem algumas diferenças. Os homens, ainda que prefiram as mulheres maduras, também se deixam levar pelas mais jovens e veem com bons olhos algum tipo de relação com pessoas de vinte anos. Talvez por algum motivo de crise de idade, bastante habitual perto dos quarenta anos, os homens procuram sentir-se mais jovens e atrativos, pelo que uma jovem mulher, na flor da idade e com o brilho da juventude em todos os seus detalhes físicos (e psíquicos) parece a melhor forma de contrastá-lo.

Elas, por sua parte, também mudam de geração, pois sentem especial atração por homens que rondem os quarenta ou que, também, os ultrapassem. Fixam-se na maturidade e na atração da experiência, aceitam os cabelos grisalhos e procuram maior segurança. Lembre-se de George Clooney, sempre foi um galã!

Mas, em ambos os casos, os casais acabam por partilhar a idade e é precisamente neste momento, quando procuram estabilidade centrando-se muito mais nos planos futuros do que no físico. Ainda que, em certos casos, os gostos se esqueçam destas coisas.

Monkey Business Images
Foto vía Shutterstock: Monkey Business Images

Se tem entre 40 e 50 anos

Ainda que tenhamos a sorte de contar com excepções, as mulheres mais jovens vão sempre chamar a atenção dos homens. Isto é apoiado por uma pesquisa coordenada por Christian Rudder, co-fundador do portal de encontros OKCupid, que explica que elas procuram pessoas da sua geração, enquanto eles têm preferência por parceiras que se encontrem no início da sua segunda década.

Mas com o tempo, os gostos dos homens passam de uma geração para a outra outra. Por isso, entre os 40 e os 50, muitos poucos teriam uma relação com uma mulher abaixo dos 30 anos (existir, eles existem, mas a norma geral é que não vão mais além do deslumbre visual). Os rapazes e raparigas são mais inseguros e têm menos autoconfiança, ao mesmo tempo que tentam encontrar-se a si mesmos com todas as suas dúvidas e instabilidades (criativa, laboral, vital) que isso implica. E não, nem todos os homens maduros estão dispostos a passar por isso! Procuram segurança na mulher, independência e confiança. Além do mais, muitos afirmam que as mulheres são mais atrativas a partir dos 30 anos, ainda que outros prefiram as da sua geração.

Agora, no entanto, os papéis revertem-se, pois nesta alturas as mulheres veem com bons olhos o género masculino com menos idade do que elas. Os jovens de vinte e trinta anos convertem-se, de repente, em boas opções, sobretudo se essas mulheres acreditam que viveram uma vida aborrecida ou que fizeram parte de um casamento complicado e rotineiro. Esse toque artístico, boémio, inocente e descontraído do rapaz jovem, que procura absorver o mundo ainda que o seu futuro pareça bem negro, é aliciante para elas, que procuram aventuras.

Oscar Carrascosa Martinez
Foto vía Shutterstock: Oscar Carrascosa Martinez

Se tem mais de 50

No caso dos homens e mulheres que se envolvem nesta idade, nem sempre acabam com as pessoas que idealizaram, ainda que não seja sempre assim. Nestas idades, são alguns os homens que voltam a preferir as mulheres mais jovens e o motivo não é outro senão a energia de uma companheira assim. Segundo um trabalho da Universidade de Estocolmoeles sentem-se rejuvenescidos com alguém mais jovem, além de se sentirem cuidados. Evidentemente, depende muito do estado em que se sente essa pessoa. Elas, no entanto, são mais independentes e não necessitam dessa injeção de vitalidade, pelo menos tanto como eles, tal e como declarou Sven Drefahl, o coordenador do referido relatório.

Olena Yakobchuk
Foto vía Shutterstock: Olena Yakobchuk

Não leve as mãos à cabeça depois de ler isto. Sabemos perfeitamente que as mulheres e os homens são um mundo, sobretudo com o passar do tempo. Mas, em certas casos, é necessário generalizar, ainda que não seja um reflexo total da realidade. Sente-se identificado/a?

Talvez também lhe interesse:

Dê-nos a sua opinião

José Raposo
Organização do casamento: seis coisas que devem fazer após o compromisso
Não se deixe invadir pelos nervos após ter dito o “Sim” e fique atenta às seis coisas que não pode deixar de fazer assim que tiver o anel de noivado no dedo!
Credits: SLcasamentos
Perigo! Em que ocasiões deve tirar o anel de compromisso e as alianças?
Temos a certeza que tem muito carinho por essa incrível joia, por isso não se arrisque a perdê-la ou estragá-la!
Quer um casamento feliz? Aqui fica uma lista de conselhos definitiva, realista e directa
Quer um casamento feliz? Aqui fica uma lista de conselhos definitiva, realista e directa
Mark Manson, um reconhecido jornalista e escritor, perguntou às pessoas com mais experiência sobre os segredos para um casamento feliz.

Faça gratuitamente e em 2 clicks um site magnífico para o seu casamento.

100% personalizável e com centenas de layouts para escolher Ver mais layouts >

A sua empresa também pode estar na Zankyou!
Se tem uma empresa de casamentos ou é um profissional do sector, Zankyou oferece-lhe a oportunidade de divulgar os seus serviços a milhares de casais que nos escolhem para organizar o seu casamento em 23 países. Mais informação